Chá de alcachofra realmente emagrece? Conheça seus poderes e usufrua dos benefícios

Saiba quais são os reais benefícios do chá de alcachofra

Originária do Mediterrâneo, a alcachofra é uma planta herbácea usada para fins medicinais e gastronômicos desde a Antiguidade. Em especial no Brasil ela ficou conhecida por ser utilizada em dietas de emagrecimento. Entretanto, será que o chá de alcachofra realmente emagrece? Entenda hoje no SaúdeLab como a espécie atua no organismo e quais são os seus reais benefícios.

Em primeiro lugar, é importante salientar que o uso da alcachofra deve ser orientado por um médico especialista, já que a planta possui muitos efeitos colaterais e contraindicações. Dito isso, também é importante que você saiba que o chá deve ser preparado com as folhas secas da planta, que podem ser encontradas em casas de produtos naturais ou em farmácias de manipulação.

Os benefícios do chá de alcachofra

De nome científico Cynara cardunculus scolymus, a alcachofra é uma planta que contém um alto teor de água, flavonoides, fibras e vitamina C. Além disso, ela ainda conta com um alto teor de minerais, como o ferro e o potássio. Assim, seus nutrientes conferem ao organismo ação antioxidante, diurética, probiótica e anti-inflamatória. Portanto, veja como tudo isso se traduz em benefícios para a sua saúde!

alcachofra
Entenda como o chá de alcachofra pode beneficiar a sua saúde. Fonte: Canva.

Os 6 poderes da alcachofra

Chegou a hora de você conhecer um pouco mais da alcachofra e seus benefícios. Acompanhe e não perca nenhum detalhe.

1. A alcachofra realmente emagrece?

A alcachofra costuma ser associada a dietas de emagrecimento por 2 motivos principais. O primeiro se deve à sua capacidade diurética, que elimina o excesso de líquidos do corpo. Em segundo lugar, a planta contém uma fibra chamada inulina, que prolonga a saciedade e ajuda a controlar a fome. Todavia, tais benefícios só se tornam reais em uma dieta de perda de peso se associados a uma alimentação saudável e a uma rotina de exercícios físicos. Desta forma, chá de alcachofra não emagrece.

Além disso, a alcachofra deve ser utilizada somente sob orientação médica, já que o uso contínuo do chá pode acarretar efeitos colaterais perigosos para o organismo.

2. Controle do colesterol

A inulina e a pectina estão presentes na alcachofra, ajudam no metabolismo das gorduras, diminuindo sua concentração no sangue, promovendo o controle dos níveis de colesterol ruim e do colesterol total do sangue. Do mesmo modo, os antioxidantes presentes na composição da planta protegem as células do organismo dos radicais livres, prevenindo também a formação de placas de gordura nas artérias, o que evita doenças como a aterosclerose e o infarto.

3. Equilíbrio da pressão arterial

O potássio presente no chá de alcachofra acaba aumentando a produção de urina, retirando o excesso de sódio do organismo. Desse modo, a bebida acaba evitando picos de pressão, mantendo a saúde das artérias.

4. Preservação da saúde da pele

Por ser rica em vitamina C e carotenoides, a alcachofra combate os radicais livres, aumentando também a produção de colágeno. Desse modo, em longo prazo, ela acaba conferindo uma diminuição das rugas e da flacidez da pele.

5. Proteção do fígado

Os polifenóis e flavonoides presentes no chá de alcachofra protegem e melhoram as funções do fígado, auxiliando na eliminação das toxinas pelo organismo.

6. Melhora das funções gastrointestinais

Por conter alto teor de fibras e água, a alcachofra também estimula o intestino, facilitando a formação e passagem das fezes. Desse modo, o chá da planta é eficaz no controle da prisão de ventre. Além disso, ele auxilia na manutenção da flora intestinal, evitando casos de diarreia, má digestão e gases.

Como fazer o chá

Ingredientes

  • 1 colher de chá de folhas secas de alcachofra;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

Ferva a água e após desligar o fogo acrescente as folhas de alcachofra. Tampe o local e aguarde por cerca de 10 minutos. Em seguida, basta coar e beber. A indicação para consumo é de até 3 xícaras por dia.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais do chá de alcachofra estão relacionados ao consumo excessivo. Nesse caso, podem ocorrer reações alérgicas, diarreia, obstrução do canal biliar, formação de cálculos biliares e até choque anafilático.

Quem não deve tomar o chá

O chá de alcachofra é contraindicado para gestantes, lactantes, pessoas com problemas no fígado, vesícula, hepatite e câncer hepático. Da mesma forma, ele não deve ser consumido por quem faz uso de medicamentos anticoagulantes e diminuidores de colesterol. Ademais, indivíduos com cálculo renal e obstrução biliar também devem evitar a bebida.

Por fim, o chá de alcachofra também é proibido para pessoas alérgicas à esta planta e às espécies como crisântemos, margaridas e calêndulas.

Leia mais: Chá de Centella Asiática: veja para que serve e como preparar corretamente

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação