Menstruação na gravidez, é possível? Confira detalhes

0
198
menstruação na gravidez
Menstruação na gravidez, é possível? Confira detalhes (Foto: Pixabay)

Assim como outras dúvidas que surgem durante os nove meses de gestação, a menstruação na gravidez também é uma questão que assombra muitas mulheres. É possível menstruar estando grávida? Esta matéria do Saúdelab vai tirar suas dúvidas e explicar as razões para alguns sangramentos.

menstruação na gravidez
Menstruação na gravidez, é possível? Confira detalhes (Foto: Pixabay)

Leia mais: Sintomas de Gravidez: saiba agora quais os mais comuns

É possível ter menstruação na gravidez?

De acordo com profissionais de saúde, não é possível menstruar estando grávida. Logo, caso haja algum tipo de sangramento durante os meses de gestação, ele não deve ser considerado como menstruação e deve ser analisado para buscar a causa.

Atualmente, cerca de 20 a 30% das mulheres grávidas podem sofrer sangramentos durante os primeiros meses de gestação. Geralmente, isso ocorre no primeiro trimestre e muitas vezes é confundido com a menstruação por ter semelhanças.

Porém, em alguns casos, esse sangramento é conhecido por se tratar de um sinal para o processo de nidação, conhecido por ser o período de implantação do embrião no útero e está relacionado também ao desenvolvimento da placenta e do embrião.

Além disso, outros possíveis sangramentos que possam ser confundidos com menstruação na gravidez, devem ser analisados por um profissional para que seja possível entender a causa e uma possível relação com a gravidez, pois o sangramento pode ser originado por outro motivo.

Quais são as principais causas de sangramentos que podem ser confundidos com menstruação na gravidez

De acordo com profissionais da saúde, existem várias razões para possíveis sangramentos durante a gestação e que também dependem do tempo da gravidez.

Dessa forma, no primeiro semestre, as principais causas de sangramento são: Concepção, nidação, gravidez ectópica, descolamento da placenta ou um possível aborto.

Assim como no segundo semestre, as causas podem ser inflamações no útero ou um possível aborto. Além disso, durante o terceiro semestre, sangramentos vaginais podem ser causados por placenta prévia, descolamento da placenta ou início do trabalho de parto.

Do mesmo modo, exames mais invasivos como ultrassonografias transvaginais ou até exercícios mais explosivos também podem causar pequenos sangramentos vaginais, bem como o contato íntimo nos primeiros meses de gestação. 

Como proceder em casos de sangramento

De antemão, ao primeiro sinal de sangramento, é importante ficar em repouso e evitar qualquer tipo de atividade física que exija esforço. Imediatamente, deve-se ir ao médico para que a causa do sangramento seja identificada e tratada adequadamente.

Em grande parte dos casos, leves sangramentos que não se parecem com menstruação na gravidez não são graves e não colocam a vida da mãe ou do bebê em risco. Porém, se o sangramento for de coloração vermelho vivo, frequente e vier acompanhado de dores e febre, é importante ir o quanto antes ao hospital.

Assim, mantenha a saúde em dia e alimente-se com frutas, verduras e legumes. Faça consultas periódicas no pré natal para evitar surpresas desagradáveis.

Leia mais: Conheça 10 alimentos que ajudam a dormir melhor

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here