Caetano Veloso cancela turnê após diagnosticado com Covid-19; veja como se prevenir

Aprenda quais cuidados tomar para evitar a covid-19 neste final de ano

O cantor Caetano Veloso teve que cancelar a sua turnê no Rio de Janeiro por ter sido diagnosticado com Covid-19. A informação foi divulgada e confirmada pela equipe do artista, além do artista, muitos brasileiros ainda estão testando positivo. Deste modo, saiba com SaúdeLab como se cuidar e se prevenir neste final de ano.

Caetano Veloso cancela shows após testar positivo para Covid-19

A esposa e empresária de Caetano Veloso (80), Paula Lavigne informou que seu marido está com febre baixa, mas não está sentindo nada. Além disso, ele não apresentou alterações no funcionamento dos pulmões.

Diante disso, o artista anunciou através de nota que a “Turnê Meu Coco” que iria ocorrer nos próximos dias no Rio de Janeiro teve que ser adiada. Para que o cantor possa se cuidar, visto que está ocorrendo uma crescente dos casos de Covid-19 para evitar contaminação.

No caso do artista os cuidados devem ser extras devido a idade, com mais de 80 anos ele deve respeitar todas as recomendações médicas. Como ficar em repouso, e evitar o contato com outras pessoas, fazendo o isolamento.

Leia mais: Cientistas chineses descobrem vírus semelhante ao Covid em morcegos

Covid-19 está expandindo no Brasil

A pandemia ainda não acabou, infelizmente não podemos relaxar ainda. Diante das festas de final de ano e férias é ideal se prevenir. Visto que está ocorrendo uma expansão da Covid-19 no Brasil, deixando ele em uma posição de destaque na lista global de mais afetados.

Na última quarta-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou o aumento na taxa de mortes do Brasil. Um aumento de 113% do vírus em comparação aos sete dias anteriores, deixando o país na terceira posição geral, com 535 casos de mortes por semana.

O Estados Unidos e o Japão estão na primeira e segunda posição mundial, o nosso país ficou algumas semanas longe desta lista. No entanto, retornamos com taxas menores do auge da pandemia.

Contudo, não podemos ignorar que os casos estão aumentando, e ignorar não será a melhor solução. Dado que os casos de contaminação ainda estão avançando, neste período, podemos tomar alguns cuidados. O primeiro deles é conferir se tomou todas as doses necessárias, de acordo com a sua idade.

Segundo a Fiocruz as vacinas devem ser aplicadas em duas doses, aos 12 e 15 meses de idade. No caso de adultos até 29 anos devem tomar duas doses com intervalo de um mês. Para pessoas de 30 a 59 anos deve tomar apenas uma dose.

Em caso de surto, o ideal é tomar uma terceira dose. Para profissionais da saúde e idosos o ideal é tomar até quatro doses da vacina. Por fim, além da vacina você deve lavar as mãos com frequência com água e sabão e utilizar álcool em gel. Evitar lugares com aglomeração e fechados, neste caso você pode voltar com uso de mascara neste tipo de local.

Continue a leitura: Texto que regulamenta a telessaúde no Brasil avança no Congresso, com aprovação do Senado

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação