Atenção plena: descubra como a prática pode ser útil na alimentação de crianças

Quando a prática de atenção plena é feita com consistência, é possível aumentar o nível de autoconhecimento desde a infância

0
176
Alimentação Plena
Atenção plena: descubra como a prática pode ser útil na alimentação de crianças | Fonte: site Eu vejo)

Você sabe o que é atenção plena? Pois bem, hoje o Saúde Lab vem apresentar um pouco mais desse tema e, que é de suma importância, para fazer uma criança despertar o gosto por frutas e vegetais.

Principalmente, por vivermos em um mundo com cada vez mais propaganda de alimentos industrializados, nem sempre é uma tarefa fácil. Mas, de acordo com estudos norte-americanos, a prática de atenção plena pode ser uma boa saída para melhorar essa relação com a alimentação.

Atenção Plena e suas descobertas

Pesquisadores de três grandes instituições dos Estados Unidos, a Yale University, Purdue University e Central Michigan University, analisaram o comportamento de 39 crianças.

Assim, as que realizaram atividades de atenção plena, depois de cinco semanas, passaram a demonstrar mais facilidade para aceitar alimentos saudáveis em relação às que não passaram pelo treinamento. 

Alimentação
A alimentos diversificados podem atrais mais as crianças (Imagem: Divulgação internet)

Porém, qual a relação entre a alimentação infantil e a atenção plena, também conhecida como mindfulness?

Se você quer entender melhor como isso funciona bem como usar a seu favor, na hora de inserir frutas e legumes na rotina das crianças da sua família, continue lendo e saiba mais!

O que é atenção plena?

Antes de tudo, nada melhor do que entender o que significa o termo mindfulness, que vem sendo cada vez mais utilizado por pessoas ao redor do mundo.

Trata-se de uma série de exercícios focados em manter a atenção, de forma consciente, em uma única coisa, deixando de lado as distrações que normalmente estão presentes durante a maior parte do dia.

Como praticar a atenção plena ajuda na alimentação de crianças?

Ali. Assim, quando crianças entram em contato com essas técnicas, passam a ter uma percepção melhor sobre o mundo ao redor.

Dessa forma, elas se tornam mais presentes ao momento em que estão, o que auxilia na alimentação.

Inclusive, existem alguns exercícios específicos para o mindful eating, que é o ato de utilizar o mindfulness na hora das refeições. Eles consistem em estimular a criatividade das crianças em relação aos alimentos.

É fato, que isso faz com que elas queiram comer coisas mais saudáveis tanto na infância, quanto ao longo de seu desenvolvimento.

Alimentação
Crianças podem reaprender novos hábitos com Alimentação Plena (Fonte: Stock)

Confira também: Dieta vegetariana: aprenda 3 molhos para saborear e surpreender nas saladas

Dessa forma, é possível fazer com que os pequenos tenham real interesse pelo que estão ingerindo, tornando o momento mais agradável e até mesmo divertido para eles, além de ser menos desgastante para os pais.

Veja abaixo três maneiras diferentes de incentivar a atenção plena durante a rotina alimentar das crianças!

Mude crenças quanto aos alimentos

As crianças não são completamente conscientes da importância de uma alimentação saudável. Por isso, quando escutam que precisam comer vegetais porque são importantes para a saúde, podem desenvolver a ideia de que eles não são tão saborosos quanto doces e alimentos menos nutritivos.

Então, na hora de oferecer folhas, frutas, raízes e legumes, experimente mudar a abordagem, de forma que não crie a impressão de que eles são ruins. Deixe que a criança observe as cores, formatos e texturas do que vai para seu prato. Isso vai ajudá-la a perceber outras características interessantes do que vai comer!

Alimentação plena
Vale a pena estimular as crianças a uma alimentação saudável (Fonte: Receitinha Mama-Holic)

Observe como as emoções agem

Tédio, ansiedade e tristeza são sentimentos que não afetam somente os adultos. Na verdade, as crianças também costumam senti-los com frequência. Porém, como não sabem expressá-los, tendem a descontar na comida: às vezes, deixando de comer e, em outras, comendo excessivamente.

A atenção plena também pode auxiliar nisso! Sempre que perceber uma busca por alimentos em horários atípicos, busque entender o que a criança está sentindo. Em seguida, ajude-a a lidar com suas frustrações de maneiras diferentes, seja com música, atividade física ou observando a própria respiração.

Fique sabendo: Alimentos que curam: um guia para você se nutrir e recuperar a saúde

Torne o ambiente agradável alcançar atenção plena na dieta infantil

É comum que algumas crianças percam o foco durante as refeições. Por vezes, essa dispersão ocorre porque o local não é confortável ou tem muitas distrações ao redor. Portanto, certifique-se de que a alimentação vai ocorrer em um ambiente interessante, mas que não tenha jogos, televisão e outras coisas que podem tirar a atenção do que realmente importa.

Quais os benefícios da atenção plena na vida das crianças?

Além de melhorar a forma de lidar com os alimentos, a prática de atenção plena também favorece o desenvolvimento de habilidades que são importantes na infância e torna saudável a relação da criança com o mundo ao seu redor.

A criatividade e a memorização são estimuladas, e ao realizar atividades de mindfulness que não sejam relacionadas diretamente com a alimentação, como observar os sons e meditar, a rotina de sono também pode ter melhorias.

Leia também: Alimentação funcional: aprenda a preparar um suco detox de abacaxi, pepino e laranja

Por isso, se você estava em busca de uma maneira simples de favorecer um crescimento saudável de seus filhos, a prática de atenção plena pode ser grande aliada, aliás ela já está bem fortalecida pela ciência, conforme visto no decorrer da matéria de hoje. 

Gostou desse conteúdo? Então, fique por dentro de todas as dicas que também compartilhamos em nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Pinterest

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here