Tem asma? Saiba quais os remédios e alimentos você precisa evitar

0
440
asma
Crise de asma em criança | Reprodução: Freepik

A asma é uma doença crônica comum em adultos e crianças, e ela se caracteriza pela inflamação das vias aéreas e dos brônquios (tubos onde passam o ar). Dessa maneira,  o asmático pode sentir vários desconfortos e sintomas. Entre eles o cansaço, a dor e aperto no peito, falta de ar ou dificuldade para respirar.

Além disso, portanto, os sintomas podem variar durante o dia, mas no decorrer da noite e de madrugada tendem a agravar-se.

Confira também: Terapias holísticas: saiba o que são, para que servem e quais suas vantagens

Existem diversas causas que podem desencadear uma crise de asma, tais como:

  • Exposição ao Pólen;
  • Contato com Pelos dos pets;
  • Inalar Fumaça;
  • Mudança significativa de temperatura;
  • Estresse;
  • Entre outros que variam de pessoa à pessoa.

E para evitar crises de repetição, uma vez que a doença não tem cura, as pessoas que são acometidas por esse problema respiratório, normalmente fazem tratamentos contínuos para o controle.

Além desse controle, faz-se necessário ainda, evitar a ingestão de alguns alimentos e medicamentos específicos que podem promover os sintomas.

E mesmo que por um tempo a asma não se manifeste, a atenção deve permanecer constante aos fatores que favorecem rescindivas.

Leia aqui: É hipertenso? Saiba quais remédios você deve evitar

Mas quais são os remédios e alimentos que as pessoas com asma precisam evitar? Veja a seguir.

Quais são os alimentos que não podem ser consumidos por quem é asmático?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) , estudos recentes preliminares indicam alimentos que podem auxiliar na prevenção das crises de asma, dentre os quais, os ricos em antioxidantes são os mais indicados, como: frutas, legumes, alimentos integrais e peixe.

asma
Mulher com asma | Reprodução: Freepik

Mas existem outros alimentos que podem ser vilões, principalmente aqueles ricos em corantes, e de acordo com o mesmo estudo, divulgado pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia tendem à piorar as alergias.

Mas as pesquisas devem continuar, pois ainda não são conclusivas. Entretanto é importante observar, dentre os alimentos e fatores externos que são prejudiciais, e então evitá-los.

Todavia, os alimentos são os seguintes:

  • Alimentos ricos em açúcar;
  • Doces – de uma forma geral;
  • Refrigerantes e sucos de caixinhas (artificiais)
  • Embutidos (presunto, linguiça, salsicha)
  • Salgadinhos (vendidos no mercado)
  • Salgadinhos fritos (de festa)
  • Alimentos ricos em frituras.

Todos os alimentos que foram citados anteriormente podem fazer com que uma nova crise de asma se inicie, por isso, eles devem ser evitados. E caso observe outros que também pioram o quadro, acrescente na sua lista para não serem consumidos.

Quais são os remédios que são proibidos para quem tem asma?

As pessoas asmáticas, além da medicação habitual de controle da doença, às vezes precisam tratar uma gripe, uma inflamação ou uma dor de cabeça. Contudo, elas têm algumas restrições em relação aos medicamentos que podem usar.

Vale ressaltar a importância de acompanhamento médico, pois é ele que saberá receitar o remédio certo em cada situação.

asma
Homem com asma | Reprodução: Freepik

Mas fique atento de antemão e veja aqui alguns que listamos a seguir. São eles:

  • Ibuprofeno e suas variações;
  • Anti-inflamatório não esteroidais (diclofenaco, nimesulida, cetoprofeno e outros)

Todos esses medicamentos podem causar um quadro de broncoespasmo, que é uma condição em que os brônquios se contraem, o que ocasiona a dificuldade de respiração, e em algumas situações pode causar tontura e fraqueza.

Paracetamol x asma: Qual a relação?

Um artigo publicado em 1992, no The Annals of Allergy and Asthma Immunology, por Arthur Varner, afirmou que o uso do paracetamol poderia ter estimulado o aumento da asma em crianças nos anos 80. A partir deste estudo, surgiram mais 20 estudos que compartilhavam da mesma ideia.

Foi o que evidenciou-se num realizado no acompanhamento de 200 mil crianças, que aquelas que utilizaram paracetamol durante a infância tinham um risco maior no desenvolvimento da asma, e em muitos desses casos avaliados ficou comprovado o surgimento da asma nessas crianças.

Ademais, na correlação do estudo sobre o efeito do paracetamol na saúde, foi evidenciado também a asma em bebês e adultos. Outro fator preocupante, também descoberto, foram os riscos elevados quando a mãe utiliza essa medicação ao longo da gravidez.

Portanto, tenha atenção especial ao uso indiscriminado de medicamentos. Procure os Serviços de Saúde para orientação profissional e nutricional. A prevenção é sempre bem vinda para uma vida cada vez mais saudável.

Veja também: Tintura de cabelo e câncer: qual é a relação? Confira

Gostou desta matéria? Compartilhe sua opinião conosco e siga nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Pinterest

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here