Nome limpo no SPC/Serasa sem pagar a dívida? Proteja-se contra os golpes

Criminosos se aproveitam do desespero de consumidores para praticarem seus golpes

0
366
fraudes mais comuns spc e serasa
Saiba quais as fraudes mais comuns envolvendo SPC e Serasa. Fonte da imagem:Exame/Reprodução

Mesmo em meio à pandemia, criminosos não deixam de aplicar seus golpes e ludibriar pessoas. E, não raro, muita gente de bem perde recursos financeiros ao caírem em suas armadilhas. Entre os artifícios para tomarem dinheiro, não poupam nem mesmo o nome dos órgãos de proteção ao crédito como SPC e Serasa, que por vezes também são utilizados fraudulentamente.

O gatilho é aproveitar o desespero de consumidores que, por sua vez, estão endividados ou temem ficar com o nome sujo. Dessa maneira, diferentes truques e recursos são utilizados para o roubo de dados pessoais e, consequentemente, o dinheiro das vítimas.

Leia ainda: Serasa Limpa Nome com 50% de desconto em nova ação para quitar dívidas

Os golpes mais comuns envolvendo SPC e Serasa

Nome limpo no SPC/Serasa sem pagar a dívida? Veja golpes comuns praticados
Nome limpo no SPC/Serasa sem pagar a dívida? Veja golpes comuns praticados

Veja as fraudes mais comuns envolvendo o nome dos birôs de crédito.

Golpe do boleto

Uma das fraudes mais comuns envolvendo o SPC e Serasa é aquela que se utiliza de boletos.

Eventualmente os golpistas conseguem interceptar de forma criminosa a correspondência de um consumidor e, assim, trocar um boleto verdadeiro por um falso.

Leia ainda: Empréstimo com garantia de imóvel financiado pelo Banco do Brasil; veja se vale a pena

Outro golpe envolvendo o mesmo assunto tem a ver com a criação de sites de fachada, que incentivam ao consumidor baixar um boleto fraudado. Desse modo, assim que o consumidor paga esse falso boleto, o dinheiro cai diretamente na conta dos golpistas.

Roubo de dados em sites ou e-mails falsos

Pessoas ou quadrilhas que cometem fraudes criam sites bastante parecidos, praticamente iguais aos verdadeiros, que são os oficiais das empresas credoras. O intuito, claro, é engana e roubar os dados do consumidor.

Para tanto, vão apontar um erro de senha ou mesmo solicitar um novo cadastro. Com isso, conseguem os dados da vítima.

Além disso, há também os envios de e-mails falsos, fazendo-se passar por uma loja, banco ou mesmo pelo próprio SPC e Serasa. Na tal mensagem costuma-se ter um suposto boleto, que é instigado a ser baixado.

No entanto, vale aqui a ressalva de que quando se baixa algo do tipo, a vítima estará aceitando um vírus em seu aparelho. Logo, seu computador, celular ou qualquer outro aparelho estará hackeado; já o criminoso, por sua vez, passa a ter acesso fácil para roubo de dados.

Empresas que prometem limpar o nome no SPC e Serasa em tempo recorde ou sem pagar a dívida

Outro golpe que tem sido muito praticado nos últimos tempos, principalmente em função do número de negativados no SPC e Serasa, que cresce assustadoramente no país, é o que promete sanar uma suposta dívida em tempo recorde.

A promessa para a vítima é de que ela não precisaria tirar um tostão sequer do bolso, pois haveria uma forma de limpar o nome sem que o dinheiro fosse necessário.

Os golpistas criam sites ou nomes de falsas empresas e divulgam seus serviços na internet. O passo seguinte é informar que ajudam a pessoa a limpar o nome em 48 ou até 24 horas.

Isso, lembrando, sem que o consumidor precise pagar a dívida. Em muitos casos, bastaria apenas pagar um valor simbólico para a suposta empresa fazer o serviço.

Posteriormente, os criminosos capturam os dados dessas pessoas e encontram um meio de roubar o dinheiro delas, fazendo gastos com o próprio CPF da vítima.

Protegendo-se contra os golpes

Portanto, para evitar cair nas fraudes mais comuns envolvendo SPC e Serasa, é importante sempre ter desconfiança e conferir as informações antes, diretamente com a empresa envolvida ou com o próprio SPC/Serasa.

Os sites dos birôs de crédito também costumam dar algumas informações e diretrizes sobre como são suas abordagens aos consumidores. Isso ajuda a identificar possíveis golpistas.

Leia ainda:FGTS nascidos em dezembro será depositado hoje no Caixa Tem; Confira

Além disso, alguns cuidados são essenciais, como por exemplo: jamais emprestar as senhas; nunca deixar cartão ou documento à vista em locais públicos; proteger os documento na carteira.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here