Consumo de medicamentos antifumo caem no Brasil; entenda

O consumo de medicamentos antifumo caiu no Brasil, veja a seguir mais informações sobre a mudança no perfil

0
205
Medicamentos antifumo
Medicamentos antifumo caem no Brasil, mostra levantamento da ePharma Foto - Pixabay

Saiu um levantamento da  ePharma que mostra que diminui o número de medicamentos antifumo. Isso mostra preocupação por um lado, pois estes medicamento são importantes para quem quer parar de fumar. Acompanhe agora no Blog SaúdeLab mais sobre esse levantamento.

De acordo com o estudo da ePharma, foram prescritas 2.237 unidades de remédios neste ano. Esse número é menor contra 2.395 em 2019 e 2.555 em 2018, mostrando assim uma tendência de queda contínua.

A coleta vai ao encontro de outro estudo da Fiocruz que aponta que 34% dos fumantes brasileiros passaram a consumir mais cigarro durante a pandemia.

Confira também: Pandemia eleva o número de pessoas sedentárias no mundo todo

Medicamentos antifumo

Medicamentos antifumo
Medicamentos antifumo caem no Brasil, mostra levantamento da ePharma Foto – Pixabay

Alguns produtos para parar de fumar são conhecidos como “terapia de reposição de nicotina” porque contêm quantidades variáveis ​​de nicotina.

Algumas dessas terapias de reposição de nicotina exigem receita médica e outras não. Existem medicamentos aprovados para parar de fumar que não contêm nicotina e estão disponíveis apenas com receita médica.

Qualquer um desses produtos pode ajudar a reduzir o desejo por nicotina e os sintomas de abstinência, e é mais provável que você pare de fumar.

Acompanhamento profissional é necessário

Embora alguns produtos para parar de fumar possam ser comprados sem receita, é melhor verificar com seu médico primeiro.

Ambos podem determinar quais produtos seriam os melhores para você, quando começar a tomá-los e quais são os riscos e efeitos colaterais potenciais.

Ultimamente, muita atenção tem sido dada aos medicamentos antifumo como uma forma alternativa de parar de fumar cigarros tradicionais.

Veja mais: Vitamina D tem relação com o Coronavírus; aponta estudo de Universidade americana

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest.

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here