Uma Seleção dos Melhores Suplementos de Ômega 3

melhores suplementos de ômega 3

Tudo sobre as marcas e os melhores suplementos de ômega 3 aprovados pela Anvisa!

Você sabe o que é ômega 3, como funciona e para que serve? Saiba agora mesmo se precisa da substância e fique por dentro de onde comprar os melhores suplementos de ômega 3.

O ômega 3 é um conjunto de ácidos graxos poli-insaturados, conhecido por ser uma gordura boa e importante para o organismo. Por não ser produzido pelo corpo, este nutriente essencial deve ser adquirido através de alimentos e suplementos alimentares.

Confira onde comprar o melhor ômega 3 online:

 

Melhores Suplementos de Ômega 3

Veja abaixo uma lista com os melhores suplementos de ômega 3 do mercado e onde comprá-los ao melhor preço!

Essa marca oferece um dos melhores suplementos de ômega 3. Com 30% dos ácidos graxos obtidos diretamente do óleo de peixes como salmão e sardinha.
Uma dose de três cápsulas por dia oferece 360 mg de DHA e 450 mg de EPA.

Ômega 3 EPA 1000 mg – 100 cápsulas – VitGold

omega 3 vitgold

MELHOR PREÇO

Por ter alta concentração, é indicado no máximo duas cápsulas por dia.

Ômega 3 – Vitaminlife

omega 3 vitaminlife

MELHOR PREÇO

Com certificação glúten free e disponível em embalagem de 200 cápsulas melhor desenvolvidas para a ingestão via oral. Um dos melhores suplementos de ômega 3, com certeza.

Ômega 3 Veggy DHA Óleo de Algas – 30 cápsulas – Naturalis

 

melhores suplementos de ômega 3

MELHOR PREÇO

Esse é 100% vegetal e indicado para vegetarianos e veganos. Não é transgênico e é livre de metais pesados e agentes contaminantes.

Ômega 3 DHA 500 1000 mg – 100 Cápsulas

omega 3 naturalis

MELHOR PREÇO

Contém alta concentração de DHA (cerca de 500 mg por cápsula) e ainda tem duas miligramas de vitamina E, um excelente antioxidante, em sua composição. A vitamina E é ótima para a saúde do cabelo e da pele.

Omega 3 Fish Oil – 120 Cápsulas – Athletica Clinicalsuplemento ômega 3

 

MELHOR PREÇO

Mais um excelente óleo de peixe em cápsulas registrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ômega 3 EPA DHA 1000 mg – 120 Cápsulas – Vitafor

omega 3 vitafor

MELHOR PREÇO

Suplemento à base de ácidos graxos poli-insaturados. Sua composição ainda contém vitamina E, possui certificação que garante isenção de metais pesados em sua constituição e também é livre de odores.

Triple Ômega 3, 6 e 9 1200 mg – 60 cápsulas – Divcomsuplemento ômega 3

 

MELHOR PREÇO

Além do ômega 3, possui também o poder do ômega 6 e 9 para uma defesa completa do organismo.

Super Ômega 3 Essential Nutrition – Kit com três frascos

Super omega 3

MELHOR PREÇO

Suas cápsulas são compostas por gelatina, umectante glicerina e água purificada. A recomendação de uso é de pelo menos dois comprimidos por dia. E além de tudo, não contêm glúten.

Ômega 3 A-Z 1000 mg – 60 Cápsulas – Fitoactive

omega 3 fitoactive

MELHOR PREÇO

Esse complexo de ômega 3 contém ainda 21 vitaminas e minerais. É um dos melhores suplementos de ômega 3 para atletas!

Ômega 3 1000 mg – 120 cápsulas – Fortvitta

omega 3 fortvitta

MELHOR PREÇO

A Fortvitta oferece um dos melhores suplementos de ômega 3 e por um preço ótimo.

Ômega 3 1000 mg – 120 Cápsulas – Vita Premiumsuplemento ômega 3

MELHOR PREÇO

Ajuda a reduzir os níveis de colesterol e triglicérides no sangue, fortalece o sistema imunológico e auxilia no controle da pressão arterial. Recomendação: uma cápsula por dia.

Tudo Sobre o Ômega 3

O Brasil produz e também tem acesso a muitos dos melhores suplementos de ômega 3. Para facilitar, fizemos esta lista única dos melhores suplementos de ômega 3 disponíveis para a venda e para comprar online agora. As embalagens e o preço de ômega 3 são variáveis.

Mas, o mais importante mesmo é saber onde comprar os melhores suplementos de ômega 3 legítimos. Todos os suplementos para compra online incluídos são das marcas na lista de registro na Anvisa e são aprovados para o consumo de forma segura.

Nós sabemos muito bem tudo o que devemos riscar da dieta: gorduras saturadas, sódio e açúcar. Mas será que sabemos o que é necessário repôr? Um dos nutrientes mais importantes para a nossa saúde está cada vez mais escasso no organismo do brasileiro. Sim, estamos falando do ômega 3.

Você já sabe onde encontrar, mas conhece o porquê de ele ser tão especial? Composto principalmente pelas gorduras ácido docosahexaeníco (DHA) e ácido eiosapentaenóico (EPA), o complexo do ômega 3 tem diversos benefícios para a saúde.

Ele deve ser incluído cada vez mais na dieta de crianças, adultos e idosos. Assim é sempre preciso saber onde comprar ômega 3 legítimo e quais lugares vendem os melhores suplementos de ômega 3.

Apesar de ser tudo de bom, é necessário estar atento quando você for fazer a compra do ômega 3 em suplemento. É preciso sempre verificar quais as marcas de ômega 3 aprovados pela Agência Brasileira de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ômega 3, qual o melhor?

ômega 3 antidepressivo

São pelo menos três os tipos de ácidos que chamamos ômega 3. Confira abaixo o que cada um faz e qual o melhor para você.

ALA – Ácido Alfalinolênico

Este ácido graxo está presente em uma série de óleos vegetais, nozes e sementes, como a da linhaça. É o tipo de ômega 3 mais comum na nossa alimentação e é o mais completo.

Ele pode converter-se nos outros dois tipos de ácidos graxos após ser ingerido. Porém, alguns fatores, como o tabagismo e os maus hábitos alimentares, podem inibir essa vantagem.

EPA – Ácido Eicosapentaenoico

Está no salmão, em alguns outros peixes e no leite. O EPA é o que tem maior poder anti-inflamatório. Ele auxilia as reações das enzimas que são responsáveis pela produção de prostaglandinas.

Essa substância atua nas defesas do organismo e ajuda a neutralizar de moléculas que possam nos fazer mal.

É também esta gordura que está altamente ligada a saúde do nosso coração. Quem ingere ômega 3 deste tipo, previne a celulite inflamatória, a artrite e uma série de outras doenças inflamatórias.

DHA – Ácido Docosa-Hexaenoico

É conhecido como o marinho e é o ômega 3 para gestante mais importante, pois é essencial no bom desenvolvimento fetal. Além disso, ele atua na formação da retina dos olhos e favorece os processos cognitivos.

Nas crianças, ele pode ajudar a diminuir patologias relacionadas ao desvio de atenção.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o consumo recomendado de EPA e DHA diário é de 0,3 a 0,5 gramas. Já o ALA é de 0,8 a 1,1 gramas.

Porém, certifique-se que tem uma boa fonte de ômega 3, livre de metais pesados. Caso contrário, você estará consumindo um produto que poderá te causar danos a longo prazo.

Novas regras da Anvisa para suplementos alimentares

Recentemente, em julho de 2018, a Anvisa publicou novas regras para suplementos alimentares de venda liberada. Tanto os whey protein como os suplementos de ômega 3 passaram a ser fiscalizados por um marco regulatório único e específico para isso.

A ideia da Agência é evitar a automedicação e impedir que as pessoas comprem produtos que possam ser prejudiciais para a saúde. A partir de agora, todo tipo de medicamento, que configurar um reforço na dieta ou na alimentação, deverá ter no rótulo a palavra “suplemento”.

Além disso, o órgão publicou em Diário Oficial uma lista com os ingredientes que passam a ser permitidos no Brasil e os que devem ser proibidos e tirados de circulação. Com as novas medidas, os farmacêuticos terão cinco anos para se adequar e tornar seus produtos muito mais seguros para o consumo.

Outro motivo pelo qual a Anvisa tomou essa medida é que muitas vezes as pessoas não conseguem completamente avaliar a necessidade do medicamento na sua rotina. Com isso, muitas pessoas acabam por fazer um uso incorreto dos suplementos alimentares e podem ter problemas ou efeitos colaterais.

Os melhores suplementos de ômega 3 passarão a contar também com um selo de aprovação do órgão, tornando muito mais fácil a sua escolha. Os suplementos que forem proibidos deverão ser removidos de comercialização e terão um tempo para serem reformulados e novamente testados.

E fora do Brasil?

Se você tem o hábito de viajar e comprar produtos importados, busque os melhores suplementos de ômega 3 que têm aprovação das agências locais, como a Food and Drug Administration (FDA), nos Estados Unidos. Tomar medicamentos (mesmo que liberados) sem saber qual a procedência pode lhe causar muitos danos. A automedicação também é perigosa por causa da interação medicamentosa.

Para evitar a interação, a Anvisa também vai passar a exigir que os suplementos venham com bula e indicação de uso. Isso ajudará a evitar a ingestão da dosagem errada ou em momentos inadequados.

Benefícios do ômega 3

Procurando os melhores suplementos de ômega 3? Em dúvida sobre como ele pode ser bom para você? Conheça o que ele pode fazer pela sua saúde!

1. Emagrece

Sim, parece estranho dizer que uma gordura ajuda você a emagrecer. Mas não se surpreenda! Se você parar para pensar um pouco, vai ver que faz todo o sentido. Por exemplo, os asiáticos, como os chineses ou japoneses, têm uma dieta bastante rica em ácidos graxos. Eles basicamente vivem de peixe!

Essas populações são conhecidas também por terem os menores Índices de Massa Corporais (IMCs) do planeta. Além disso, eles vivem mais. Sabe por quê? Porque o ômega 3 reduz a inflamação e previne infecções.

Quando você tem uma inflamação crônica, seu corpo pode fazer com que você coma mais. Pesquisas e investigações mostram que a silhueta em dia dos asiáticos tem relação direta com o consumo da gordura proveniente dos peixes, como o atum ou o salmão.

Um estudo específico, recentemente publicado no European Journal of Clinical Investigation, revelou que adicionar 2,8 gramas de ômega 3 por dia à alimentação faz com que você perca peso. Neste teste, cientistas viram que, aliando isso à prática de exercícios físicos regulares, é possível diminuir 1,5 quilos a cada três semanas. Mais fácil que fazer dietas mirabolantes, não?

2. Excelente para diabéticos

Quem tem diabetes sofre com a alimentação. São muitos os alimentos proibidos, pois podem causar picos desnecessários de insulina no organismo. Isso pode ser evitado, algumas vezes, com o uso de cápsulas de ômega 3.

Recomendação de muitos endocrinologistas, a substância ajuda a controlar os níveis de insulina no sangue. Se você adicionar uma fonte deste ácido graxo na sua refeição, poderá diminuir o índice glicêmico daquele prato. Isso fará com que o seu corpo libere menos insulina na corrente sanguínea.

Quem não tem diabetes também se beneficia. Ter um controle maior da glicemia faz com que você reduza as chances de ter o diabetes um dia.

3. Metabolismo mais rápido

Não são só os termogênico que aceleram o seu metabolismo. Algumas gorduras também fazem esse serviço. Esse é o caso do ômega 3!

Isso acontece porque algumas gorduras insaturadas podem acelerar seu metabolismo, estimulando assim a queima de gordura acumulada e localizada. Isso faz com que você perca peso de forma mais rápida e eficiente.

4. Coração em dia

Como já foi dito acima, o ômega 3 tem um papel importante na prevenção de doenças cardíacas. Como estudos revelam, consumir alimentos ricos na substância, pelo menos duas vezes por semana, ajuda a fortalecer o seu coração.

A substância pode evitar arritmias, reduzir a sua pressão arterial, melhorar o fluxo do sangue e reduzir inflamações. Ainda tem o fato de que as triglicérides do ômega 3 podem evitar a formação de coágulos em artérias e veias, diminuindo risco de aneurismas e Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs).

Cientistas comprovaram que consumir o ácido graxo pode até evitar enfartos ou complicações cardíacas. Os homens que ingerem esse tipo de gordura com frequência semanal têm 50% menos chances de falecer por um ataque cardíaco súbito.

5. Reduz o colesterol

Quando estamos com o colesterol alto, os médicos alertam para a diminuição do consumo de óleos e frituras. Porém, o ômega 3 verdadeiro é um óleo saudável e que diminui o seu colesterol se utilizado da forma correta.

Portanto, consumir ômega 3, óleo de peixe, pode diminuir as quantidades de Lipoproteína de baixa densidade (LDL). O excesso de LDL no sangue contribui para problemas cardíacos e entupimentos de artérias e veias.

O ácido graxo diminui o LDL aumentando a Lipoproteína de alta densidade (HDL). O HDL, também chamado de “colesterol bom”, age como um “detergente” no sangue, limpando impurezas e eliminando o LDL a mais.

6. Anticancerígeno

Claro que uma substância com tantos benefícios também influencia no crescimento de tumores. Este tipo de ácido graxo saudável previne diversos tipos de câncer. Entre eles, o de mama, o de próstata e o de intestino são os que mais aparecem em estudos relacionados ao ômega 3.

Algumas pesquisas mostram que a substância auxilia também pacientes que já têm tumores malignos. Ao alimentar-se com este óleo, podem reduzir metástases, por exemplo.

7. Anti-inflamatório

Um dos maiores benefícios para quem faz uso de ômega 3, manipulado, em cápsula ou natural, é a melhora do sistema imunológico. O poder anti-inflamatório desta substância é ótimo para aumentar as resistências do seu corpo e evitar as inflamações de modo geral.

O ácido graxo eleva a concentração de prostaglandinas no sangue, fazendo com que as inflamações regridam logo. Quem tem doenças crônicas, como lúpus, psoríase, entre outras, deve fazer uso do óleo.

8. Antidepressivo

Nenhum estudo é totalmente conclusivo sobre a capacidade antidepressiva do ômega 3. No entanto, em diversas investigações, notou-se a elevação das serotoninas em pacientes com depressão ou transtorno bipolar.

Como o óleo atua também em prol do sistema nervoso central, investigadores acham bastante provável que ele seja importante no combate à depressão. Além disso, ele age no córtex frontal, controlando e estabilizando níveis do neurotransmissor conhecido por dopamina.

Sem falar que o ômega 3 melhora a circulação, como já vimos. Isso ajuda a oxigenar melhor o cérebro, evitando a proliferação de problemas mentais ou relacionados com a morte de neurônios.

9. Melhora a função cognitiva

O ômega 3, em cápsulas ou natural, atua direto no cérebro. O nosso sistema nervoso precisa da substância diariamente, pois 60% do nosso cérebro é feito de gorduras. Outros 12 % são compostos pelo ácido docosa-hexaenoico.

Quando temos deficiência deste ácido sofremos problemas na função cognitiva. Portanto, é muito importante ingerir o ômega 3, que é rico em docosa-hexaenoico. Em crianças a deficiência da substância pode comprometer o desenvolvimento neurológico.

Em adultos, manter o ácido em equilíbrio evita o mal de Parkinson, a esclerose múltiplas e os problemas de memória.

10. Bom para os atletas

Quem pratica atividades físicas precisa repor uma série de nutrientes importantes. O ômega 3, por exemplo, melhora o seu desempenho aeróbico e aumenta a capacidade de o corpo de absorver oxigênio.

Como a substância afina o sangue, deixando menos espeço, a circulação consegue cobrir maior tecido muscular, regenerando seus músculos com maior rapidez. Sabe aquela dor constante depois de ir à academia? Se você comer alimentos com ômega 3 semanalmente, poderá evitá-la!

Os atletas devem ingerir pelo menos quatro gramas desse tipo de ácido graxo todos os dias.

11. Bom para as crianças

Diversos estudos mostram que oferecer ômega 3 infantil líquido aos pequenos pode ajudá-los em uma série de coisas. A carência da substância nas crianças faz com que elas desenvolvam problemas cognitivos e de ateção.

Por isso, estimular seus filhos a ingerir mais peixes e frutas oleaginosas pode ser vital para eles. Antes de comprar qualquer substância ou medicamento, lembre-se de consultar um médico ou pediatra.

12. Bom para a pele

Tanto o óleo de peixe como o de Krill são ricos em ômega 3. A substância faz milagres na sua pele, de dentro para fora e de fora para dentro. Como ela oxigena melhor o organismo como um todo, isso faz com que a sua pele ganhe elasticidade e permaneça hidratada por mais tempo.

Nas grávidas, o consumo correto de ômega 3 está associado a diminuição de estrias e varizes durante a gestação. Para pessoas com doenças de pele ou que têm a pele extremamente ressequida, o ômega 3 é essencial.

Ômega 3: principal nutriente para uma pele bonita

O ômega 3 é um ácido graxo e pertence à família das gorduras poli-insaturadas. Ou seja, ele é o tipo de gordura que faz bem ao corpo. Nosso organismo por si só não consegue produzir quantidades suficientes, por isso precisamos consumi-lo através da alimentação.

Ouve-se muito falar sobre os benefícios do para a saúde do coração e bom funcionamento do cérebro, mas a verdade é que ele é mesmo o principal nutriente para ter uma pele linda. Incluir cada vez mais alimentos ricos em ômega 3 é fundamental para o bom desenvolvimento da saúde.

No sistema cardiovascular, previne ritmos cardíacos irregulares e a hipertensão. Para o cérebro, ele aumenta a capacidade mental. Quem tem diabetes tipo 2 também se beneficia do consumo do nutriente, pois suas gorduras fazem o corpo depender menos da insulina.

Quais os benefícios do ômega 3 para uma pele bonita?

Para a pele, ele age como um anti-inflamatório, prevenindo acne e alergias. Além disso, também repõe os lipídios na pele o que reduz vermelhidão, rugas e dá mais viço. Mas essa gordura às vezes é confundida como pele oleosa.

O ômega 3 deixa a pele oleosa?

Na verdade, esse depósito de lipídios não deixa a pele excessivamente oleosa. Pelo contrário, ele auxilia o corpo a produzir colágeno, fundamental para dar elasticidade e firmeza à pele e unhas. O ômega 3 então é um hidratante natural, que ainda protege as células dos radicais livres e as rejuvenesce.

Onde encontrar o ômega 3?

omega 3 nozes

A fonte alimentar mais comum e conhecida são os peixes de águas profundas e frias como salmão e atum. Estes peixes são os mais procurados para obter ômega 3, mas as sardinhas, as trutas e os arenques também são ricos em DHA e EPA (os dois ácidos que falamos anteriormente e que estão ligados diretamente à saúde do coração).

Inclusive, a American Heart Association (associação americana de cardiologia) recomenda, pelo menos, duas porções destes peixes por semana para manter o níveis de triglicérides sob controle. É possível encontrar também bons níveis de ômega 3 em ovos orgânicos ou enriquecidos.

O nutriente fica localizado apenas nas gemas, então pode aproveitar para começar o dia com um bom omelete ou ovos inteiros e cozidos.

Veja abaixo uma tabela com outros alimentos que contêm a substância e quantas calorias eles têm.

AlimentoPorçãoQuantidade em ômega 3Energia
Sardinha100 gramas3,3 gramas124 calorias
Arenque100 gramas1,6 gramas230 calorias
Salmão100 gramas1,4 gramas211 calorias
Atum100 gramas0,5 gramas146 calorias
Sementes de chia28 gramas5,06 gramas127 calorias
Sementes de linhaça20 gramas1,6 gramas103 calorias
Nozes28 gramas2,6 gramas198 calorias

Ômega 3 e veganos ou vegetarianos

Muitas pessoas que não consomem peixes ou ovos acham que não estão consumindo a quantidade ideal de ômega 3 no dia. Na verdade, muitas sementes, folhas e vegetais são ótimas fontes dos ácidos graxos.

Um ótimo exemplo são as nozes. Estas oleaginosas podem ser incluídas facilmente nos lanches da tarde. As nozes são riquíssimas em ácido alfalinólico (ALA), um dos ácidos do ômega 3 mais comuns em plantas.

Outro alimento que é fonte do mesmo ácido são as folhas verdes. Uma salada de espinafre, uma porção de couve refogada, até mesmo uma boa quantidade de alface no seu sanduíche já vai enriquecer seu prato e te dar todos os benefícios listados anteriormente.

Quer mais? As opções são infinitas para os vegetarianos! A soja e seus produtos derivados também estão na lista das fontes do ALA.

Procure por tofu, miso, leite de soja, edamame… Esses alimentos vão aumentar os níveis de ômega 3 da sua refeição. Se usados juntos, melhor ainda!

O ácido docosa-hexaenoico (DHA), aquele mesmo encontrado nos peixes de águas geladas, também está presente em algas e microalgas. Normalmente é fácil encontrar diversas receitas com estes ingredientes em restaurantes japoneses.

Atenção: para obter todos os benefícios das algas, é preciso que elas estejam sempre refrigeradas. Caso contrário, o melhor é consumi-las através dos melhores suplementos de ômega 3. Estes suplementos normalmente vem indicados como próprios para vegetarianos.

Ômega 3 e crianças

suplementos ômega 3

Crianças também precisam dos benefícios dos ácidos de ômega 3. Embora cientistas, médicos e nutricionistas ainda não terem chegado a um acordo sobre a quantidade recomendada, uma coisa é certa: ela deve ser feita via alimentação. Então nem mesmo os melhores suplementos de ômega 3 do mercado podem ser administrados aos seus filhos.

Crianças veganas, vegetarianas ou que apenas não gostam de peixe podem obter o nutriente através de outros alimentos, como leite e iogurtes fortificados.

Várias fórmulas e complementos alimentares para crianças também passam agora a incluir DHA. Isso devido a várias pesquisas mostrarem a sua importância deste ácido graxo para a saúde do sistema nervoso.

Suplementação: a melhor opção!

Mesmo com muitas fontes, a maioria dos brasileiros não conseguem consumir os níveis recomendados de ômega 3 apenas com dieta. Aí que vem o benefício dos suplementos alimentares para ajudar. Na maioria dos casos, nutricionistas indicam a suplementação de ômega 3 através de cápsulas e xaropes.

No Brasil, os peixes são pobres em ômega 3. A dieta dos peixes brasileiros não é tão rica e muitos são criados em cativeiros, não se tornando reservatórios do nutriente. Por isso que ultimamente muitas pessoas têm procurado consumir os suplementos para suprir essa deficiência.

Suplementos de ômega 3 são bem fáceis de encontrar e também de se consumir. Normalmente eles tem como princípio ativo o óleo de peixe ou a versão vegetariana, feita com algas. Ambos podem ser adquiridos em farmácias e grandes lojas, inclusive online e sem a necessidade de receita médica.

Ok, então você precisa repôr o nutriente. Mas quais os melhores suplementos de ômega 3 disponíveis no mercado?

Quais os melhores suplementos de ômega 3?

porção de salmão

Antes de qualquer coisa, é importante saber se o produto é de boa qualidade e registrado na Agência Brasileira de Vigilância Sanitária, a Anvisa. O próprio órgão do Governo disponibiliza em seu site uma consulta por marcas e tipos de licenças.

Uma das principais exigências da Anvisa é que o produto deve deixar claro que é filtrado e está livre de contaminantes ambientais como o mercúrio, dioxinas e PCB’s. Para o consumo, também faz diferença se ele estiver armazenado em um vidro escuro.

É interessante que tenha alta concentração de DHA e EPA por cápsula. Baixos níveis dessas gorduras só vão fazer você perder dinheiro. Uma outra dica é ler se tem a denominação “Enteric Coated”, pois isso garante maior absorção e menos gosto de peixe na boca quando consumido. Na dúvida, leia o rótulo.

Quem não gosta de sentir gostos enquanto consome o suplemento, também deve procurar no rótulo pela informação “Odor Free”. Isso garante que o produto não tem gosto nem cheiro.

Existem muitos tipos de suplementos que não atingem estes requisitos. Essas dicas e condições vão lhe assegurar que você estará consumindo um dos melhores suplementos de ômega 3. Assim, você terá acesso a todos os benefícios citados acima.

Como consumir o suplemento alimentar?

omega 3 suplemento capsulas

A recomendação diária recomendada de ômega 3 é de que, pelo menos 2% das calorias ingeridas, seja dos ácidos graxos. Ou seja, em uma dieta de 2.000 kcal, é necessário duas gramas por dia.

Quando falamos de suplementos por cápsulas, a quantidade a ser ingerida vai depender da necessidade e da concentração de DHA e EPA no produto consumido. Apesar disso, e normalmente, os melhores suplementos de ômega 3 indicam de duas a quatro cápsulas por dia.

O ideal é que, seja cápsulas ou xaropes de óleo de peixe, o suplemento seja consumido um pouco antes ou então durante as refeições.

Abaixo você encontra a necessidade diária de acordo com a idade:

Faixa etáriaQuantidade necessária de ômega 3
Bebê até 1 ano0,5 gramas por dia
Entre 1 e 3 anos40 miligramas por dia
Entre 4 e 8 anos55 miligramas por dia
Entre 9 e 13 anos70 miligramas por dia
Entre 14 e 18 anos125 miligramas por dia
Homens adultos160 miligramas por dia
Mulheres adultas90 miligramas por dia
Mulheres na gravidez115 miligramas por dia

Há contraindicação?

A suplementação de ômega 3 é segura se o consumo for feito até três gramas. Para tomar mais do que isso, o indicado é falar primeiro com o médico, mesmo que você seja um atleta experiente e que precise de maior quantidade do componente. Só um profissional da saúde poderá, então, guiar a quantidade ideal para suplementar a dieta.

Pessoas com problemas de coagulação ou que usam medicamentos coagulantes devem moderar no uso de suplementos de ômega 3. Isso acontece porque altas doses podem reduzir agregação plaquetária, ou seja, pode causar sangramento. Não se esqueça que esse ácido graxo é responsável por afinar o sangue.

É possível consumir os melhores suplementos de ômega 3 inclusive se a pessoa tiver altos níveis de triglicerídios no sangue. Médicos podem prescrever cápsulas manipuladas para suprir essa necessidade. Informe sempre ao seu médico se você estiver tomando algum remédio junto com o suplemento de ômega 3. Isso porque o consumo de ácidos graxos podem diminuir a eficácia de alguns medicamentos.

Possíveis efeitos colaterais

Não é comum ter intolerância ou alergias aos suplementos. Consumindo os melhores suplementos de ômega 3 não deve ter nenhum sintoma adverso, a não ser que você tenha, como dito acima, problemas de coagulação sanguínea.

Mas há, sim, alguns possíveis efeitos colaterais ou desconfortos ao tomar grandes quantidades ou produtos de má qualidade. Alguns deles são:

  • Gosto de peixe na boca
  • Mau hálito ou hálito de peixe
  • Dores no estômago
  • Fezes líquidas
  • Enjoos

Ômega 3 e diabetes

A diabetes do tipo 2 é a forma mais comum da doença e só faz crescer. Até hoje é difícil prever e definir que uma pessoa vá desenvolver a doença.

Além dos fatores genéticos, uma dieta balanceada e atividade física são essenciais para evitar a diabetes. Cada vez mais tem se relacionado o consumo de peixes com a diminuição de problemas cardiovasculares, um dos principais fatores de risco da doença.

No caso, ácidos graxos como o ômega 3 têm sido investigados como benéficos para evitar a doença. O consumo de ômega 3, ou a ingestão dos melhores suplementos de ômega 3, é associado à redução da glicemia em jejum e à melhora da tolerância a glicose.

Alguns estudos inclusive relacionam a baixa incidência de diabetes à ingestão de peixes e frutos do mar, grandes fontes de ácidos graxos. Por isso, se você sofre com diabetes, pode ser uma boa ingerir os melhores suplementos de ômega 3, sempre sob a tutela de um profissional médico.

Como montar uma dieta rica em ácidos graxos?

Para ser mais saudável, emagrecer ou melhorar a memória, não importa qual o seu objetivo, fazer uma dieta que seja rica em ômega 3 é uma boa ideia. Também pode ser uma alternativa caso você não possa tomar ou não tenha acesso aos melhores suplementos de ômega 3.

Abaixo preparamos um dia inteiro de refeições completas para quem quer aliar esse nutriente ao dia a dia. Veja como montar um cardápio simples e ótimo para a sua saúde!

Café da manhã

Opte por beber leite ou inseri-lo em um mingau ou cereal. Se quiser, pode substituir o leite pelo iogurte, mas tenha em atenção que o leite contém mais ômega 3 que os seus derivados.

Coma pães e cereais de origem integral e prefira queijos frescos. Se possível, adicione sementes, como gergelim, linhaça ou chia. A sua opção de fruta pode ser uma laranja ou uma banana.

Lanche da manhã

Para o lanche da manhã, coma frutas leves, como uma pera. E também adicione sementes a sua fruta. A proporção correta é: para cada fruta, uma colher de sopa de semente.

Também pode optar por comer somente oleaginosas. Neste caso, faça um punhado pequeno de nozes e castanhas. Não abuse, pois elas são calóricas!

Almoço

O almoço de uma dieta rica em ômega 3 só tem duas opções: ou você come peixe ou opta pela versão vegetariana. As outras carnes não são bons alimentos para entrar nessa dieta.

Por isso, você pode ingerir uma posta do seu peixe favorito, com batata cozida e salada. Se quiser sem peixe, faça um prato bastante colorido, com muita salada e legumes, carregue nas folhas verdes escuras. Depois, por cima, adicione duas colheres de sopa de chia.

Mas lembre-se, as quantidades de ômega 3 no óleo do peixe são maiores.

Lanche

Beba leite, com frutas e aveia. Se quiser, pode fazer uma batida, com banana, por exemplo. Para cada copo de vitamina, adicione duas colheres de sopa de aveia. Ela é rica em fibra e vai melhorar a absorção do ômega 3.

Jantar

Pode ser muito similar ao almoço, mas reduza as porções. À noite nunca convém comer muito, porque é o momento em que o nosso corpo absorve mais as gorduras.

Também porque logo após o jantar vamos entrar em modo de repouso e queimar menos calorias. Uma boa dica é optar pelas sopas, principalmente as feitas com peixe.

Ceia

Se sentir muita fome antes de deitar, pode comer duas nozes ou um iogurte natural.

Receitas ricas em ômega 3

ômega 3 no salmão

Gostou do texto e pretende aderir a dieta do ômega 3, mas não faz ideia de que pratos cozinhar? Então não fique apenas na massa com atum e no filé de peixe com batata. Confira abaixo como ser criativa na sua cozinha e elaborar pratos ricos em nutrientes sem muito drama. Afinal, os melhores suplementos de ômega 3 não são saborosos como uma boa refeição!

Salmão com gengibre

Delicioso, fresco e pouco calórico. Esse é o sabor do salmão unido à refrescância do gengibre. Essa receita é para converter quem não gosta de peixe em fãs desse peixe de sabor forte e característico! Além disso, ela rende para quatro pessoas, sem gastar tanto assim.

Ingredientes:

  • Uma xícara de água;
  • Uma colher de sopa de molho de soja, com baixo teor de sódio;
  • Duas colheres de sopa de mel biológico;
  • Duas colheres de sopa de gengibre fresco ralado;
  • Meia colher de chá de malagueta fresca picada sem sementes;
  • Quatro postas de salmão, com cerca de 100 gramas cada;
  • Um molho de cebolinho picado;
  • Uma xícara de arroz integral;
  • Sal a gosto;
  • 250 gramas de aspargos.

Modo de preparo:

Comece por cozinhar o arroz em separado. Em outra panela maior e alta, coloque os ingredientes líquidos, como a água, o molho de soja, o mel, o gengibre e um pouco da malagueta e de sal.

Deixe levantar fervura, em seguida baixe o fogo e coloque as postas nesta calda. Tampe a panela para que peixe cozinhe por igual no vapor.

Deixe cozinhar durante cinco minutos e vire cuidadosamente as postas. Espere mais cinco minutos para cozir o outro lado.

Enquanto isso, lave bem os aspargos, retire a terminação final e cozinhe no vapor durante cerca de cinco minutos. Após, sirva junto com a posta de salmão e o arroz. Coloque o cebolinho picado por cima do arroz.

Sopa funcional de abóbora e chia

Para vegetarianos e veganos, essa sopa é uma ótima maneira de repor o ômega 3 sem precisar optar pelo suplemento de óleo do peixe. Veja abaixo como prepará-la para até três pessoas! É rápida e perfeita para dias mais frios.

Ingredientes:

  • Quatro xícaras de abóbora picada e com casca;
  • Uma cebola roxa grande;
  • Uma colher de sopa de azeite de oliva ou de óleo de coco;
  • Uma colher de sobremesa de cúrcuma;
  • Uma pitada de sal grosso marinho;
  • Duas xícaras de chá de água para cozinhar e mais uma xícara para bater no liquidificador;
  • Duas colheres de sopa de chia orgânica.

Modo de preparo:

Em uma panela limpa, coloque o azeite de oliva ou o óleo de coco e refogue a cebola cortada em fatias. Depois, acrescente a abóbora, a cúrcuma e as duas xícaras de água.

Deixe a sopa ferver, tampe a panela e abaixe o fogo até a abóbora ficar macia, cerca de 20 minutos. Se quiser, pode agilizar o processo usando uma panela de pressão.

Quando a abóbora estiver pronta, apague o fogo e espere esfriar um pouco. Coloque a sopa cozida, mais água e uma colher de sopa de chia no liquidificador. Bata bem até virar um creme e, então, coloque o sal. Volte para o fogo para aquescer.

Sirva quente com a outra colher de chia polvilhada por cima!

Torta de atum no liquidificador

Rápida, prática e simples, essa tortinha é ótima para fazer as crianças comerem peixe e ainda pedirem mais. Veja abaixo como fazer!

Ingredientes da massa:

  • Três ovos;
  • Um copo de leite;
  • Uma colher de chá de sal;
  • Duas colheres de sopa de queijo ralado;
  • Seis colheres de sopa de farinha integral;
  • Uma colher de sopa de fermento.

Ingredientes do recheio:

  • Uma lata de atum em água;
  • Um tomate picado;
  • Uma lata de milho;
  • Três palmitos fatiados;
  • Catupiry a gosto.

Modo de preparo:

Comece por bater no liquidificador todos os ingredientes da massa até ficar uma mistura homogênea. Em uma tigela, misture os ingredientes do recheio, menos o catupiry.

Unte uma forma refratária e preaqueça o forno. Coloque metade da massa na forma, adicione o recheio e cubra com catupiry. Tape tudo com o que sobrou da massa e leve ao forno até dourar.

Melhores marcas de ômega 3

Como você viu em um dos blocos acima, existem alguns pontos que você deve prestar atenção na hora de escolher seu suplemento dentre os melhores suplementos de ômega 3. Um detalhe importante, por exemplo, é o vidro, que deve ser escuro. Preste atenção também nos níveis de EPA e DHA por cápsula. O produto deve ser puro e deve ser uma das marcas de ômega 3 aprovados pela Anvisa. Veja abaixo alguns exemplos:

1. Ômega 3 da Athletica Nutrition

Esse produto é fonte de variados ácidos graxos essenciais ao organismo, mas que o corpo humano não produz. Ele fornece ômega 3 do tipo poli-insaturado.

Dentre os benefícios, está o fato de o óleo ser livre de quaisquer impurezas, já que é extraído de peixes que habitam zonas mais profundas e frias. Contém boas concentrações de DHA e de EPA. Esse produto é ótimo no combate ao colesterol alto e aos triglicerídeos, o que faz dele um dos melhores suplementos de ômega 3 do mercado.

2. Super Ômega 3 TG da Essential Nutrition

O Super Ômega 3 é baseado em triglicerídeos, mas com uma alta concentração de EPA e de DHA, sendo 330 e 220 miligramas por cápsula, respectivamente. Como era de se esperar, não há quaisquer tipos de impureza em sua composição. É livre de mercúrio e de outros metais pesados que afetam de forma prejudicial o organismo.

Esse é um dos melhores suplementos de ômega 3, já que o laboratório que o produz realiza um processo de destilação patenteado e exclusivo. O conteúdo das cápsulas é produzido a partir de temperaturas moderadas, a fim de obter uma substância 100% pura.

3. Ômega 3 DHA 500 da Naturalis

Dos três suplementos dessa breve lista, esse é o que tem os níveis mais altos de DHA e de EPA. São 500 miligramas de DHA, por exemplo, o que é cerca de quatro vezes mais do que a maioria das marcas comuns oferece. Ou seja, ômega 3, melhor marca? Naturalis corre bem na frente das demais concorrentes se quer um produto com alta concentração de DHA.

Assim como o da Athletica Nutrition, o ômega 3 da Naturalis é feito com óleo extraído de peixes selecionados. Isso quer dizer que são peixes das profundezas do mar, das águas mais geladas possíveis.

Em sua busca pelos melhores suplementos de ômega 3, em primeiro lugar veja se é autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa. É aí que você vai separar o joio do trigo, como se diz, ou seja: as melhores marcas do suplemento e aquelas que nem valem a pena você levar em consideração.

Em segundo lugar, olhe para os tão mencionados níveis de DHA e EPA, os ácidos graxos essenciais ao nosso organismo. Claro que quanto maiores forem as concentrações dessas substâncias, maior será o preço do produto. Mas vale muito mais investir um pouco a mais do que comprar algo que talvez nem faça assim tanto efeito.

Se quiser, pode e deve pedir dicas para seu médico a respeito dos melhores suplementos para ômega 3 que ele conhece. Afinal, ninguém melhor do que um profissional da saúde para lhe orientar nesse quesito. Portanto não caia no erro de adquirir um produto de baixa qualidade ou de procedência duvidosa apenas pelo preço.

Ômega 3: marcas recomendadas

No bloco anterior, você recebeu a dica das três melhores marcas de ômega 3 do mercado. Elas são baseadas nos níveis de EPA e de DHA presentes no produto, que irão determinar a qualidade do suplemento.

Mas claro que você não precisa se ater apenas a essas três dicas que demos. É muito importante estar atento a fóruns, sites e páginas voltadas para o assunto, de modo que possa conversar com outros usuários a respeito de marcas que eles recomendam. Preste atenção principalmente às revistas estrangeiras sobre suplementação e sobre mundo fitness, que costumam ser bastante confiáveis nas informações que fornecem.

Atletas e outras pessoas do mundo esportivo também são boas fontes de recomendação para descobrir outras marcas do suplemento. Experimente seguir celebridades e profissionais da área nas redes sociais, por exemplo. Diariamente é possível obter dicas não só de suplementação, seja de ômega 3 ou não, mas também de alimentação saudável.

Nunca se esqueça, por fim, de que os médicos são uma das fontes mais fiáveis nesse sentido. Certamente ninguém saberá lhe informar melhor sobre as grandes marcas de suplemento do mercado do que eles. Além disso, eles poderão lhe dizer qual produto é perfeito e se encaixa as suas necessidades de suplementação nutricional.

Melhor ômega 3: existe um produto perfeito para mim?

No mundo da suplementação alimentar há muitos mitos. Um dos mais difundidos é que existe uma determinada marca ou um determinado tipo de suplemento que é perfeito para todos os casos. Isso é uma grande inverdade, já que cada pessoa e cada organismo irá reagir de uma forma específica aos mais diversos componentes ingeridos.

Muito se ouve, principalmente em academias e em grupos de treinamento, que há um ou outro produto miraculoso e que atua em todos os casos. Lembre-se que a suplementação só é recomendada quando há falta de algum nutriente ou elemento específico no organismo. Se a ingestão for realizada sem a necessidade, há chances de haver os temidos efeitos colaterais, quase sempre prejudiciais à saúde.

E é justamente por isso que, sim, existe um produto ideal para você. Como cada caso é um caso, basta que descubra qual é a sua necessidade. Por isso, nunca é demais repetir, a consulta a um médico ou outro profissional da área da saúde é essencial antes da aquisição de produtos para suplementação alimentar. Os melhores suplementos de ômega 3 do mundo podem não ser o que o seu corpo necessita.

 

 

Imagens: PexelsFreepik e Pxhere

Fontes: Anvisa, Dr. Frederico Lobo, WebMD, International Journal of Endocrinology, Estado de S. PauloOnline Farma, European Journal of Clinical Investigation e World Health Organization