Home Notícias Pesquisas alertam: qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento? Confira

Pesquisas alertam: qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento? Confira

Especialistas estudam a relação do sedentarismo com o envelhecimento acelerado na terceira idade e apontam que sair de uma rotina sedentária é possível e necessário.

Pesquisadores da UC (Universidade da Califórnia) realizaram um estudo para analisar qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento. Confira a matéria do Saudelab sobre o assunto.

Saiba também: Pandemia eleva o número de pessoas sedentárias no mundo todo

qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento
Pesquisas alertam: qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento? (Foto: Pixabay)

Estudo analisa qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento

A princípio, um estudo publicado no American Journal of Epidemiology, indica que permanecer sedentário pode envelhecer o nosso organismo e também a nossa mente. A pesquisa abarcou cerca de 1.480 mulheres com idades entre 64 e 95 anos.

Dessa forma, a análise foi focada em quanto exercício as participantes faziam durante o dia e quanto tempo permaneciam em repouso. Todas as análises foram feitas com base nas suas respectivas idades.

Como o teste foi feito

De acordo com os pesquisadores, o teste foi feito através de um equipamento instalado junto ao corpo de todas as participantes e que media o tempo de repouso e exercícios com base nos movimentos e batimentos cardíacos.

Como resultado, o estudo concluiu que as mulheres que não praticavam exercícios ou praticavam por menos de 40 minutos por dia, além de permanecerem sentadas por 10 horas ou mais, tinham traços biológicos que acusavam 8 anos a mais em suas idades reais.

Dessa forma, o estudo que analisava qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento teve resultados conclusivos de que pouco exercício e repouso em excesso são capazes de envelhecer as células de forma mais rápida. 

Ou seja, as participantes que praticavam mais exercícios absorveram os benefícios das atividades e tinham mais chances de longevidade de de um envelhecimento mais saudável.

Esse resultado está diretamente ligado à genética e na forma como nossos genes se manifestam e interagem com o meio ambiente.

Por que o sedentarismo é perigoso?

De acordo com a OMS, além da confirmação sobre qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento, essa condição também pode acarretar em complicações como obesidade, diabetes, AVC, depressão e outras.

Além disso, as consequências em idosos são ainda mais graves. Dores articulares, perda de massa muscular e degenerações no organismo podem ocorrer com mais rapidez, deixando o indivíduo debilitado em pouco tempo. 

Como sair do sedentarismo

Agora que você sabe qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento. Que tal algumas dicas de como sair desse estado que tanto preocupa os órgãos de saúde?

Abaixo, você poderá conhecer algumas formas simples de sair do sedentarismo e como isso pode ser benéfico para a sua saúde.

Leia mais:Alimentos ricos em fibras: Nutricionistas defendem as consequências deste consumo

Caminhadas de 30 minutos a 1 hora

Em síntese, a maior dificuldade de um sedentário na hora de iniciar exercícios vem, em sua maioria, pela dor e cansaço causados pela atividade.

Porém, uma caminhada leve de 30 minutos a 1 hora, três vezes durante a semana, pode ser o exercício ideal para começar. 

É recomendado que o praticante inicie pelas caminhadas lentas e, só após seu corpo acostumar com o ritmo, aumentar gradativamente a intensidade até chegar a uma corrida.

Adote a bicicleta na sua rotina

Você tem o costume de pedalar? Se não, nunca é tarde para praticar esse exercício tão prazeroso. Além de ser considerado um exercício, andar de bicicleta também pode ser um método adotado como transporte.

Dessa forma, você pode deixar o carro em casa e ir ao trabalho de bicicleta. Os benefícios vão de se livrar do trânsito a ter uma saúde melhor e dar adeus ao sedentarismo.

 Utilize mais escadas

Atualmente, com a tecnologia do elevador, é raro ver alguém subindo escadas quando a primeira opção está disponível. Porém, essa é uma atividade altamente eficaz para o fim do sedentarismo.

Se você frequenta prédios de vários andares, é uma ótima oportunidade para começar a subir e descer escadas.

Como benefício, adquirir o hábito de usar as escadas traz fortalecimento para os músculos das pernas e melhora o condicionamento físico.

Comece a arrumar a casa

De acordo com profissionais de saúde, qualquer movimentação corporal um pouco mais intensa já traz benefícios para um corpo sedentário.

Agora, sabendo qual a relação entre sedentarismo e envelhecimento e todas as consequências que o sedentarismo pode causar, é importante sair da cama e mexer o corpo.

Por isso, as atividades do lar podem ser uma opção válida para se exercitar um pouco. Varrer o piso, lavar roupas, guardar compras. Tudo pode ser motivo para que você se movimente.

Leia mais: Colesterol alto? Conheça 3 alimentos que podem ajudar a diminuí-lo

Gostou desta matéria? Acompanhe as nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest.

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Os mais lidos

Queimadas no Pantanal: saúde da população e economia prejudicada; entenda

As queimadas no Pantanal são uma grande preocupação nesse período do ano, ou melhor, nessa época da seca. É quando uma parte de todos...

Celulite: prevenção e tratamento; conheça novidades

A celulite afeta nove em cada dez mulheres e é um problema que incomoda muitas pessoas, principalmente as mulheres. Quando dieta, água e exercícios...

Caixa Tem vai liberar empréstimo de até R$ 300 e novos produtos

O aplicativo desenvolvido para repassar benefícios do governo vai ser ampliado a partir dos próximos meses. Além do auxílio emergencial e FGTS, o Caixa...

Como fazer slime de forma fácil e com segurança? Aprenda aqui

Um dos assuntos mais pesquisados na Internet nesses últimos tempos tem sido sobre como fazer slime. Com efeito, a brincadeira com essa "massinha" virou...