TRX: o que é, benefícios, melhores aparelhos e exercícios

1
255
TRX
Crédito: Pixabay

O TRX é um aparelho que permite o método de exercício de resistência, com benefícios para o corpo inteiro. A modalidade também é conhecida pelas suas características de treino suspenso, que trabalha força, equilíbrio, flexibilidade, coordenação e postura. Tudo isso, com o objetivo de estabilidade muscular, com ganho de tônus.

De acordo com profissionais especializados na área, é mais eficaz e rápido que as demais modalidades, afirma Márcia Angeli, treinadora da Body Systems, empresa que promove aulas de treinamento físico ao redor do mundo. Em média, é possível gastar entre 300 e 700 calorias durante um treino de apenas 30 minutos.

O que é TRX e como surgiu? O Total-Body Resistence Exercise surge da necessidade que os SEALs norte-americanos tinham para treinar e manter suas condições físicas. Por permanecerem longos períodos dentro das embarcações, com pequenos espaços e sem os aparelhos tradicionais, tiveram que ser criativos. Começaram a treinar com as tiras dos paraquedas, usando o peso do próprio corpo!

Exercícios de Kegel: para o que serve e como fazer

Como usar o TRX para obter resultados no primeiro mês?

Você sabia que esse tipo de aparelho pode ser usado por homens e mulheres de todas as idades? Essa é uma das grandes vantagens do TRX e seus treinos. Não é necessário nenhum nível de preparo físico, ou seja, iniciantes e atletas podem praticar e evoluir na intensidade, de acordo com o ângulo de inclinação do seu próprio corpo.

Isso mesmo, quanto mais inclinado, mais intenso, pois você estará trabalhando com o peso do próprio corpo. O que ajuda, inclusive, a evitar lesões causadas pelo excesso de carga (peso), como nos treinos de musculação, por exemplo.

De acordo com a Márcia Angeli, o TRX é classificado como um “treinamento funcional, o que significa que, ao invés de isolar apenas um músculo, trabalha o corpo como um todo, o tempo todo”. Também é possível adaptar os exercícios de acordo com as necessidades de cada praticante.

Por exemplo, se você é uma pessoa que trabalha em constantes movimentos de abaixar e levantar, pode treinar esse tipo de movimento, não só para o praticar corretamente, como também para fortalecer e estabilizar os músculos exigidos, assim como a coluna.

Posso ter resultados com o TRX em 1 mês?

A resposta é sim! O treino com TRX é completo e intenso, “com uma frequência de 3 sessões por semana já é possível perceber a melhora na flexibilidade e no tônus muscular depois de 30 a 45 dias”, reforça Silvia Santilli, personal e professora da modalidade. Mas lembre-se: quem possui algum tipo de limitação, assim como lesão, deve consultar um médico antes de começar a praticar o TRX.

Não gosto de academias, consigo praticar o TRX em outros lugares?

Mais uma vez a resposta é sim! O aparelho pesa menos de 1 quilo e pode ser transportado dentro de uma bolsa ou mochila, assim como na mala de viagem! Tudo para não parar de se exercitar. Ele é relativamente fácil de ser fixado, seja dentro de casa, em um parque ou mesmo na praça mais próxima da sua casa. Entretanto, a recomendação profissional é que, no início, você aprenda e faça os exercícios de TRX com o devido monitoramento.

Busque por aulas ou então por um personal trainer para que seja possível aprender os movimentos, assim como a postura correta para não ter problemas futuros. A opção de realizar os exercícios sozinho (em casa ou no parque, por exemplo), deve ser feito por pessoas que já tenham prática e conhecimento do que fazer e como fazer.

Veja: como montar uma academia residencial

Benefícios do treino com TRX

treino com trx
Crédito: Unsplash

O primeiro e mais evidente de todos é que esse tipo de aparelho permite a realização de mais de 300 exercícios diferentes, para trabalhar todo o corpo. É inclusive, uma das modalidades para garantir e aumentar a resistência física. Fora o fato de que ele cabe na bolsa e pode ser transportado para todo o lado. Mas ainda tem muito mais, confira:

1. Coordenação motora, equilíbrio e postura

Por ser um treino com aparelho suspenso, trabalha de forma constante o equilíbrio e a coordenação motora. Ideal para quem deseja estabilizar o corpo e a coluna, para colocar em prática movimentos corretos na rotina do dia a dia.

A melhora na postura já pode ser sentida, inclusive, após duas ou três semanas de treino. Em alguns casos (com o devido acompanhamento médico e profissional para os exercícios), alivia as dores nas costas e na lombar, causadas pela má postura em atividades e tarefas rotineira, até mesmo para quem passa boa parte do tempo sentado numa cadeira.

2. Resultados amplos e específicos

Por trabalhar diversas partes do corpo, também proporciona resultados rápidos e satisfatórios, tanto para quem deseja complementar o treino de massa muscular e força, assim para quem deseja ganhar resistência e definição muscular e corporal. Também é bastante completo e os exercícios trabalham diversos músculos do corpo, ao mesmo tempo.

Mas para quem está interessado em trabalhar os músculos do núcleo ou músculos core, o treino com TRX é ideal por trabalhar como base os abdominais infra, supra, oblíquos e transversos. Até mesmo quando você está praticando um exercício específico para os glúteos, por exemplo, os músculos core são ativados.

3. Emagrecimento

Exatamente! O TRX emagrece, assim como também melhora a flexibilidade do corpo, devido aos seus exercícios que ajudam a alongar todo o corpo. Ele também aumenta a frequência cardíaca durante a sua prática, com resultados visíveis na balança, em pouco tempo, como já mencionado.

De acordo com os profissionais adeptos a esta modalidade, assim como instrutores e personais, o ideal é realizar o treino pelo menos 3 vezes por semana, com duração entre 30-45 minutos, com séries alternadas de 15 repetições. Mas atenção, nada de forçar o seu corpo, vá com calma e intensifique os treinamos de forma gradual.

As melhores dicas para emagrecer e perder peso rápido

Qual o preço do TRX, melhores aparelhos e onde comprar?

Mais uma das vantagens desse aparelho, além de ser prático de transportar e “fácil de instalar” e utilizar, os valores são relativamente baratos. Dê uma olhada e escolha o melhor equipamento de TRX para você:

Fita de Treinamento Suspenso TRX Funcional Pilates

Acompanha: 1 fita; 1 mosquetão; 1 ancorador; 1 bolsa e 1 guia de exercícios.

https://www.americanas.com.br/produto/75252135/

Fita de Suspensão TRX Treinamento Suspenso Funcional

Acompanha: 1 fita; 1 alongador (aumenta comprimento do trx) e 1 mosquetão reforçado.

https://www.americanas.com.br/produto/46988484/

TRX Fita de Treinamento c/ Regulagem – Liveup

Acompanha: 1 fita; 1 ajuste independente + 1 bolsa + 1 suporte prendedor p/ porta.

https://www.americanas.com.br/produto/22005619/

Fita de Suspensão Camuflada – Hidrolight

Acompanha: 1 fita com pegador; 1 presilha de metal e 1 bolsa.

https://www.americanas.com.br/produto/40306263/

Fita de Treinamento TRX FTS-100 – Muvin

Acompanha: 1 fita com regulagem; 1 prendedor/ancorador de porta; 1 bolsa.

https://www.americanas.com.br/produto/33523876/

14 Exercícios com TRX para praticar

Antes de começar qualquer exercício, tenha a certeza de que está com roupas adequadas e confortáveis, escolher um dos melhores tênis para academia (e demais exercícios) e, para alguns exercícios, você pode precisar de uma esteira ou colchonete. A partir daí é escolher os melhores exercícios para o seu treino.

Alguns exemplos podem ser observados neste guia do TotalWorkout, um aplicativo para Android e iOS para te ajudar com vários tipos de exercícios de TRX e outros. Acompanhe:

exercícios com trx
Crédito: TotalWorkout

Dicas importantes!

No caso de realizar estes exercícios em casa ou em algum lugar aberto, certifique-se que o aparelho está preso corretamente, para evitar qualquer tipo de acidente.

Lembre-se de utilizar o calçado adequado, pois os treinos com TRX exigem certa inclinação do corpo e, caso o solado esteja gasto ou o piso do local seja escorregadio, você pode cair e se machucar.

Alguns exercícios podem ser feitos no chão e, nestes casos, coloque uma esteira ou colchonete adequado para não lesionar o corpo devido a pressão exercida no solo, como apoio.

Respeite os limites do seu corpo e comece com pouca inclinação e baixa intensidade. Experimente e veja como o seu organismo vai reagir, caso seja um atleta iniciante. Faça uma ou duas sessões de 10 repetições e, com o passar das semanas, aumente para 3-4 sessões com séries de 15-20 repetições.

Fique atento à postura para realizar os movimentos da maneira correta! Procure um profissional para as devidas orientações e, na medida que aprender e dominar os movimentos, poderá realizá-los com certa independência.

 

Créditos: Márcia Angeli e Silvia Santilli concederam a entrevista mencionada neste artigo para o site Terra.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here