Violência financeira contra o idoso; entenda mais e fique atento

Muitos idosos são vítimas de violência financeira.

0
294
Saiba como evitar o desequilíbrio emocional desequilíbrio emocional atento Foto - Pixabay

A violência financeira contra idosos atinge diversas vítimas podendo ser devastadora e, em muitos casos está atribuída a familiares, amigos de confiança e cuidadores, e até mesmo golpistas.

Saiba mais no Blog SaúdeLab sobre esse tipo de violência que tem aumentado nos últimos meses em decorrência da pandemia do coronavírus.

Infelizmente essa situação pode ser muito angustiante. Além de perder dinheiro, alguns idosos nunca recuperam seu senso de confiança e valor. Um exemplo são os golpes financeiros em idosos que durante a pandemia cresceram 60%. Entenda mais sobre a violência financeira contra idosos.

Leia também: Plano de saúde para idosos; no Brasil apenas 24,9% dos brasileiros possuem

O que é a violência financeira contra idosos?

Violência financeira
Violência financeira contra o idoso; entenda mais e fique atento Foto – Pixabay

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define violência ou abuso contra o idoso como “um ato único ou repetido, ou falta de ação apropriada, ocorrendo em qualquer relacionamento onde exista uma expectativa de confiança, que cause dano ou sofrimento a uma pessoa idosa “.

Portanto, a violência financeira contra idosos ocorre quando o dinheiro ou pertences são roubados. Isso pode incluir falsificação de cheques, roubo de dinheiro pago para programas de aposentadoria ou o uso de cartões de crédito e contas bancárias de outra pessoa.

Ainda inclui a mudança de nomes em testamentos, contas bancárias, apólices de seguro de vida ou títulos de propriedade imobiliária.

O Estatuto do Idoso, Lei 10.741/2003 prevê como crime a conduta de receber ou desviar bens, dinheiro ou benefícios de idosos.

Esse tipo de violência pode acontecer com qualquer pessoa, independentemente de raça, religião ou origem, e em muitos lugares, incluindo a casa do idoso, a casa de um membro da família ou uma casa de repouso.

O que pode ser feito?

Para tentar amenizar esse impacto, os cartórios atuarão no combate à violência financeira e patrimonial contra idosos.

Por isso, foi estabelecida a Recomendação nº 46/2020, publicada em Junho pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com o objetivo de proteger o segmento que está especialmente vulnerável durante a pandemia do novo coronavírus.

Se você suspeitar que houve abuso financeiro contra um idoso é importante denunciar às autoridades competentes.

Ademais, também está disponível a cartilha “Meus Direitos” contendo informações importantes sobre o direito do idoso. Para ler a cartilha na íntegra,  clique aqui .

Leia também: Veja alimentos que controlam a ansiedade e melhoram o humor, especialistas indicam 06; confira

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter  Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here