Pandemia e acesso às academias: o que mudou? Saiba mais na entrevista com o Personal Alisson Pinheiro

O especialista observa que manter o equilíbrio entre vida pessoal e profissional é importante, na pandemia

0
140
Alisson Pinheiro/ Acervo pessoal
Pandemia e acesso as academias: o que mudou? Saiba mais na entrevista com o Personal Alisson Pinheiro / Acervo pessoal

As academias e demais estabelecimentos têm sofrido mudanças e adaptações durante esta pandemia. Diante do risco de contágio com o coronavírus, as autoridades e órgãos de saúde suspenderam as atividades anteriormente e agora, após vários meses os serviços estão retomando suas atividades.

E com a  Gym fitness de Governador Valadares (MG) não foi diferente, a pandemia mudou o ritmo de vida dos profissionais e alunos. Então, para sabermos mais do impacto dessas mudanças nas academias, o Saúdelab conversou com o  Proprietário, Personal Trainee  e Educador Físico, Alisson Pinheiro, sobre tais impactos.

Cenário da pandemia na Academia

Saúdelab: “Quais foram os impactos da pandemia para o seu estabelecimento?”

Alisson Pinheiro: Primeiro foi o econômico, nosso segmento foi um dos últimos a voltar, ficamos sem receita para arcar com os compromissos. E após a volta tivemos que reinventar a forma de trabalhar devido às normas de segurança. O psicológico foi atingido, pois existe o medo dos alunos em frequentar o ambiente e se sentir protegidos, e de nós profissionais em contrair o vírus e estar em contato com público.

 

Saúdelab: “A quais desafios e inovações/adaptações a academia aderiu? E tem funcionado bem?”

Alisson Pinheiro: O desafio foi reinventar a forma de trabalho, convencer as pessoas de que a prática de atividade física é um aliado na prevenção de várias doenças crônicas, inclusive no auxilio do aumento da imunidade. Que é um fator importante na luta contra o Coronavírus. Mas, hoje conseguimos implantar todas as normas de segurança recomendadas pelas autoridades, e o público vem se sentido mais seguro e mais confiante para frequentar nosso ambiente.

Equipamentos / Foto: Instagram
Equipamentos / Foto: Instagram

Efeitos da pandemia na população

Por outro lado, de acordo com Pinheiro, o impacto no número de praticantes de atividades físicas em sua academia diminuiu cerca de 25% na pandemia. Mas que apesar do medo e insegurança, ainda assim, muitos continuaram a se exercitar, após a reabertura.

Saúdelab: “Quanto à saúde das pessoas, durante estes meses… na sua visão de educador físico, tem piorado ou melhorado?”

Alisson: Na minha visão, a pandemia despertou ainda mais na população a real necessidade de ter em sua rotina hábitos saudáveis, com a alimentação, atividade física e sono reparador.

Saúdelab: “Explique mais.”

Nesse quesito foi ótimo, pois o mundo ainda necessita de movimento e bons hábitos, mas com o fechamento dos estabelecimentos e o isolamento, tanto o físico quanto o psicológico das pessoas foram bastante afetados, o que não é bom para a saúde em geral de qualquer individuo.

Leia também: Saúde mental na pandemia piorou em mais de 50% da população; diz pesquisa da Cruz Vermelha

Educadores físicos da Gymfitness / Acervo pessoal
Educadores físicos da Gymfitness / Acervo pessoal

A importância de não desistir

Saúdelab:  “Quais dicas você dá para que as pessoas não desistam do esporte, em tempos difíceis como estes que estamos vivendo?”

Alisson: Busque ter um rotina de prática de atividade física, seja lá qual for a modalidade, em que se sinta seguro e confortável de fazer, mas nunca deixe de praticar e ter esse hábito em sua vida, aliado a uma alimentação saudável e um bom sono reparador.

Saúdelab: “Qual foi a maior lição que você tirou da pandemia, como profissional e como ser humano?”

Alisson: Que somos muito pequenos diante de tudo, e que devemos tentar equilibrar mais as nossas vidas pessoais com profissionais, e nos precaver para qualquer tipo de surpresa dessa natureza. 

Compromisso com a saúde da comunidade

A Academia Gym fitness também se compromete com seu papel na saúde das pessoas além do seu estabelecimento. E anualmente promove um evento para promoção e conscientização de hábitos saudáveis na comunidade, com gincanas e práticas monitoradas ao ar livre, há três anos.

Porém esse ano será um pouco diferente. Veja a seguir.

“Neste ano fazemos 4 anos de existência, infelizmente não poderemos fazer nosso dia de saúde e atividades físicas, envolvendo alunos e a comunidade,  devido a pandemia (aglomeração de pessoas) mas, manteremos nossa arrecadação de alimentos para ajudar quem mais precisa e agradecer por mais um ano de existência.” 

Ação solidária
Ação solidária| Imagem Acervo pessoal GYM Fitness

 

“Contamos com a ajuda dos alunos, amigos, e quem quiser ajudar o próximo, com qualquer tipo de alimento não perecível,  é só entrar em contato conosco.”

 

Concluindo, vale ressaltar o lema de Alisson Pinheiro sobre a prática de exercícios e hábitos de vida. “Onde não há luta, não existe vitória, a preparação e a persistência nortearão o seu destino.”

Leia também: OMS alerta para ‘fadiga da pandemia’: como combater? Entenda agora

Fonte: Alisson Pinheiro, proprietário da Gym fitness

Gostou das dicas e quer aprender como fazer cosméticos naturais? Então acompanhe nossas redes sociais:  Facebook ,  Instagram ,  Twitter  e  Pinterest .

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here