Cólica na gravidez é perigosa? Quais são as causas? Entenda

A cólica na gravidez, apesar de ser um fato normal, deve gerar alerta na futura mamãe

0
141
cólica na gravidez
Cólica na gravidez: Quais são as causas (Foto: Istock)

Frequentemente, a cólica na gravidez pode ser motivo de preocupação entre gestantes. Porém, essa situação é bem comum durante o início da gestação, bem como no final. Entretanto, em algumas situações, a cólica pode ser um sinal para outra condição que deverá ser avaliada por um profissional, por isso, na dúvida o mais indicado é buscar ajuda especializada.

Acompanhe a matéria e saiba mais sobre cólica na gravidez aqui no Saudelab.

cólica na gravidez
Cólica na gravidez: Quais são as causas (Foto: Istock)

Leia mais: Menstruação na gravidez, é possível? Confira detalhes

Estou com um pouco de cólica na gravidez, devo me preocupar?

À primeira vista, não é necessário se preocupar com as dores abdominais na gravidez. Durante o início da gestação é comum que grávidas relatem dores leves e curtas. Essa é uma situação comum, que se dá pela adaptação do corpo à evolução do feto.

Assim, como no início, as dores abdominais no fim da gestação, geralmente após as 37 semanas, também são comuns e indicam o início do trabalho de parto. Por isso, essa dor pode ser um pouco mais forte e também é considerada normal.

Quando se preocupar com a cólica na gravidez

Em contrapartida, a cólica no início e fim do período gestacional, deve-se dar uma atenção maior caso as dores sejam fortes, incômodas, constantes ou forem acompanhadas de algum tipo de sangramento ou corrimento vaginal, tendo febre ou não.

Em casos como esse, onde os sintomas mais preocupantes se mostram, é importante buscar um profissional de saúde para que uma avaliação seja feita de forma adequada e o real motivo da cólica na gravidez seja descoberto.

Os principais motivos para cólica em gestantes

Acima de tudo, vale frisar que uma cólica forte, constante e acompanhada de outros sintomas, quase sempre é causada por alguma outra condição que está diretamente ligada à gravidez. Porém, é possível que outros acometimentos sejam o motivo. Observe a seguir.

Viroses ou infecções

Juntamente com vários tipos de virose, infecções alimentares ou urinárias, a cólica vem acompanhada com outros sintomas e deve-se buscar o médico imediatamente para início do tratamento ideal.

Gravidez tubária

Também conhecida como gravidez ectópica, a gravidez tubária acontece quando o embrião se desenvolve nas trompas uterinas e não no útero. Esse acometimento pode levar a sangramentos e um possível aborto.

Aborto espontâneo causa cólica na gravidez

Assim como a gravidez tubária, o aborto espontâneo pode acontecer no início da gravidez e ter causas ou fatores diversos, como o uso de medicamentos, infecções ou excesso de atividade física.

Descolamento ovular ou de placenta

De acordo com profissionais de saúde, a cólica na gravidez pode ser sintoma de descolamento. O fato é causado pela soltura do saco gestacional no início da gestação e pode piorar com esforço excessivo e até ocasionar abortos ou descolamento da placenta.

Igualmente, o descolamento da placenta ocorre quando a placenta se separa da parede do útero. Pode ser causada por falta de repouso, inflamações, pressão alta e outros.

Dessa maneira, ficar atenta aos primeiros sinais e sintomas é fundamental e não hesite em investigar as causas junto ao serviço de saúde no caso de sentir dores na gravidez. Pois o tratamento adequado sendo realizado logo no início pode garantir uma gestação calma e tranquila.

Leia mais: Depressão na gravidez: especialistas estudam qual o impacto dessa condição

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here