Planos de saúde e pandemia: setor apresenta queda de 254,5 mil usuários segurados

172
planos de saúde e pandemia
Planos de saúde e pandemia: Setor apresenta queda de 254,5 mil usuários segurados (Imagem: Jornal TodoDia)

A relação entre planos de saúde e pandemia é muito próxima, seja em relação aos serviços prestados pelos seguros ou à impossibilidade de manutenção das mensalidades pela crise econômica decorrente do Covid-19. Aliás, é isso que demonstra um relatório da Agência Nacional da Saúde Suplementar que aponta para a queda no número de segurados.

Segundo o relatório divulgado no início desse mês de outubro em relação aos números de agosto, os planos teriam perdido cerca de 254,5 mil clientes apenas neste ano.

O resultado, é claro, não pode ser analisado de maneira dissociada à pandemia, mas também decorre de outras questões, conforme veremos abaixo. Assim, continue lendo para conferir a relação entre planos de saúde e pandemia.

Também veja: Efeitos da pandemia: estudo revela que mais da metade dos pesadelos está relacionada à covid-19

planos de saúde e pandemia
O número de segurados de plano de saúde tem caído cada vez mais. (Imagem: IPCOM)

Planos de saúde e pandemia: Situação econômica leva à queda no número de segurados

A pandemia de Covid-19 trouxe várias consequências ao Brasil. Elas atingem tanto o sistema de saúde quanto a economia que foi diretamente impactada. Com isso, milhões de brasileiros perderam seus empregos e não puderam manter os planos de saúde.

Isso, aliás, ganha uma boa explicação diante do fato de que a grande maioria dos seguros desse tipo decorrem da relação trabalhista. Apesar de os trabalhadores terem o direito de manutenção do plano após o rompimento do vínculo de emprego, nesses casos cabe a eles suportar integralmente o valor.

Ou seja, os planos de saúde na pandemia somente são mantidos após o desemprego se o trabalhador pagar a sua cota parte, até então descontada do salário, e o valor que era custeado pela empresa.

Contudo, a situação econômica do Brasil não é favorável a tal manutenção. Isso, pois, a ausência de emprego é um obstáculo para a manutenção do pagamento do seguro de saúde.

Outros motivos para a diminuição no número de segurados dos seguros de saúde

Outro ponto que não pode passar batido se refere à qualidade dos serviços prestados pelos planos de saúde na pandemia. Somente em 2020 a ANS suspendeu a venda de 11 seguros na medida em que os serviços eram falhos e com altos registros de reclamações por parte dos clientes.

Além disso, a dificuldade de obtenção de assistência médica e a burocracia dos planos também afastam os segurados.

Confira agora: Justiça do Trabalho reconhece que Covid-19 é doença do trabalho; entenda caso

 

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here