Nova resolução da Anvisa para medicamentos controlados; saiba mais

Houve alterações nas resoluções da ANVISA sobre o uso de medicamentos controlados

149
medicamentos controlados
Nova resolução da Anvisa para medicamentos controlados; saiba mais Foto - Pixabay

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma nova resolução sobre o uso de medicamentos controlados. A resolução é uma atualização de outra que já foi publicada em março, logo no início da pandemia. Saiba mais hoje no SaúdeLab.

Leia também: O Renda Brasil foi cancelado definitivamente? Entenda mais sobre o assunto

O que diz a nova resolução?

medicamentos controlado
Nova resolução da Anvisa para medicamentos controlados; saiba mais Foto – Pixabay

O diretor-Presidente Substituto da Agência Nacional de Vigilância Sanitária adotou, portanto, a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e determinar a sua publicação:

Art 1º A Resolução de Diretoria Colegiada – RDC nº 357, de 24 de março de 2020, publicada no Diário Oficial da União n° 57-C – Edição Extra, de 24 de março de 2020, Seção 1, pág. 2, passa a vigorar com a seguinte alteração: “Art. 5º. A vigência desta Resolução cessará automaticamente a partir do reconhecimento pelo Ministério da Saúde de que não mais se configura a situação de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional declarada pela Portaria nº 188/GM/MS, em 3 de fevereiro de 2020. ” ( NR )

Dessa forma, com a pandemia houve alterações nas resoluções da Anvisa sobre o uso de medicamentos controlados. Uma delas foi o aumento da quantidade máxima de produtos permitida em notificações de receita, incluindo as de controle especial, e também  de entrega desses remédios no domicílio do paciente.

Medidas de segurança em relação à dosagem

Mas sempre é válido destacar os cuidados com medicamentos controlados:

  • Cuidado com a dose correta. Meça a dose com precisão.
  • Use uma seringa para dispensar o medicamento ou um conta-gotas para medir a quantidade exata, pois são mais precisos do que uma colher de medida. Se possível, use a seringa ou conta-gotas que acompanha o medicamento. Uma colher de chá = 5 mL (cc). Colheres de chá e colheres de cozinha não são precisas e não devem ser usadas.
  • Outrossim, é preciso dar o medicamento nos horários prescritos. Se você esquecer de uma dose, administre-a o mais rápido possível e a próxima dose no momento correto após a última dose.
  • Seja especialmente cauteloso com medicamentos de venda livre. Alguns medicamentos anti-potências para adultos nunca devem ser dados a crianças. Fale primeiro com o seu médico ou farmacêutico.
  • Medicamentos para reduzir a febre podem ser administrados, portanto, para tratar febres acima de 102 ° F (38,8 ° C). Lembre-se, então, de que a febre pode ser a forma de o corpo combater as infecções. Tente não se acostumar a tomar remédios para baixar a febre sem pensar duas vezes.

Fonte: Diário Oficial da União

Ademais, é importante ficar atento sobre as atualizações.

Confira agoraProva de vida INSS suspensa até final de setembro; veja como será a retomada

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here