Seguro Família para desempregados e autônomos ainda existirá? Entenda

No mês de maio, a bancada do PTB na Câmara dos Deputados apresentou o Projeto de Lei 2910/2020, que tinha como intuito de instituir o Programa Seguro Família. A ideia do programa de transferência de renda seria de substituir o auxílio emergencial e ajudar financeiramente brasileiros na condição de autônomo ou desempregado, que tivessem sofrido por crise sazonal.

“Fica instituído, a partir de 1º de janeiro de 2021, o Programa Seguro Família, que consiste em benefício com o objetivo de garantir a subsistência familiar”, diz o Art 1º do PL. Apresentado à Mesa Diretora do Congresso pelo Deputado Federal Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA), no fim de maio de 2020, o projeto vai seguir adiante? Alguns ainda se fazem esse tipo de questionamento. Na sequência, portanto, todos os detalhes sobre o assunto.

Programa Seguro Família vai existir? Saiba tudo sobre o assunto (Foto: Pixabay)
Programa Seguro Família vai existir? Saiba tudo sobre o assunto (Foto: Pixabay)

Leia mais: Bolsa Família liberado vou receber o auxílio emergencial? Entenda

Saiba o que existe de verdade sobre programa Seguro Família

O projeto de lei foi encerrado em menos de 24 horas, após apresentação à Mesa Diretora.

Logo no dia 27 de maio de 2020, o próprio autor do PL 2910/2020 apresentou um novo requerimento ao Plenário da Câmara. Mas, desta vez para retirar o texto de tramitação.

“Requeiro, nos termos do art. 104 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, a retirada de tramitação do Projeto de Lei n° 2.910 de 2020, de minha autoria, que “Institui o Programa Seguro Família”, diz o requerimento apresentado pelo deputado federal Pedro Lucas Fernandes.

Sendo assim, o projeto foi retirado de tramitação no dia 05 de junho de 2020, conforme assinado pela Mesa Diretora da Câmara.

O Seguro Família não vai existir

O projeto não está mais em tramitação e, portanto, nada relacionado a esse programa daqui em diante é verídico.

É possível verificar todo o trâmite deste PL acessando o site da Câmara dos Deputados.

Leia também: Quando sai a 6ª parcela do auxílio emergencial? Veja as novidades sobre o assunto

Renda Brasil é o programa que deve ser lançado pelo Governo Federal

A ideia do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e de sua equipe econômica, é a criação do programa Renda Brasil.

Esse projeto tem como objetivo substituir o Bolsa Família, aumentando o valor médio do benefício para R$ 250 a R$ 300, acima dos R$ 190 em média, pagos atualmente.

Além disso, o Renda Brasil irá incluir outros benefícios dentro de um só programa. Ao menos, essa é a expectativa do Governo.

Dessa maneira, segundo o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, está sendo negociada a inclusão dos principais conceitos do Renda Brasil no texto da Constituição Brasileira.

Como por exemplo, definir que o Renda Brasil deve cuidar dos brasileiros desde a primeira infância até o primeiro emprego, desde que façam parte dos requisitos de renda estipulados na Lei.

Leia ainda: Serasa oferece opções de empréstimo para desempregado

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação