Saúde Mental: como conquistar (ou tratar os transtornos)

0
144
saúde mental
Crédito: Unsplash

De acordo com a Organização Mundial de Saúde – World Health Organization – “a saúde mental é mais do que a ausência de transtornos mentais. É parte integrante da saúde e não há saúde sem saúde mental”.

Para se obter este estado, é preciso considerar uma harmonia entre fatores socioeconômicos, biológicos e ambientais. Ainda nas palavras da OMS, “A saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade!

Por isso que, tão importante quanto cuidar da saúde do corpo, através de uma boa alimentação e prática de exercícios físicos, também é importante trabalhar a sanidade mental, seja no dia a dia ou no trabalho. Manter hábitos saudáveis pode ajudar a evitar transtornos mentais e problemas psicológicos.

O que é saúde mental?

A saúde mental pode ser definida como um estado emocional de bem-estar de uma pessoa. Este estado permite que ela seja capaz de desenvolver e realizar suas próprias habilidades (rotineiras e de trabalho); assim como permite que ela contribua de diversas formas para com a sociedade em que vive (geral ou mesmo familiar). Este estado de sanidade ajuda a lidar e ultrapassar as adversidades e estresse normal do dia a dia.

Um paralelo que ajuda a entender este estado é entender quando acontece a má saúde mental. Por exemplo, fatores sociais, psicológicos e biológicos podem causar alterações. Geralmente a partir de rápidas mudanças sociais, estilo de vida que não seja saudável, problemas de saúde (física e/ou mental), assim como qualquer tipo de violação dos direitos humanos. Neste último caso podem estar relacionados problemas de violência psicológica e verbal, até violação sexual.

Suplementação Alimentar: qual o ideal para cada pessoa?

Quem trata da saúde mental no Brasil?

saúde mental no brasil
Crédito: Unsplash

Existem diversos órgãos que podem ajudar os brasileiros, sejam com informações e processos de intervenção (leis e direitos de tratamento e acompanhamento). A Organização Pan-Americana da Saúde é um órgão afiliado da OMS, com atuações específicas nas Américas. Ela também se subdivide e diversas informações sobre saúde geral e saúde mental podem ser consultadas no site da Opas Brasil.

Ministério da Saúde do Brasil também é outro órgão que pode ser consultado para as mesmas questões. Inclusive, é possível ter acesso à Política Nacional de Saúde Mental, uma ação do Governo Federal que contém diretrizes e estratégia para oferecer assistência aos que necessitam. Essa atuação realiza o acolhimento e orientações de pessoas que apresentem transtornos mentais e/ou problemas psicológicos. Conta com políticas de alívio do sofrimento e planos de intervenção medicamentosa e/ou terapêutica, dependendo do caso.

As intervenções acontecem de forma integral por meio da Rede Pública de Saúde. Além dos transtornos e doenças mais comuns, abrange também problemas relacionados aos vícios (drogas lícitas ou ilícitas) e prevenção ao suicídio. Tudo isto por meio do convênio com o Centro de Valorização da Vida (CVV), que é uma central de apoio 24 horas por dia e que pode ser acessada por meio do número 188 (grátis) ou do site.

Quem cuida desse tipo de problema?

Os profissionais capacitados para lidar com esse tipo de problema e que podem diagnosticar transtornos e/ou doenças ligadas à saúde mental são aqueles das áreas de psicologia e psiquiatria.

Estes profissionais serão capazes de diagnosticar o problema e oferecer a melhor forma de tratamento e abordagem. Entretanto, caso seja diagnosticado outros problemas relacionados, estes podem recomendar o tratamento paralelo com outras especialidades.

Vale ressaltar que os profissionais de psicologia podem realizar tratamentos terapêuticos, mas não podem prescrever o uso de nenhum tipo de medicamento. Apenas os psiquiatras, por terem formação em medicina, é que estão autorizados. O que não significa que seja necessário em todos os casos. Muitas vezes basta aprender a se relacionar melhor com o seu corpo, promovendo a saúde mental, através do bem estar familiar e/ou profissional.

Qual o melhor colchão para ter boas noites de sono

Os transtornos mentais (problemas psicológicos) mais comuns

transtornos de saúde mental
Crédito: Unsplash

Existem diversos transtornos que podem estar diretamente ligados a uma má saúde mental. Muitas vezes, até o estresse rotineiro pode ser o responsável por desequilibrar a sua vida. Por isso é muito importante entender quais são, como eles podem afetar e qual a melhor maneira de contornar o problema:

  • Ansiedade e Depressão;
  • Mal-Estar psicológico;
  • Estresse continuado;
  • Dependência química e/ou alcoólica;
  • Perturbações psicóticas (esquizofrenia, por exemplo);
  • Atrasos mentais e demência;
  • Transtornos alimentares (como a bulimia);
  • Estresse pós-traumático;
  • Somatização (acúmulo de queixas físicas);
  • Transtornos de personalidade (tais como o de bipolaridade);
  • Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC);
  • Neurocognitivo (como a doença de Alzheimer);
  • Disforia de gênero;
  • Controle de impulsos e conduta (cleptomania e/ou piromania);
  • Disfunção sexual;
  • Insônia ou Hipersonolência (sono-vigília);
  • Incontinência urinária ou fecal (transtornos da eliminação);

Diversos outros transtornos podem estar associados a saúde mental, tais como os relacionados a problemas educacionais, profissionais, econômicos e é claro, social, como citado anteriormente.

Existem diferenças entre transtorno mental, que é uma perturbação psico-comportamental, que causa mal-estar psicológico. Já o distúrbio mental está relacionado com o Sistema Nervoso Central, no qual o desequilíbrio do mesmo causa alterações de comportamento.

Precisando relaxar em casa? Confira essas opções de massageadores elétricos!

Saúde mental no trabalho

A Síndrome de Burnout ou Síndrome do Esgotamento Profissional é considerado como um distúrbio psíquico e afeta diretamente a saúde mental no trabalho. Esta síndrome é muito comum em profissionais que realizam algum tipo de envolvimento interpessoal direto e intenso.

Trata-se de uma tensão emocional estressante, que acaba por surgir devido às condições de trabalho desgastante. Dentre os profissionais que mais sofrem com esse problema de saúde mental estão os professores, profissionais da saúde e de segurança (policiais, bombeiros e agentes penitenciários, por exemplo). Entretanto, qualquer profissional pode desenvolver esse transtorno.

Os sintomas mais comuns são irritabilidade, agressividade, dificuldade de concentração, lapsos de memória, ansiedade, depressão, pessimismo e até mesmo baixa autoestima. Dores de cabeça (crises de enxaqueca), pressão alta, insônia e até mesmo crises de asma podem ser associadas a esta síndrome. O diagnóstico é clínico e depende dos mesmos profissionais que cuidam da saúde mental, assim como os tratamentos podem seguir a mesma lógica.

O que fazer para melhorar e manter a saúde mental

como ter saúde mental
Crédito: Unsplash

Existem diversas técnicas, atividades e hábitos que podem te ajudar a conquistar uma boa saúde mental, além de mantê-la! É muito importante aprender a lidar com os sentimentos e desafios rotineiros da vida (pessoal e profissional).

A partir do momento que você aprende a gerenciar os sentimentos de forma controlada e positiva é possível incorporar outras boas práticas, que também vão ajudar:

  • Evitar as bebidas alcoólicas, cigarro, drogas e medicamentos sem prescrição;
  • Desenvolver hobbies, realizar atividades prazerosas e ter um tempo de lazer;
  • Manter um bom relacionamento com a família, amigos e parceiros;
  • Criar hábitos saudáveis de alimentação;
  • Realizar técnicas de relaxamento (tais como meditação, respiração e massagem)
  • Prezar pela qualidade do sono, dormindo pelo menos 8 horas por dia;
  • Praticar atividades físicas regulares, mesmo que dentro de casa;
  • Exercitar a mente com leituras, jogos, memória e atividades cognitivas;
  • Não se isolar e buscar ajuda caso sinta que a saúde mental está comprometida.

Também é muito importante não se cobrar em excesso. Ter autocrítica é importante, assim como reconhecer e aceitar possíveis fracassos. Eles fazem parte da trajetória de todos e o importante é saber levantar e superar esses percalços da vida.

Se tiver dificuldade em colocar em prática essas recomendações, crie um cronograma ou uma rotina para seguir. Não deixe de aproveitar o seu tempo livre, cuidar da sua beleza e não se esqueça de beber água!

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here