Gosta de frango? Aprenda a conferir a qualidade da proteína

Nada mais desagradável que consumir um frango estragado, veja dicas para não errar na escolha

240
frango estragado
Como saber se o frango está saudável? | Reprodução: Rawpixel

O frango é uma carne muito sensível e que pode se deteriorar com facilidade, por isso, antes de prepará-lo, é importante identificar se está estragado, bem com em condições para ser consumido.

Assim, é importante que esse cuidado seja atribuído também com qualquer alimento, não apenas o frango, e deve ser verificado antes mesmo do preparo, para não correr o risco de se contaminar com microrganismos nocivos à saúde.

Leia aqui: Tintura de cabelo e câncer: qual é a relação? Confira

Por isso, é importante analisar quais são os sinais que podem evidenciar que um determinado alimento não está bom para ser consumido.

E nesse caso, o frango é uma carne muito sensível e que pode facilmente passar da validade. Veja a seguir como identificar.

Como identificar se o frango está estragado?

Existem alguns sinais de que é possível perceber se o frango está estragado ou não. Mas antes do frango chegar até sua casa é importante prestar atenção no momento da compra.

Se a embalagem estiver comprometida, com a data de validade apagada ou vencida, não compre!

frango estragado
Coxas de frango cru | Reprodução: Freepik

Caso a compra esteja sendo realizada em um mercado ou açougue, onde ele é vendido sem a embalagem original, cozinhe assim que chegar em casa ou congele, não mantenha por muito tempo na geladeira.

Verifique o aspecto da carne do frango

A coloração da carne do frango é um dos principais indicadores para conseguir identificar se a carne está estragada ou não.

As carnes com uma cor mais clara ou esbranquiçada, quer dizer que eles foram criados em curral, com milho em sua alimentação.

A tonalidade adequada é a mais rosada, que indica que a carne está saudável para consumo.

Agora, se ele tiver variações para o verde ou mais escuro, não compre, pois é indicativo de que a carne não está adequada para o consumo, ela pode estar vencida ou estragada.

Sinta o cheiro da carne do frango

Essa verificação só é indicada para os casos em que está comprado o frango fresco, como no açougue, pois o congelado não dá para sentir o cheiro.

Se ele estiver com um cheiro forte, tendendo para o azedo, essa carne está estragada, não compre. O ideal que ele tenha um cheiro natural, mas nada muito intenso, pois ele poderá estar fora da validade, vencido ou totalmente podre.

Preste atenção na textura e na aparência para saber se o frango está estragado

No momento da compra da proteína, é importante verificar se ela está com um aspecto viscoso ou com uma baba, se ela tiver alguns desses sinais, infelizmente  a carne de  frango está estragada.

Para que o frango esteja adequado para o consumo, é importante que a carne esteja firme ao toque, sem que esteja desagradável para pegar e sem nenhum tipo de gosma ou algo do tipo.

O frango pode ser lavado?

Essa é uma discussão antiga, e que recentemente teve um novo capítulo após a discussão ter acontecido no reality “A Fazenda”, o diálogo protagonizado por Jojo Todynho e Luíza Ambiel no momento do preparo das refeições dos peões.

Onde Jojo dizia que o frango precisava ser lavado, enquanto categoricamente Luiza disse não era correto e que não iria fazer.

frango estragado
Frango inteiro cru | Reprodução: Freepik

Mas qual será o certo nessa discussão? Muitas famílias brasileiras têm o hábito de lavar a carne do frango antes de iniciar o preparo, já outras preferem não realizar o ato. Vamos descobrir qual é o correto e por quê!

Os especialistas advertem que a prática de lavar o frango é prejudicial para a saúde, eles não devem ser lavados ainda crus, pois existem o risco de bactérias se espalhem pela pia e por todo ambiente, contaminando tudo que está ao redor.

Entenda melhor os riscos que lavar o frango cru pode trazer para sua saúde!

De acordo com o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos – CDC, diversos alimentos, como o frango, podem conter bactérias, como:

  • Salmonella,
  • Clostridium perfringens,
  • Campylobacter,

Que estão relacionadas às infecções e intoxicação alimentar.

Quando o frango é lavado ainda cru, essas bactérias podem se espalhar por todo o ambiente, na pia, nos utensílios, na superfície, nas roupas e isso aumenta o risco de que as pessoas sejam acometidas por intoxicações e infecções.

A Campylobacter é uma das bactérias mais perigosas, pois ela se espalha rapidamente pelo ambiente, e pode causar outros problemas além da intoxicação, como a pancreatite e até a síndrome de Guillain-Barré. Por isso, não lave o frango cru!

Veja também: Rachadura nos pés: confira os melhores tratamentos

Gostou desta matéria? Compartilhe sua opinião conosco e siga nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Pinterest

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here