Como seguir uma dieta à base de plantas? Confira dicas

183
dieta à base de plantas
Como seguir uma dieta à base de plantas? Confira dicas (Foto: Pixabay)

Frequentemente a preocupação em manter uma dieta à base de plantas tem sido cada vez mais mencionada entre as pessoas que têm antipatia por carne ou pelo processo ao qual os animais passam até chegar em nossas mesas como alimento. Por isso, muitos estão cada vez mais adeptos de uma alimentação com menos produtos de origem animal.

dieta à base de plantas
Como seguir uma dieta à base de plantas? Confira dicas (Foto: Pixabay)

Leia mais: Alimentos ultraprocessados podem ser prejudiciais à saúde, descubra o porquê

O que é a dieta à base de plantas

Ao contrário das dietas veganas ou vegetarianas, a dieta à base de plantas não eliminam completamente o consumo de carne, mas o objetivo delas é minimizar cada vez mais esse consumo. Promovida pela ONU como uma das dietas saudáveis do futuro, esse tipo de alimentação pode influenciar a saúde de forma positiva.

De acordo com pesquisadores da Universidade Isalud, a dieta está diretamente relacionada ao público mais jovem e à repulsa desse público com a crueldade aos animais. Como resultado, pode-se considerar uma dieta ativista e que protege o meio-ambiente.

Como adotar a dieta à base de plantas

Primeiramente, é importante entrar em contato com um profissional de saúde e realizar exames de rotina para que haja uma supervisão adequada. Eliminar um grupo alimentar de uma dieta à qual o corpo já está acostumado pode causar diversas consequências que devem ser monitoradas.

Bem como os exames e o monitoramento, uma dieta deverá ser prescrita com o objetivo de que não haja carência de nutrientes que possam afetar o organismo a curto e a longo prazo.

Substituir a carne por alimentos ricos em proteínas

O principal objetivo da dieta é diminuir o consumo de carne. Nesse sentido, é importante substituir o alimento por outro que seja rico nas mesmas proteínas que as carnes oferecem. Dessa forma, as nozes, os legumes e sementes diversas podem ser ótimos substitutos.

Os grãos são bem vindos

Assim como os alimentos ricos em proteínas, também deve-se adotar um consumo constante de feijão, lentilha, grão de bico e derivados da soja. Além disso, sementes como chia, algas, canola, ômega-3 e alimentos ricos em ácidos graxos poliinsaturados devem ser adicionados à rotina alimentar.

Cálcio três vezes ao dia

De acordo com profissionais de nutrição, a dieta à base de plantas pode causar carência de cálcio. Logo, é importante consumir alimentos ricos nesse mineral por pelo menos três vezes ao dia. Repolho, couve e brócolis são opções acessíveis.

Bebidas que devem ser evitadas

Além disso, do consumo de alimentos com cálcio, é importante evitar o sal e bebidas que eliminem o mineral do organismo. Entre elas, estão o chá, o café, o refrigerante de cola e as bebidas energéticas.

Vitaminas C e D são importantes na dieta à base de plantas

Em conclusão, alimentos ricos em Vitamina C são uma boa dica para a dieta à base de plantas. Entre eles estão as frutas e os vegetais crus. Além disso, consumir alimentos ricos em Vitamina D e, para que o corpo produza a Vitamina, deve-se tomar sol por pelo menos 10 a 30 minutos diariamente.

Leia mais:Alimentos ricos em fibras: Nutricionistas defendem as consequências deste consumo

Gostou desta matéria? Acompanhe as nossas redes sociais: Facebook, InstagramTwitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here