1° caso de reinfecção pelo coronavírus no país é confirmado pelo Ministério da Saúde

O teste seguiu todos os protocolos do Ministério da Saúde e deu resultado positivo

169
reinfecção
O IOC e o Ministério da Saúde avaliaram o resultado do teste (Foto: Josué Damacena)

O Ministério da Saúde e as secretarias de Saúde da Paraíba e do Rio Grande do Norte, a Fiocruz confirmam o primeiro caso de reinfecção pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) no país.

A vítima é uma profissional da saúde que mora em Natal, mas que trabalha nos dois estados. Este foi considerado o primeiro caso confirmado de reinfecção do país, uma vez que os procedimentos adotados seguiram o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Metodologia

As amostras de sangue foram coletadas e em seguida analisadas pelo Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz).

Segundo o protocolo, é considerado caso suspeito de reinfecção o indivíduo com dois resultados positivos com intervalo igual ou superior a 90 dias entre eles. Neste caso, por exemplo, as amostras deram positivo em um intervalo de coleta superior a 100 dias.

A primeira coleta foi realizada em 23 de junho e a segunda em 13 de outubro, quando a paciente apresentou sintomas da doença. Ainda segundo o Ministério da Saúde, nesse meio tempo entre as duas amostras, efetuou-se uma coleta em 8 de setembro, que resultou negativo.

No Laboratório da Fiocruz, as amostras foram submetidas à técnica de sequenciamento genético, onde foi constatada a presença de linhagens distintas do vírus, por fim, duas mutações diferentes.

Ambas as linhagens já haviam sido detectadas no país. Os resultados foram informados às secretarias de estaduais de Saúde e ao Ministério da Saúde.

reinfecção
O Laboratório de Vírus Respiratório e do Sarampo desempenha papel estratégico na resposta brasileira ao novo coronavírus (Foto: Josué Damacena)

Referência em estudo de reinfecção por coronavírus

“Desenvolvemos protocolo de detecção próprio, ajudamos no desenvolvimento de kit de diagnóstico e capacitamos mais de uma dezena de laboratórios centrais de saúde pública do Brasil e técnicos de diversos países latino-americanos”, enfatizou a virologista Marilda Siqueira, chefe do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo do IOC/Fiocruz.

A Fiocruz atua como Centro de Referência Nacional em vírus respiratórios junto ao Ministério da Saúde e como referência para a Organização Mundial da Saúde em Covid-19 nas Américas.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here