Touca caseira para quimioterapia pode danificar o couro cabeludo e cabelo nunca mais crescer

Presidente da Sociedade Brasileira de Tricologia alerta: o gelo pode causar danos irreversíveis ao couro cabeludo

Especialista alerta para o perigo da touca caseira para quimioterapia. O artefato, além de não proteger contra a queda, ainda pode danificar o couro cabeludo e o cabelo nunca mais crescer.  Uma notícia que viralizou na internet preocupou o médico e tricologista Dr. Luciano Barsanti, presidente da Sociedade Brasileira de Tricologia (SBTri) e Diretor Médico do Instituto do Cabelo. No vídeo, uma mulher argentina fala sobre uma touca caseira, que ela criou tendo por base placas de gelo, para, segundo ela, evitar que o tratamento quimioterápico afete seus cabelos.

A ideia da argentina foi substituir um equipamento médico já antigo, que lembra uma touca ou capacete, que resfria o couro cabeludo e evita a queda de 60% a 70% dos fios quando utilizado adequadamente em ambiente hospitalar.

A diferença da touca caseira para quimioterapia e a profissional

Segundo o médico especialista em cabelos, a diferença entre o equipamento profissional e a touca caseira é gritante. Enquanto o equipamento médico controla rigorosamente a distribuição do frio e a adequação da temperatura, inclusive indicando a necessidade de pausas a cada 30 minutos de uso, a touca caseira não distribui e nem tem a temperatura adequada”, alerta.

Barsanti, portanto, é enfático ao apontar que usar a touca caseira é arriscado. O objeto pode, por exemplo, causar uma queimadura pelo frio no couro cabeludo. Segundo o especialista, a pele que reveste o crânio, chamada de couro cabeludo, é sensível. Então, se a queimadura atingir o bulbo capilar, não terá como o cabelo nascer novamente, após o tratamento quimioterápico.

“Não é porque o paciente não sente a queimadura que ela não esteja acontecendo. A região é tão sensível que o dano pode ocorrer, mesmo que seja indolor”, enfatiza o tricologista.

Quimioterapia e a perda dos cabelos

A quimioterapia, terapia usada no tratamento do câncer,  pode levar à perda dos cabelos, embora nem todos os protocolos causem a queda dos fios. A medicação é distribuída pela corrente sanguínea a todo o organismo e, ao chegar ao folículo capilar, o enfraquece, por isso os fios caem.

A medicação pode causar, por exemplo, alterações capilares como mudança na estrutura do fio, afinando ou espessando-o, deixando mais liso ou ondulado, bem como alterando a cor.

Entretanto, depois da quimioterapia, a maior parte dos pacientes recupera seus fios. Além disso, já existem tratamentos não-invasivos, com ativos naturais de uso tópico, que aceleram o crescimento dos cabelos e não têm contraindicações, segundo o especialista. Podem ser usados por quem está em tratamento e remissão do câncer.

touca caseira quimioterapia
O médico e tricologista Dr. Luciano Barsanti, presidente da Sociedade Brasileira de Tricologia (SBTri) e Diretor Médico do Instituto do Cabelo. (Foto: Divulgação)

E a touca médica, é indicada na quimioterapia?

Para Barsanti, o equipamento médico, de uso hospitalar, como o que está sendo usado pela cantora Simony, que está se tratando de câncer no intestino, não é contraindicado na quimioterapia. “É necessário saber, entretanto, como o paciente se sentirá com 60% dos fios. A autoestima e as questões emocionais, num tratamento de quimioterapia, são muito fortes”, elucida o médico.

Entretanto, ele vê o uso da touca médica como positivo, já que preserva de 60% a 70% dos fios e o apoio psicológico que isso proporciona ao paciente. Porém, há um desconforto do tratamento, pelo resfriamento da cabeça, a necessidade de seguir rigorosamente as normas técnicas para o uso do equipamento e o custo do procedimento.

“Costumo dizer que a vitória do paciente na batalha contra a doença leva à perda de alguns soldados. Neste caso, são os cabelos, que serão recuperados com o tempo. A Medicina, aliada à tricologia, estão aqui para ajudar o paciente”, finaliza Luciano Barsanti.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação