Saúde mental do homem pode ser beneficiada com as terapias holísticas

O SUS disponibiliza diversas terapias alternativas úteis para a saúde mental

0
209
saúde do homem
Fonte da imagem: Freepik

A saúde mental do homem é um tópico que tem sido mais abordado de alguns anos para cá. Apesar de todos necessitarem de cuidados com a saúde física e mental, as estatísticas de Saúde Pública apontam que os homens dão menor atenção para a sua saúde e assim adiam a procura de tratamentos para os seus problemas.

De acordo com um levantamento efetuado pelo Centro de Referência em Saúde do Homem de São Paulo, 70% dos homens foram influenciados por mulheres na procura de atendimento médico e que pelo menos metade adiou as consultas.

De fato, essa realidade é preocupante e há uma grande preocupação do Ministério da Saúde conjuntamente com os profissionais em conscientizar o público masculino sobre a prevenção da saúde.

Nesse sentido, uma ferramenta que pode ajudá-los são as terapias holísticas. Continue a leitura e se surpreenda com com os benefícios que ofertam à saúde.

Leia ainda: Alívio de dores e tensões? Conheça os tipos de terapias holísticas mais indicados. Confira

Saúde mental do homem: as terapias holísticas como abordagem complementar

saúde do homem terapias holísticas
Saúde do homem pode ser beneficiada com as terapias holísticas. Fonte da imagem: Freepik

Veja a seguir que segundo levantamentos e pesquisas, a saúde do homem, em relação a parte física, é muito negligenciada, isso é ainda mais complicado quando se trata da saúde mental. Sem sombra de dúvida, a saúde mental é tão importante quanto a saúde física, pois, elas estão interligadas.

Por conta de toda uma provável cultura machista, há um senso comum muito forte de que emoções e sentimentos são “coisas de mulher”, que “homens não choram” e que sofrimento psíquico é sinal de “fraqueza” (o que, dentro de uma concepção misógina, seria ligado ao feminino).

Leia ainda: Mindfulness: o que é, quais os seus benefícios e como praticá-la

No entanto, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a taxa de suicídio é mais elevada nos indivíduos do sexo masculino. Com efeito, em termos mundiais 15 homens a cada 100 mil habitantes cometem suicídio, praticamente o dobro das mulheres (8 para 100 mil).

Os homens, já documentado oficialmente, costumam resistir mais em buscar ajuda profissional para tratar questões de saúde. Sendo assim, além de obviamente ser fundamental conscientizá-los em buscar atendimento  médico e psicológico, outra coisa que é de grande ajuda para a saúde mental masculina são as de terapias holísticas.

De fato, as terapias integrativas são uma forma complementar e alternativa de cuidar da mente e das emoções com abordagens bem tranquilas e que não geram constrangimento. A partir do primeiro contato com a terapia proposta a pessoa já pode sentir bem estar e espera-se com isso maior adesão.

A própria OMS recomenda essas terapias holísticas, que por sua vez estão sendo implantadas gratuitamente, e certamente elas vêm para agregar aos cuidados tradicionais impacto positivo a saúde mental, psíquica emocional e física.

Quais terapias holísticas podem ser úteis para a saúde mental masculina?

O uso de terapias holísticas na saúde mental  demorou para ser reconhecido, mas felizmente aconteceu. Aliás, vale ratificar que o próprio Sistema Único de Saúde (SUS) oferece essas terapias de maneira gratuita em diversos lugares.

Entre as diversas terapias integrativas e complementares disponibilizadas através do SUS pode-se citar: aromaterapia, cromoterapia, homeopatia, Reiki, musicoterapia, naturopatia, quiropraxia, acupuntura, fitoterapia, terapia de florais, ioga e assim por diante.

Leia ainda:Aromaterapia: conheça a técnica e descubra os benefícios da terapia

Uma das abordagens integrativas disponibilizadas pelos SUS que pode ser ótima para a saúde mental é a arteterapia. Ela se pauta no uso da arte como forma de expressão e também de cura psicológica.

Outra terapia alternativa bastante interessante para o cuidado com a saúde mental é a musicoterapia. Nesse abordagem, utiliza-se da música como instrumento terapêutico, valendo-se de sonoridades e instrumentos, influenciando fortemente o bem-estar.

Nesse sentido, é imprescindível ampliar o conhecimento e desmistificar que cuidar da saúde é “coisa de mulher” e buscar formas alternativas e não invasivas, elas estão disponíveis à todos que quiserem uma saúde de longeva e de qualidade.

Gostou da matéria? Aproveita e leia mais aqui.

Siga também as redes sociais:

Facebook, InstagramTwitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here