Alimentos ricos em fibras: Nutricionistas defendem as consequências deste consumo

Os alimentos ricos em fibras são defendidos como ricos em nutrientes que podem trazer muitos benefícios. Mas, quais são esses alimentos e quais seus benefícios?

0
383
alimentos ricos em fibras
Alimentos ricos em fibras: Nutricionistas defendem as consequências deste consumo (Foto: Pixabay)

Atualmente, os alimentos ricos em fibras são defendidos por nutricionistas pelo alto teor de nutrientes e o que eles podem trazer de benefícios ao corpo das pessoas que os consome. Mas, quais são esses alimentos e quais são os benefícios que eles podem gerar?

Hoje, o Saudelab vai te mostrar quais são os alimentos ricos em fibras e como você pode facilmente incluir muitos deles em uma dieta balanceada que traga muitos benefícios à sua saúde.

alimentos ricos em fibras

Alimentos ricos em fibras: Nutricionistas defendem as consequências deste consumo (Foto: Pixabay)Leia mais: Uma dieta saudável na pandemia: USP afirma que brasileiros adotaram novos hábitos

O que são alimentos ricos em fibras

De acordo com nutricionistas da UNIMED Fortaleza, alimentos ricos em fibras são aqueles de origem vegetal, que têm em sua composição nutrientes que não são digeridos pelo organismo. Estes nutrientes, as fibras, são benéficos principalmente para o sistema digestivo, combatendo doenças como obesidade, diabetes e prisão de ventre.

De antemão, as fibras são encontradas em alimentos como grãos, vegetais, frutas e cereais e existem dois tipos delas. Da mesma forma, cada tipo de fibra tem um benefício diferente, porém, é comum encontrar as duas na maioria desses alimentos.

Quais são os benefícios de uma dieta rica em fibras

A princípio, é importante conhecer todos os benefícios oferecidos pelos alimentos ricos em fibras e, por meio de uma dieta preparada por um profissional nutricionista, manter um consumo controlado para que o corpo possa se beneficiar dessas fibras de forma adequada.

As vantagens do consumo agem diretamente na saúde e também no bem-estar. Assim como as fibras combatem a prisão de ventre, elas eliminam toxinas encontradas no intestino. Isso se dá pelo fato de que elas aceleram o trânsito intestinal, auxiliando na eliminação das fezes e controlando o pH do intestino.

Saiba mais: Conheça 21 benefícios do abacaxi para saúde e veja receitas

Além disso, por não serem digeridas, sua ação é de criar um gel localizado no estômago, que causa sensação de saciedade e de redução de calorias. Ou seja, elas estão ligadas à perda de peso.

Do mesmo modo, uma dieta rica em fibras tem ação antiinflamatória e auxilia nas defesas contra doenças intestinais. Além de diminuir os níveis de colesterol, de açúcar e de triglicerídeos no corpo.

Contudo, os benefícios citados acima só terão total eficácia se o consumidor realizar uma dieta balanceada e uni-la à ingestão de muita água. Unindo fibras e água, o intestino fica mais hidratado e lubrificado, facilitando ainda mais a eliminação de fezes e toxinas.

Quais são os dois tipos de fibras

Alimentos ricos em fibras geralmente têm as duas em sua composição. Porém, é importante conhecê-las separadamente e saber quais são os benefícios de cada uma:

Fibras insolúveis

De acordo com profissionais, as fibras insolúveis são aquelas que não são diluídas na água e têm uma fermentação limitada. Sua ação principal é no intestino grosso, sendo consideradas um laxante natural que aumenta o trânsito do intestino e elimina toxinas. Elas previnem condições como hemorróidas, inflamações no intestino e prisão de ventre.

As fibras insolúveis podem ser encontradas em cereais integrais, como sementes de chia, amêndoas com casca, nozes, linhaça. Além disso, também são encontradas na casca de frutas e vegetais.

Fibras solúveis

Em contrapartida, as fibras solúveis podem ser diluídas na água e, assim, elas formam um gel que fica maior parte do tempo no estômago. Este gel causa saciedade e diminui o nível de açúcar e de colesterol no sangue.

Além disso, unindo-se às bactérias boas que se encontram no corpo, as fibras solúveis têm ação antiinflamatória e reduz o risco de doenças como câncer colorretal, colite ulcerativa, doença de Crohn, síndrome do intestino irritável e outras.

Assim como as fibras insolúveis, os alimentos ricos em fibras solúveis também são frutas e vegetais. Além de grãos, aveia, centeio, cevada e gérmen de trigo.

Leia mais: Colesterol alto? Conheça 3 alimentos que podem ajudar a diminuí-lo

Gostou desta matéria? Acompanhe as nossas redes sociais: Facebook, InstagramTwitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here