A Finlândia usa cães detectores para Covid-19; entenda

O país quer evitar a todo custo que o movimento de pessoas aumente o risco de propagação do vírus

254
cães detectores
A Finlândia usa cães detectores Covid-19; entenda Foto - Reuters

Cães detectores da Covid-19. É isso que a Finlândia está testando. O país quer evitar a todo custo que o movimento de pessoas aumente o risco de propagação do vírus. Portanto, as autoridades locais estão dispostas a adotar qualquer tipo de medida que contribua para a detecção de pessoas infectadas pela Covid-19.

Dentre tantas medidas para detecção da covid-19 uma que está sendo testada é a presença de cães treinados para detectar pessoas infectadas com Covid-19 no aeroporto da capital, Helsinque. Acompanhe mais no SaúdeLab.

Leia também: Dia 4 de outubro Dia Mundial dos Animais; entenda o significado dessa data

Como são realizados os testes com cães detectores?

cães detectores
A Finlândia usa cães detectores Covid-19; entenda Foto – Reuters

Os passageiros que concordarem em fazer uma avaliação gratuita do programa em Helsinque não terão contato físico direto com um cão.

Eles serão solicitados a esfregar a pele com uma toalha de rosto que então colocarão em um copo, que será entregue a um cão que espera em uma cabine separada e levará 10 segundos para cheirar as amostras.

O cão indicará o resultado da prova coçando a pata, deitando-se, latindo ou de alguma outra forma anunciará sua conclusão. O processo deve ser concluído em um minuto e, caso o resultado seja positivo, o passageiro é convidado a realizar um teste padrão de reação em cadeia da polimerase para coronavírus, ou PCR, para verificar a precisão do cão.

Os quatro cães farejadores estão prontos para trabalhar no aeroporto em turnos, dois de guarda por vez, enquanto os outros dois descansam.

Os animais participantes foram previamente treinados para detectar câncer, diabetes ou outras doenças. Atualmente, um total de 10 cães estão em treinamento conforme divulgação da Agência Reuters.

Raças que são melhores farejadores

Mas não é qualquer cachorro que pode ser farejador. Algumas raças são específicas para esse serviço.

Vale ressaltar que o olfato de um cachorro é incrivelmente mais poderoso do que o nosso. E a área do cérebro de um cão que analisa as informações olfativas é 40 vezes maior do que a de um humano.

Saiba algumas das raças que são consideradas excelentes farejadoras:

Golden Retriever

cães detectores
A Finlândia usa cães detectores Covid-19; entenda Foto – Pixabay

A raça originou-se na Escócia por cruzar retrievers com outros cães de água, dando origem após vários cruzamentos, ao golden retriever que conhecemos hoje.

O golden retriever é um dos cães mais queridos do mundo tanto para ambientes familiares, mas também para a vida no campo.

Pastor belga malinois

Semelhante em aparência ao pastor alemão, o belga Malinois é um cão mais ágil e fisicamente apto. Eles se destacam em pastoreio, agilidade, rastreamento e obediência. Usado por departamentos militares de inúmeros países e pela polícia em todo o mundo, o Malinois foi treinado para detectar bombas e drogas, bem como doenças.

Labrador retriever

Eles foram até treinados para detectar câncer na respiração das pessoas, bem como câncer de bexiga clinicamente indetectável na urina do paciente.

Os caçadores há muito tempo valorizam esta raça por sua capacidade de rastrear ou apontar sua presa com base na preferência do caçador.

Inteligentes e facilmente treináveis ​​com um desejo intenso de agradar, os labradores também são empregados como cães-guia para cegos, são membros valiosos de equipes de busca e resgate, bem como oficiais de detecção de drogas e bombas.

Pastor alemão

Esta raça de pastoreio nobre é a favorita dos departamentos de polícia de todo o mundo. Os pastores alemães são usados ​​para a busca e resgate de vítimas vivas e são usados ​​até mesmo por militares e agentes aeroportuários para detectar explosivos, bem como agências de controle de drogas para sua detecção.

Mais uma vez os cães mostrando as suas habilidades, além de ótimos companheiros.

Leia agora:  Existem raças de cães mais agressivas do que outras? Saiba mais com a Médica Veterinária Raquel Breunig

Gostou desta matéria? Acompanhe as nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here