Recém-nascido apresenta anticorpos do Coronavírus; confira

O caso é raro e está sendo objeto de estudos e investigação

0
357
Recém-nascido
Recém-nascido apresenta anticorpos do Coronavírus; confira (Imagem: Pxhere)

Na última sexta (23.10), um bebê nascido no Hospital Universitário San Jorge, na Espanha, apresentou anticorpos contra o vírus causador da Covid-19, surpreendendo aos médicos.

A princípio, o neném apresentou partículas de anticorpos do Coronavírus no organismo, detectadas em um teste sorológico (PCR). Porém, em um segundo exame, o recém nato testou negativo para a doença.

No entanto, o motivo da surpresa geral, de todos, foi o fato de que os recém-nascidos não são capazes de gerar por si próprios a imunidade contra o vírus. Desta maneira, a hipótese mais aceita é de que ele adquiriu os anticorpos ainda no ventre da mãe através da placenta.

Leia mais: Maternidade na pandemia: Camyla Piran explica quais são os desafios das múltiplas tarefas

Anticorpos
Transmissão pode acontecer pela placenta / Foto: Pexels

Da produção de anticorpos

Todavia, a mãe do bebê espanhol havia testado positivo assim que deu entrada no hospital, para realizar o parto. De acordo com a Sociedade Espanhola de Neonatologia, o caso é “muito raro”.

Além disso, ele está sendo estudado e investigado pelos cientistas espanhóis, em busca de aprofundamento sobre criação de anticorpos e transmissão entre mãe e bebê.

Cuidados necessários com na pandemia da COVID-19

Uma das maiores preocupações de saúde para as mães e bebês, no pós-parto, é a questão da continuidade dos cuidados diários em casa. Toda atenção deve estar focada na prevenção de doenças, principalmente, com o coronavírus.

Dessa maneira, manter a higienização das mãos com água e sabão, usar álcool gel à 70% sempre que for manipular o bebê (antes e depois), zelar por um ambiente limpo e ventilado, mas sem expor a saúde de ambos e limitar as visitas à princípio, são algumas das tantas outras recomendações do Ministério da saúde.

Estudo americano revela outra interface do vírus

De acordo com um outro estudo realizado por pesquisadores da Emory University, nos Estados Unidos, sobreviventes à doença podem carregar anticorpos, que atacam as células humanas saudáveis, ao invés do coronavírus.

Veja mais aqui: Covid-19: Servidores públicos da saúde sofrem baixas na linha de frente; saiba mais

Recém nascido coronavírus
Estudos sobre defesa do corpo contra a Covid tem aumentado / Foto: Uol

Por outro lado, neste estudo, que analisou 52 pessoas, anticorpos foram detectados em quase metade dos pacientes. Entre os mais graves, cerca de 70% tinham células de defesa formada.

Em síntese, a memória de anticorpos ocorre de maneira vitalícia. Ou seja, o organismo se lembrará de produzi-los, toda vez que for atacado por aquele determinado tipo de vírus.

Coronavírus no Brasil

Até o momento, o país ocupa o terceiro lugar no ranking mundial de casos confirmados para a doença. Ficando atrás apenas dos EUA e Índia.

Enfim, desde o começo da pandemia até o momento, 5.469.755 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 28.852 desses confirmados pelo Ministério da Saúde na última quarta (28.10). Já a média móvel de novos casos nos últimos 7 dias foi de 24.158 por dia. E o número de baixas ficou em 158.611 mortes confirmadas.

Fonte: Terra

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here