Como tratar mau hálito? Especialista explica causas e orienta o que fazer

O clareamento dental é um aliado e pode resolver esse e vários problemas bucais

3
mau hálito
Como tratar mau hálito? Especialista explica causas e orienta o que fazer | Crédito Uol

Quer se livrar de mau hálito e não sabe como? Desde já saiba que o clareamento dental é um aliado e pode resolver esse e vários problemas bucais. Por isso, aprenda como tratar mau hálito, usar clareador de dentes sem medo, eliminar halitose também em crianças de forma consciente e segura com dicas de especialista no assunto.

Ainda mais, para ter resultados satisfatórios, a Dentista Marise Lucas Bahia Cardoso, CRO-MG 18391, esclarece sobre o uso de produtos disponíveis para usar em casa e dá outras informações importantes para cuidar da saúde bucal desde a infância até a fase adulta.

Ela é formada (1993) e especializada em PSF (Programa Saúde da Família) pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), bem como especialista em endodontia pela Universidade Federal de Alfenas (Unifal). Confira a seguir!

Ademais, leia também: Fim do home office na pandemia: como os trabalhadores estão lidando com a volta ao trabalho

mau hálito
Aprenda como se livrar do mau hálito | Crédito OralBlu

Como saber se tenho mau hálito?

Pode parecer uma pergunta sem sentido, mas o fato é que muitas pessoas não percebem que estão com halitose, que é aquele cheiro desagradável, incômodo as pessoas em geral.

O fato é que o nosso corpo é muito inteligente e está sempre se adaptando para auto preservação. Nesse sentido, o organismo passa por um processo fisiológico e acaba diminuindo a percepção dos cheiros, ou seja, uma reação comum das células responsáveis pelo olfato, e por isso recebe o nome de Fadiga Olfatória ou Adaptação olfativa, tanto para odores agradáveis ou não.

Assim, para você perceber a presença do mau hálito, faça um teste colocando a mão sobre a boca e sinta o próprio cheiro. Outra dica é perguntar a alguém próximo, desde que não lhe cause constrangimento, é claro.

Confira ainda: Alimentos que curam: um guia para você se nutrir e recuperar a saúde

Mau hálito em bebê e crianças é comum?

Mesmo sendo menos comum a halitose em crianças e bebês, essa situação pode acontecer, explica a dentista.

” Crianças e bebês não costumam ter mau hálito, mas pode ocorrer sim. Alguns motivos podem advir de boca seca, pouca salivação, má alimentação, alimentos derivados de laticínios, problemas estomacais, sinusite, dor de garganta e outros problemas respiratórios.”

Ela recomenda, antecipadamente, procurar ajuda especializada para avaliar estado nutricional e a saúde em geral desse criança com um pediatra.

O dentista também deve acompanhar em consultas regulares e nesse caso, a criança vai habituando com o profissional para cuidar dos dentes. Sobretudo, para avaliar presença de cáries, possíveis inflamações nas gengivas e até o surgimento tumores, pois podem causar mau hálito. O quanto antes forem diagnosticadas as eventuais doenças e alterações, mais rápido pode tratar e minimizar complicações.

Como tratar e prevenir mau hálito?

E sobre o mau hálito, algo constrangedor, que abala a estima e trás muitos desconfortos, a dentista já sinaliza: “o primeiro passo para melhorar a saúde bucal é visitar o dentista regularmente. Isso porque a limpeza e retirada do tártaro é fundamental para começar a tratar halitose e também investigar cárie ou problemas gengivais.”

Além disso, o clareamento dos dentes é um ‘curinga’ para melhorar não só a estética, mas a saúde da boca também. E os cuidados diários com a higiene dos dentes, língua e toda a cavidade oral são super importantes para manter o bem estar.

Cuidado com alguns alimentos. Embora seja saboroso e saudável o uso de alho e cebola no preparo dos alimentos, ter cautela após comê-los é um ponto interessante. Não esqueça da escovação após as refeições.

tártaro e mau hálito
A limpeza e retirada do tártaro é fundamental para começar a tratar halitose | Fonte Luiz Gustavo Leite

Quanto aos cuidados diários do bebê, ela reforça a limpeza de toda cavidade oral com gaze e soro fisiológico. E caso não tenha esses produtos, use água filtrada e fervida bem como um paninho limpo e macio, uma fralda, por exemplo.

Em outras palavras, limpe a gengiva, a língua e o rebordo da boquinha do bebê sempre que necessário, principalmente, pela manhã e à noite. Em crianças maiores, logo que tiverem dentes, a escovação e o uso do fio dental são super necessários no dia a dia.

E é importante, sobretudo, buscar ajuda especializada e descobrir a causa. Pois, um especialista é quem vai diagnosticar e indicar o melhor tratamento.

mau hálito em bebê
Os cuidados com a boquinha do bebê | Imagem: freepik

O carvão ativado pode ajudar?

Primeiramente, vamos entender a função desse produto e quais os fatores envolvidos com seu uso. A especialista, Marise Cardoso esclarece que muitos produtos a base de carvão ativado podem ser úteis e ajudar na saúde bucal. “O Carvvo, por exemplo, é um tipo de clareador a base de carvão ativado e que é usado para clareamento de manchas externas. Mas ainda assim, está em estudo.”

carvvo
O carvão ativo ajuda a tratar problemas bucais | Fonte Pixabay

Tendo isso em vista, o uso do carvão ativado deve ser com cautela, sob orientação e acompanhamento de um dentista. Até porque, tem um custo-benefício a ser levado em consideração. Acima de tudo, o mais relevante é cuidar da saúde com segurança.

Tendo essa cautela, se oriente em consulta com seu dentista e conheça as melhores indicações de tratamento e como usar o carvão ativado.

Qual é o melhor tipo de clareamento?

Embora existam muitas opções a disposição no mercado, consequentemente, é fundamental você saber que muitos produtos podem causar manchas no dente. E elas podem ser internas ou externas. Dessa maneira, o dentista é o profissional indicado para você ter uma escolha certa e mais eficaz para resolver seu problema na boca, seja os dentes ou gengivas.

Segundo a especialista, que já tem vasta experiência no assunto, “muitas manchas são mais difíceis de sair.” Veja o que ela informa:

” Os dentes podem ficar escurecidos e manchados devido a ingestão de Tetraciclina, que é um antibiótico muito usado para tratar infecções. Outras causas incluem manchas por extravazamento de sangue no dente, e alguns alimentos como o café, por exemplo.”

Qual é o melhor clareamento dental caseiro? É seguro fazer clareamento em casa?

A dentista Marise Cardoso explica que existem vários tipos de clareamento. Aquele feito no consultório e o caseiro. O clareamento caseiro é aquele preparado pelo dentista com moldeiras e tem porcentagens específicas de peróxido de hidrogênio mais carbamida nas concentrações de 10%, 16% e 20%.

Clareamento caseiro
O clareamento pode ser caseiro ou no consultório com o dentista | Crédito Freepik

Mas vale ratificar, que todo tratamento deve ser indicado e acompanhado por um profissional capacitado. Portanto, consequentemente, é seguro se for dessa forma.

Ao contrário, se usar produtos sem o devido conhecimento dos riscos e benefícios para saúde, pode trazer complicações irreversíveis à todos que assim optarem. Não vá aventurar-se.

Qual clareador dental é mais forte?

Como dito anteriormente, existem dois tipos de clareadores. O caseiro e aquele que é feito no consultório pelo dentista e você vai usá-lo em casa. Mas o que é feito no consultório é mais forte nas concentrações, normalmente acima de 37%.

A dentista Marise Cardoso explica o seguinte: ” no consultório o dentista usa a solução de peróxido de hidrogênio mais carbamida nas concentrações acima de 37% e complementa com o laiser, que é um tipo de luz e o processo é mais rápido. Porém, o cliente pode ter mais sensibilidade.”

Clarear os dentes
o que é feito no consultório é mais forte nas concentrações | Crédito Envato

Qual é a melhor pasta de dente clareadora?

Já as pastas clareadoras também podem ajudar, porém é preciso ter muito cuidado. E segundo a especialista “ela pode retirar muito o esmalte do dente e causar maior sensibilidade, por isso deve usá-la com parcimônia, ou seja, use em moderada quantidade.”

Quando o tratamento é feito com acompanhamento do dentista, ele avalia a necessidade de aplicar fluor para controlar a sensibilidade dentária. Outra situação que pode acontecer é o extravasamento da pasta na gengiva devido a queimadura causada pelo seu uso excessivo.

O ponto crucial de ser acompanhado por um dentista capacitado e consciente irá favorecer ao cliente segurança e o uso correto das substâncias clareadoras, ele vai acompanhar todo o processo.

Leia mais: Chá de camomila é bom para quê? Veja curiosidades, características e benefícios

Quem pode fazer clareamento dental?

Um alerta importante para esse parágrafo é o que diz respeito para quem o clareamento é indicado. Ou seja, desde que não seja gestante, menores de 18 anos e pessoas em tratamento de quimioterapia, os demais podem aderir ao tratamento, lembrando que é imprescindível a indicação de especialista.

Alimentos para amenizar a halitose

alimentos mau hálito
Escolha alimentos ricos em vitamina C que podem melhorar a saúde bucal | Crédito Pxhere

Por fim, a dica extra de hoje é que você pode usar alguns alimentos para aliviar o mau hálito. Dentre eles podem ser incluídos no dia a dia a maçã, a laranja, a cenoura, hortelã, chás, e aumentar a ingestão de água. Você tem opções e variações de consumi-los como preferir. Em outras palavras comendo as frutas ou fazendo chás, sucos etc. Em suma, use a criatividade para cuidar da saúde bucal.

Saiba mais: Carvão ativado: por que ele virou o queridinho dos tratamentos de beleza?

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here