Home Notícias Jejum intermitente: pesquisa comprova os benefícios à saúde

Jejum intermitente: pesquisa comprova os benefícios à saúde

O jejum intermitente é uma prática alimentar que consiste na ampliação do tempo em que o indivíduo fica sem se alimentar. Tal prática gerou muita polêmica, visto que, até pouco tempo atrás, era consenso entre os profissionais da nutrição que as pessoas deveriam alimentar-se a cada 3 horas, regulamente.

No entanto, a prática do jejum intermitente passou a ser prescrita cada vez mais pelos especialistas da área. Além disso, o relato de pessoas que conseguiram uma redução importante de peso, e também, melhores controles da glicemia se tornaram cada vez mais comuns.

Jejum intermitente
Jejum intermitente, mais que um modismo, pesquisas mostram os benefícios para saúde. Foto: Acervo Saúde Lab

Desta forma, para ter uma análise mais criteriosa destas respostas, um grupo de cientistas realizou um ensaio clínico randomizado sem que o jejum intermitente era praticado por 58 pacientes com obesidade. No referido estudo, os analisados deveriam ficar de 4 a 6 horas, diariamente, sem se alimentar. A análise considerou um período de 8 semanas. A pesquisa foi publicada na revista Nature.

Veja também: Hábitos saudáveis: como mudar a vida por completo

Os resultado foi muito promissor, os pesquisadores descobriram que esta modalidade de alimentação restrita resultou não só em redução de peso corporal, mas também de resistência à insulina e estressa oxidativo, comparando-se aos grupos de controle. Assim conclui-se na pesquisa que o jejum intermitente possui indicativo potencial de melhoras nos parâmetros relacionados à saúde.

Quantos quilos se perde com jejum intermitente?

Estima-se que ocorra a perda 1 quilo por semana, no entanto, é fundamental analisar cada caso, visto que o tipo de alimento consumo no pós-jejum e também o gasto basal calórico do indivíduo também interfere na perda de peso.

Além disso, nas primeiras semanas é normal ocorrem uma perda mais intensa de peso, devido ao alteração do volume hídrico do corpo ocasionado pelo consumo habitual dos carboidratos e demais alimentos.

Quanto tempo o jejum intermitente faz efeito?

Logo nos primeiros dias de jejum a redução de peso já pode ser observada, no entanto, é fundamental que se escolha adequadamente qual alimento será consumido quando for permitido. Desta forma, especialistas sugerem que, concomitantemente ao jejum intermitente, seja associada uma dieta lowcarb. Nesta dieta, o corpo se habitua ao menor consumo de açúcares e a quantidade de proteínas se faz aumentada, trazendo mais saciedade.

Veja mais: 50 Efeitos do Jejum Intermitente: Antes e Depois

Qual o melhor horário para fazer o jejum intermitente?

Os horários em que se tem mais sucesso é um prologamento do jejum usual que já ocorre durante a noite. Por exemplo, se optar por fazer um jejum de 12 horas, basta jantar às 20:00 na noite anterior e somente se alimentar às 08:00 da manhã seguinte. Desta forma o organismo fará o jejum, no entanto o indivíduo não sentirá form por muito tempo.

Jejum intermitente
A escolha dos alimentos é fundamental para o sucesso do jejum intermitente. Foto: Arquivo Saúdelab

Pode fazer jejum intermitente todos os dias?

O melhor plano de jejum intermitente dever ser elaborado por um profissional devidamente habilitado para tal, assim, consultar um nutrólogo ou nutricionista, pode ser a chave do sucesso.

O profissional irá elaborar os melhores alimentos para este tipo de dieta e definirá por quanto tempo e ainda quais dias da semana o jejum deve ser executado.

Lembre-se, cada indivíduo tem um tipo de organismo e os limites de cada um deve se sempre respeitado. Além disso a prática de exercícios físicos deve ser observada com muito cuidado, principalmente aqueles que envolver um elevado gasto calórico.

Organização da rotina e da dieta

Como qualquer dieta é importante garantir um controle de cada etapa do processo, assim, na internet é possível obter vários tipos de tabela de jejum intermitente, que vão te auxiliar nos devidos registros para que nenhuma etapa seja esquecida no processo.

Assim, é importante reforçar que o resultados do jejum intermitente vão variar para cada indivíduo e ainda exitem pessoas que podem não se adaptar à esta modalidade. Assim, é fundamental que um profissional seja consultado previamente.

Se você é iniciante no processo, lembre-se de registrar todas as etapas da dieta e tenha em mente que não existe dieta saudável milagrosa. Desta forma, dê um passo de cada vez e tenha paciência.

Fonte: Stower, H. O jejum intermitente passa na prova. Nat Med 26, 1170 (2020). https://doi.org/10.1038/s41591-020-1030-1

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

Avatar
Redação SaúdeLab
Um site pensado na sua saúde e no seu bem-estar! Aqui, você encontra de tudo para melhorar sua qualidade de vida.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Os mais lidos

Confiança dos brasileiros em vacinas cai; aponta estudo

Um estudo publicado no periódico Lancet em 10/08, mostrou que a confiança dos brasileiros nas vacinas cai a cada dia mais. Nos últimos anos,...

É possível negociar dívidas Caixa com até 90% de desconto; saiba como funciona

Negociar dívidas Caixa com até 90% de desconto - Em meio a um momento de crise econômica, acelerada pela pandemia de coronavírus no país,...

Todos que recebem Bolsa Família vão receber o auxílio emergencial de R$ 300? Entenda

Bolsa Família - No final de junho, o Governo Federal anunciou a prorrogação do auxílio emergencial para mais duas parcelas, as quais foram pagas...

Mindfulness: o que é, quais os seus benefícios e como praticá-la

O mindfulness é uma prática que se popularizou bastante nos últimos anos e cada vez mais tem ganhado muitos adeptos. Em um mundo como...