O Renda Brasil foi cancelado definitivamente? Entenda mais sobre o assunto

Programa poderá ser discutido mas de outra maneira

0
395
O Renda Brasil foi cancelado definitivamente? Entenda mais sobre o assunto
O Renda Brasil foi cancelado definitivamente? Entenda mais sobre o assunto

O Renda Brasil vinha sendo discutido desde 2019 pelo governo e a sua respectiva equipe econômica, chefiada pelo ministro Paulo Guedes. O programa tinha como público alvo os beneficiários do Bolsa Família, os atendidos pelo auxílio emergencial e demais categorias que se encaixassem ao perfil de renda. Contudo o Renda Brasil foi cancelado e, segundo o presidente da República, até 2022 ele não voltaria a ser discutido.

Bolsonaro também sinalizou para a permanência do Bolsa Família, visto que o Renda Brasil iria substituir a pauta em atuação desde 2004.

O Renda Brasil foi cancelado? Entenda melhor sobre o assunto
O Renda Brasil foi cancelado? Entenda melhor sobre o assunto – Imagem: Divulgação Pronatec

Leia também: O que está acontecendo com o Bolsa Família e o Renda Brasil? Entenda agora

Renda Brasil foi cancelado pelo menos até 2022

Na última quarta-feira (16), o presidente Jair Bolsonaro informou por meio de uma transmissão em suas redes sociais, o fim das discussões acerca do programa que seria o principal projeto de assistencialismo social do país.

Desse modo, o Renda Brasil foi cancelado por falta de acordo entre governo e Ministério da Economia, no que diz respeito a como se daria o pagamento do programa; ou seja, como e por quais meios o programa seria financiado.

A previsão era de que alguns programas fossem extintos, como o abono salarial, o seguro defeso, e a farmácia popular, ou tivessem os valores reduzidos, como o seguro-desemprego.

Porém, o estopim para a decisão do presidente se deu devido à sugestão da equipe de Guedes em congelar os salários dos aposentados e pensionistas do INSS, como forma de manter o Renda Brasil.

Segundo o Secretário Especial da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, a sugestão vinha sendo estudada e vista como uma alternativa possível de viabilizar recursos que, por sua vez, seriam destinados para o Renda Brasil.

Acerca da proposta, Bolsonaro disse na oportunidade ser “um devaneio de quem está desconectado da realidade”.

Programas sociais continuam

Com o cancelamento do Renda Brasil, os programas que seriam substituídos continuam. No caso do Bolsa Família, cuja mudança seria maior, o programa continua até 2022, o que não anula a possível mudança após esse período.

Isto porque o governo tem demostrado a ideia em reformular as pautas sociais, como forma de deixar sua própria marca.

Dessa maneira, o Renda Brasil poderá ser mais bem debatido e estruturado, com a atuação que pretendia em um outro momento.

Novo programa

No entanto, as informações do último dia 17 deram conta de que o presidente autorizou a criação de um novo programa, nos mesmos moldes deste que havia vetado (o Renda Brasil).

Mas, por enquanto, vale a ressalva de que o Bolsa Família continua sendo o programa assistencialista principal.

Logo após o encerramento do auxílio emergencial em dezembro, teoricamente o programa voltaria a atuar como outrora. Isso, claro, caso o outro suposto programa não surja até lá.

Veja ainda: Bolsonaro cancelará o Bolsa Família? Entenda melhor sobre o assunto

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here