Você sabia que sentir dor ao urinar e no ato sexual pode ser menopausa? Entenda

A menopausa é caracterizada por muitos desconfortos à mulher

0
122
Você sabia que sentir dor ao urinar e no ato sexual pode ser menopausa? / Fonte: Uol
Você sabia que sentir dor ao urinar e no ato sexual pode ser menopausa? / Fonte: Uol

A menopausa é o grande terror das mulheres, que têm entre 45 e 55 anos. Ocasionada pelo fim da menstruação, como um processo natural do corpo, ela provoca ondas de calor, suores noturnos e até mesmo insônia.

Além das reações mencionadas como colaterais, a menopausa também pode causar outros transtornos e desconfortos para a saúde feminina, como secura vaginal, dor durante o sexo e dor ao urinar.

Leia mais: Como curar infecção urinária: remédios caseiros que podem contribuir para amenizar os sintomas; confira

Contudo, muitas mulheres que apresentam estes sintomas nem sempre têm ciência de que já estão passando por esta etapa. E muitas vezes deixam de procurar um tratamento, por desconhecer a Síndrome Geniturinária da Menopausa.

Menopausa / Foto: Guia da Farmácia
Menopausa / Foto: Guia da Farmácia

A menopausa tem tratamento

Entretanto, é possível passar por esta fase com mais saúde e disposição, conforme a Sociedade Norte-Americana de Menopausa (North American Menopause Society – NAMS) publicou recentemente.

Terapias que não exigem receitas médicas, como hidratantes e lubrificantes são os mais recomendados inicialmente. Mas, caso estes métodos não surtam o efeito esperado, aí sim entram as receitas medicamentosas.

Os modos mais utilizados são a reposição de estrogênio na forma de cremes, anéis, comprimidos e pastilhas. Ainda assim,  os riscos potenciais à saúde associados à terapia hormonal a tornam uma segunda opção.

Relação com o Câncer de mama

Estamos no Outubro Rosa, mês de campanha de prevenção ao câncer mamário. Por isso, é importante abordar o tema, ainda mais quando falamos da saúde da mulher.

Medicamentos para a mulher / Fonte: Reprodução internet
Medicamentos para a mulher / Fonte: Reprodução internet

Por outro lado, a exposição a hormônios, especificamente o estrogênio, aumenta o risco de uma mulher desenvolver câncer. Isto é, devido à exposição por longo tempo aos hormônios ovarianos.

Todavia, as principais pessoas expostas a este mal, geralmente são mulheres que começaram seu ciclo menstrual antes dos 12 anos e tiveram o primeiro filho após os 35 anos.

Outros fatores agravantes da situação são o uso de contraceptivo oral e a utilização de hormônios no período pós-menopausa. No primeiro caso, o risco só passa após 10 anos de interrupção do medicamento.

Já na segunda ocasião, a ocorrência oncológica acontece ao longo do tempo, desde que a mulher pare de tomar os hormônios. Vale ressaltar que qualquer decisão deve ser conversada antes com o médico que faz o acompanhamento. Observando a melhor opção, e mais adequada para o corpo de cada pessoa.

Fonte: Terra e NAMS

Gostou da matéria? Siga nossas redes sociais no Facebook, InstagramTwitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here