Refluxo na gravidez é perigoso? Como tratar?

O refluxo na gravidez pode ser muito incômodo

149
refluxo na gravidez
Refluxo na gravidez é perigoso? Como tratar? (Foto: Pixabay)

Durante a gravidez, as mulheres experimentam novas sensações, algumas boas, outras ruins. Dentre as boas, ouvir o coraçãozinho e o bebê se mexendo. No entanto, existem algumas manifestações clínicas normais, porém desconfortáveis, é o caso do refluxo na gravidez.

Frequentemente, mulheres grávidas podem passar por situações que causam desconforto estomacal. O refluxo na gravidez pode ser bem incômodo e tende a gerar uma preocupação maior da mulher com relação à sua saúde.

refluxo na gravidez
Refluxo na gravidez é perigoso? Como tratar? (Foto: Pixabay)

Leia mais: Depressão na gravidez: especialistas estudam qual o impacto dessa condição

O que é refluxo na gravidez 

O refluxo está ligado à indigestão e ao retorno do alimento ou suco gástrico. À primeira vista pode ser confundido com azia ou com a própria indigestão, que é uma condição incomum se comparada ao refluxo.

Existem diversas causas para o refluxo e, geralmente, o desconforto pode ser tratado com remédios sem prescrição ou uma alteração na dieta da gestante.

Quais as causas do refluxo na gravidez

De acordo com profissionais de saúde, o refluxo em mulheres grávidas se dá, principalmente, pela mudança em seus corpos e organismos durante o período gestacional. Como resultado disso, o sistema digestivo da mulher sofre um retardamento.

Assim como o crescimento do útero e do bebê passam a empurrar diretamente o estômago. Nesse meio tempo, o suco gástrico pode ter seu caminho invertido, subindo para a garganta.

Quais são os sintomas mais comuns do refluxo na gravidez

Assim como o refluxo normal, a condição em grávidas tem seus sintomas parecidos. Entre eles, estão a azia, náuseas, arrotos e uma possível regurgitação. Além disso, a queimação na garganta e logo abaixo pode ser muito incômoda.

Como tratar o refluxo na gravidez

Atualmente, é possível tratar o refluxo com medicamentos que não precisam de prescrição médica, além de outros meios de tratamento. Após procurar um profissional de saúde para diagnosticar o refluxo, antiácidos poderão ser receitados.

Tratamento com métodos caseiros

Além disso, existem remédios caseiros que podem ser muito úteis em situações como essa. Gengibre, amêndoas, vinagre de maçã ou até uma maçã vermelha podem auxiliar bastante.

Igualmente, existem outros métodos caseiros que também são úteis, mesmo sem comprovação científica. Muitas mulheres com refluxo na gravidez gostam de seguir alguns desses métodos:

  • Utilizar roupas folgadas e confortáveis;
  • Esperar de 2 a 3 horas após a alimentação para poder se deitar;
  • Comer menos e com mais frequência;
  • Manter um peso estável e saudável;
  • Usar almofadas para ficar com a cabeça elevada enquanto dorme;
  • Evitar o consumo excessivo de leite;
  • Dormir deitada para o lado esquerdo;
  • Evitar ingerir líquidos após ou durante as refeições;
  • Caminhar um pouco após as refeições;
  • Mastigar chicletes sem açúcar após as refeições.

Leia mais: Cólica na gravidez é perigosa? Quais são as causas? Entenda

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here