O que é rabdomiossarcoma? Saiba mais sobre a doença que matou o jornalista Kairo Amaral com apenas 24 anos

Saiba mais sobre o tipo de câncer que acomete crianças , adolescente e jovens adultos

153
Rabdomiossarcoma
Rabdomiossarcoma: conheça sobre a doença que afeta principalmente crianças, adolescentes e jovens adultos. Foto: Acervo Pessoal

De acordo com informações, o jornalista Kairo Amaral, parnaibano de 24 anos, faleceu, no último dia 16, após uma luta contra um câncer conhecido como rabdomiossarcoma. Essa doença acomete, em sua maioria, crianças, adolescentes e jovens adultos e tem particularidades que serão descritas na matéria abaixo.

rabdomiossarcoma
Jornalista Kairo Amaral morre vítima de rabdomiossarcoma, aos 24 anos (Foto: Facebook)

Leia ainda: Diabetes tem relação direta com câncer, aponta estudo inglês

O que é rabdomiossarcoma

A princípio, o câncer é um tipo de tumor maligno que age diretamente no surgimento das células responsáveis pelo desenvolvimento da musculatura esquelética e dos músculos estriados.

Frequentemente, por atingir apenas as células responsáveis pelo desenvolvimento do corpo, o rabdomiossarcoma atinge mais crianças. Além disso, também é possível que o câncer afete adolescentes e jovens adultos.

Nesse sentido, o câncer é considerado como parte do grupo de sarcomas que afetam partes moles do corpo humano e é responsável por cerca de 5% dos tumores malignos encontrados na fase pediátrica.

Locais acometidos pelo rabdomiossarcoma

Em suma, as partes do corpo mais comuns para o acometimento da doença são a cabeça, o pescoço e o braço. Além disso, após se espalhar, o câncer pode atingir o sistema urinário, os pulmões, a medula óssea, os ossos e o linfonodo.

Causas e aumento no risco da doença 

Atualmente, ainda não há comprovações de que haja uma causa específica para o acometimento do rabdomiossarcoma. Em contrapartida, há estudos que indicam que a doença pode estar ligada a síndromes familiares. Ou seja, à genética.

Entre as síndromes que podem causar o câncer, estão as anormalidades congênitas que envolvem os sistemas urinário e nervoso central, e síndromes como a Síndrome de Li Fraumeni e Neurofibromatose.

Quais são os sintomas deste câncer

De antemão, a doença pode se apresentar através de nódulos indolores de mais de 2 centímetros, que tenham crescimento progressivo. Esses nódulos surgem sem traumas e estão ligados a músculos.

Além disso, outros sintomas comuns são tumores orbitários, secreção e obstrução nasal, bem como sangramento. Igualmente, é possível que também haja obstrução, sangramento e secreção no ouvido.

Juntamente com os sintomas anteriores, um dos sintomas menos comuns são a retenção de urina, bem como o aumento testicular. Em meninas, os sintomas são secreção ou sangramento vaginal.

Como tratar o rabdomiossarcoma

Atualmente, pacientes diagnosticados com a doença têm alta taxa de mortalidade e cerca de 70% desses pacientes sobrevivem por cinco anos ou um pouco mais. Nesse sentido, o tratamento exige uma abordagem mais agressiva.

Em suma, o tratamento é multimodal e existe quimioterapias, radioterapias ou até cirurgias, a depender do caso de cada paciente.

É importante que todo e qualquer tratamento seja realizado por centros que sejam especializados e focados no tratamento de câncer para crianças.

Leia mais: Câncer de mama no Brasil: relatório aponta mais de 66 mil novos casos em 2020

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here