Saúde mental na pandemia: confira 12 dicas de especialistas para mantê-la

Confira as principais dicas para manter a saúde mental na pandemia

0
163
saúde da mente
Conheça 12 dicas importantes de como manter a saúde mental na pandemia e como se preparar para o mundo pós Covid-19. (Imagem: Catraca Livre)

O termo “ansiedade” se tornou a palavra mais pesquisada no Google no mundo todo, segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia. Isso somente ressalta os efeitos sofridos pela saúde mental na pandemia, uma vez que vivemos em tempos de dúvidas.

Diante disso, pesquisadores da área médica listaram alguns métodos que podem auxiliar a garantir a saúde da mente para o jornal argentino Clarín. Ao SaúdeLab, por sua vez, coube separar os principais deles para você. Afinal, cuidar do equilíbrio mental e emocional é tão importante quanto são os cuidados físicos.

Continue lendo, então, para conferir algumas dicas simples de como é possível manter-se são durante uma época tão conturbada.

Também veja: Saúde mental do homem pode ser beneficiada com as terapias holísticas

Saúde mental na pandemia
“Ansiedade” é o termo atualmente mais buscado no Google em níveis mundiais e isso ressalta a necessidade de cuidados com a saúde da mente e do corpo (Imagem: Previva)

Saúde mental na pandemia: o que mudou?

É verdade que depressão, ansiedade e outros transtornos emocionais e psicológicos são hoje comuns na sociedade. Também, são reconhecidos e devidamente tratados como doenças.

Nesse sentido, é igualmente verdadeiro que a pandemia de Covid-19 afetou em muito a saúde mental da população. Isso não só se aplica para quem já possuía algum tipo de transtorno, nos casos de agravamento, como para pessoas que não possuíam qualquer tipo de condição semelhante.

A saúde mental na pandemia sofre especialmente pela falta de certezas. Afinal, quando será disponibilizada uma vacina? Como garantir o contato familiar e social sem que para isso seja necessário colocar pessoas em perigo? Qual a melhor forma de lidar com a solidão?

São essas e outras questões que devem ser consideradas nesse momento. Aliás, é exatamente sobre isso que trataram os especialistas entrevistados pelo Clarín ao considerar algumas formas de tratar da saúde da mente durante a epidemia de Covid-19. Abaixo, confira as principais dicas apresentadas por eles e não deixe de colocá-las em prática.

Dicas de como cuidar da saúde da mente em tempos de Covid-19

As dicas que selecionamos foram apresentadas por dois especialistas. O primeiro deles é Daniel López Rosetti, chefe do Serviço de Medicina do Stress do Hospital San Isidro e professor universitário. O segundo é Alberto Cormillot, educador em saúde e autor de importantes livros sobre cuidados mentais e bem-estar.

Conheça os espaços de convivência

A primeira dica para manter a saúde mental na pandemia é aproveitar para conhecer os espaços nos quais se vive. Afinal, a principal medida de contenção do Covid-19 é o distanciamento social. Assim, muitas pessoas passaram a ficar muito mais tempo reclusas em casa.

Então, por que não aproveitar para conhecer melhor sua casa, seus cantos favoritos e o que é possível fazer nela? Buscar entender lugares para tomar sol ou simplesmente para relaxar e ler é uma ótima medida!

saúde mental covid-19
Conhecer os espaços da sua casa e aprender como utilizá-los pode auxiliar a manter o bem-estar na pandemia. (Imagem: Sindilegis)

Aplique a relação entre perda e reconhecimento

Outro ponto muito importante para manter as emoções e a mente em equilíbrio é entender o que realmente faz falta. Nesse viés, é essencial analisar o que talvez parecesse algo simples e que na verdade é indispensável para o bem estar.

Considere, por exemplo, momentos de liberdade, convívio com a natureza ou os momentos com a família e amigos. Uma boa forma de pensar duas vezes antes de recusar um convite quando a vida voltar ao normal, não é mesmo?

Desenvolva projetos

Preencher o tempo é primordial para manter a mente em exercício e saudável. Portanto, não deixe de pensar em projetos para auxiliar no cuidado com a saúde mental na pandemia.

São várias a possiblidades. Escrever ideias, tirar um livro da estante para dar cabo à leitura postergada ou mesmo começar a estudar um novo idioma. Aqui, considere também a realização de exercícios físicos, meditação, culinária… Use a imaginação e descubra o que desperta o seu interesse.

Mantenha a cabeça ativa

Essa dica para manter a saúde mental na pandemia está diretamente relacionada à anterior. Contudo, não considere apenas coisas que você ainda não tirou do papel nesse momento. Lembre-se igualmente de fazer atividades que simplesmente mantenham sua mente ativa, sejam relacionadas ao lazer ou não.

Leituras sem compromisso, filmes, séries, jogos (muitos deles oferecidos online) são tão importantes quanto os estudos.

Cuide das crianças

Não se engane: as crianças e adolescentes não deixam de perceber o que nos afeta no dia a dia. Portanto, demonstrar valores e buscar o convívio por meio de atividades comuns auxilia no desenvolvimento dos jovens, mantendo tanto a sua saúde mental na pandemia quanto a deles.

Para isso, busque jogos e outros tipos de atividades que promovam o convívio familiar. Igualmente importante é procurar formas de conversar sobre o atual momento com os pequenos, sejam crianças ou adolescentes.

Desenvolva inteligência emocional para cuidar da saúde mental na pandemia

Esse é um momento difícil e por isso pode ser utilizado para a renovação por meio da autoanálise. Compreenda quem são as pessoas que mesmo à distância estão perto, quais são as atividades que lhe mantém feliz e o que não acrescenta no seu dia a dia e na vida estão dentre os pontos primordiais.

Mantenha contato com quem está longe

Atualmente dispomos de diversas ferramentas que permitem que seja mantido o contato a qualquer momento independentemente da localização dos indivíduos. Assim, o distanciamento social não é motivo para se manter desconectado dos amigos e familiares.

É claro que isso não substitui o abraço e o encontro, mas auxilia na saúde mental na pandemia pela troca de informações, mesmo que em conversas cotidianas. Destarte, não deixe de usar aplicativos para realizar vídeo chamadas e outros tipos de interações online.

cuidados com a mente
Não deixe de manter contato com familiares e amigos e faça uso da tecnologia para isso! (Imagem: Colégio Êxito)

Saúde mental na pandemia também demanda cuidado com a alimentação e exercícios físicos

É verdade que cuidar da mente é indispensável, mas não deixe de considerar que ela atua em conjunto com o seu corpo. Ou seja, é preciso que você dê atenção ao emocional e do seu corpo.

Para tanto, escolha uma alimentação balanceada. Isso inclui, dentre outras coisas:

  • Evitar exagero com sal, açúcar e gordura;
  • Conheça temperos naturais, deixando os industrializados de lado;
  • Ainda, inclua legumes, verduras e grãos na alimentação, pois eles possuem vitaminas essenciais para manter o seu organismo em funcionamento.

A saúde mental na pandemia está diretamente atrelada à alimentação. Existem vitaminas e propriedades que devem ser consumidas para manter, por exemplo, os níveis de serotonina no sangue, hormônio relacionado à felicidade e bem-estar.

Outro ponto relevante diz respeito aos exercícios físicos. Nesse sentido, lembre-se de que existem diversos tipos de atividades que podem ser realizadas em casa e para isso diversos aplicativos e canais oferecem aulas dadas por profissionais com objetos simples geralmente encontrados nos lares brasileiros.

Contudo, tenha cuidado. É importante que os exercícios tenham o menor nível de impacto possível e que sejam ministrados por professores e profissionais da área de educação física.

Durma bem

O seu corpo deve descansar e isso não muda pelo fato de você se encontrar mais tempo dentro de casa. Nesse sentido, não caia na tentação de testar seu corpo ou de ficar longas horas acordados, acumulando cansaço.

Dormir bem é essencial para a saúde mental na pandemia, permitindo que o organismo tenha energia para realizar os processos naturais de forma completa.

Cuidado com o consumo de álcool e tabaco

Estes são dois pontos essenciais relacionados à saúde física e mental nos atuais tempos. Primeiramente, não raro escutamos alguém reclamando que o consumo de álcool aumentou durante esse ano.

Isso está relacionado ao maior tempo ocioso que temos, à solidão e a outras questões importantes. Embora possa parecer estar sob o devido controle isso pode incorrer no alcoolismo pela dependência química gerada pelo álcool. Também, pode prejudicar a perda de peso e os processos orgânicos do corpo.

Além disso, o consumo de tabaco também tem influência sobre a saúde mental e física na pandemia. Afinal, estamos diante do Covid-19, um vírus que ataca os pulmões e o sistema respiratório. Portanto, fumantes não só adentram nos grupos de risco como também possuem maiores preocupações com uma possível contaminação.

Nesse sentido, é importante que tabagistas considerem o momento para buscar auxílio e largar esse vício tão preocupante que causa diversas consequências negativas à saúde.

Conheça formas de controlar o estresse

A forma como reagimos às questões do dia a dia e aos problemas afetam o organismo e podem levar ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Dessa maneira, cuidar da saúde mental na pandemia é saber como controlar o estresse.

Infelizmente existem coisas que fogem ao nosso controle e é preciso entender isso. Também, analisar de forma mais crítica e inteligente por quais coisas vale a pena se incomodar ou gastar tempo.

Algumas dicas para isso incluem, por exemplo, a prática de meditação e ioga. Exercícios de respiração e a velha tática de inspirar fundo e contar 03 segundos para a inspiração e a expiração, cada, também são válidos.

Saúde mental na pandemia
A meditação pode ser um dos exercícios para controle do estresse e da saúde da mente. (Imagem: Unimed Fortaleza)

Ainda, a saúde mental na pandemia requer cuidados referentes às pessoas com quem se convive. Isso vale tanto para cônjuge, companheiro, filhos, pais ou amigos. Como é normal, conflitos surgirão nesse período. Assim, considere se adotar um posicionamento levará a algum resultado, preservará o relacionamento ou será apenas para fins de cuidado com o ego.

Muitas vezes não vale a pena levar um ponto de vista até o fim somente para provar certo. Felicidade e certeza, afinal, nem sempre caminham de mãos dadas.

Busque auxílio médico para manter a saúde mental na pandemia

Não deixe de procurar auxílio para se manter saudável durante esse período. Isso inclui tanto pessoas que já realizavam tratamentos e acompanhamentos quanto para quem se sentir perdido e precisando de ajuda.

Buscar auxílio não é motivo para vergonha e deve ser visto como o maior autocuidado que se pode ter consigo mesmo.

Para isso, existem diversas opções. Atualmente, muitos planos de saúde incluem o acompanhamento com psicólogos dentre seus serviços. Assim, confira se não é o caso da sua seguradora, caso possuir plano particular.

Também, existem diversas instituições universitárias e públicas que oferecem auxílio para a saúde mental na pandemia de forma completamente online.

Por fim, no último dia 24 de setembro o Ministério da Saúde divulgou um investimento de 650 milhões para aquisições de medicamentos essenciais à saúde mental nesse período. Esse valor será destinado aos municípios brasileiros. Dessa forma, confira quais são os serviços disponíveis na sua região.

Por fim, prepare sua saúde mental para o pós pandemia

É impossível relacionar os problemas com a saúde mental na pandemia com as dúvidas e incertezas sobre o mundo após esse período. Afinal, relações foram afetadas, empregos perdidos e a forma de viver revista, assim como as prioridades.

Sendo irremediáveis as consequências da pandemia no dia a dia da população mundial, nada melhor do que se preparar desde já para os tempo futuros.

Nesse viés, pense nos seus hábitos de consumo, por exemplo. Reveja a necessidade de certos gastos e reveja até mesmo o seu guarda-roupa. Isso, pois, você deve ter deixado de usar diversas peças de roupas e não há motivo para acumular mais ou para não pensar na moda sustentável, que inclui brechós, trocas e bazares.

Outro ponto relevante para a saúde mental na pandemia e depois dela é se lembrar de que esse momento foi causado por um vírus. Ou seja, não tente encontrar culpados, como um possível vizinho contaminado. Ainda, não culpe o mensageiro e as pessoas que divulgaram informações relevantes sobre o Covid-19.

Por fim, lembre-se de que o ser humano é um ser adaptável e resiliente. Portanto, assim como já passamos por outras crises essa também será superada e um novo amanhã há de se ilustrar. Respire, tenha calma e sempre tenha como horizonte o cuidado com a sua saúde mental, seja ou não na pandemia.

Confira agora: Suicídio afeta mais mulheres do que homens, aponta o Ministério da Saúde

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here