Chá de Ginkgo Biloba: a bebida ideal para o bom funcionamento do cérebro

Não perca tempo e conheça agora os benefícios do chá de ginkgo biloba!

A ginkgo biloba, também conhecida como árvore-avenca, é uma das espécies mais antigas do mundo, originária da região onde hoje é a China, há mais de 200 milhões de anos. Ademais, ela é famosa devido aos seus efeitos positivos na área cerebral relativa à memória e concentração. Todavia, os efeitos do chá de ginkgo biloba são muitos! Confira hoje no SaúdeLab!

A ginkgo biloba pode ser consumida na forma de chá, feito com as folhas secas da árvore ou suplemento. Nesse sentido, ambos podem ser encontrados em lojas de produtos naturais. Porém, é importante salientar que a dosagem destes deve ser estudada por um médico especialista e orientada para cada caso particular, já que essa é uma planta que possui substâncias que podem gerar efeitos colaterais.

Os benefícios da ginkgo biloba

O chá de ginkgo biloba é uma bebida rica em flavonoides e terpenoides, substâncias que oferecem um potencial antioxidante e anti-inflamatório. Estes, por sua vez, trazem diversos benefícios à saúde, em especial para indivíduos que sofrem com baixa memória ou perda de concentração. Assim, entenda agora esses e outros benefícios derivados da ingestão da bebida.

O que você ganha tomando o chá de ginkgo biloba

Melhora da concentração e das funções cerebrais

O chá de ginkgo biloba é um excelente aliado de pessoas que estudam ou que desejam manter uma boa memória. Isso acontece pois os componentes da planta ativam e melhoram a microcirculação sanguínea, aumentando a quantidade de oxigênio no corpo, incluindo o cérebro. Assim, com mais sangue circulando nessa região, os pensamentos se tornam mais claros e há um aumento na capacidade de concentração.

Além disso, por possuir componentes anti-inflamatórios, o chá de ginkgo biloba evita o surgimento do cansaço mental, em especial nos casos de pessoas muito ativas.

Combate à perda de memória

Além da melhora na capacidade cognitiva, o chá de ginkgo biloba também evita danos nos neurônios, devido ao aumento da circulação de sangue no cérebro. Assim, sua ingestão auxilia no combate à perda de memória. Tal benefício é particularmente especial nos casos de idosos que sofrem de Alzheimer. Nesse sentido, alguns estudos comprovaram a eficácia do ginkgo biloba na melhora da capacidade mental destes, em associação ao tratamento médico.

Ginko Biloba
Chá de Ginkgo Biloba: a bebida ideal para o bom funcionamento do cérebro. Foto: Canva PRO

Auxílio no tratamento da depressão e ansiedade

A ginkgo biloba exerce uma ação direta no controle hormonal, especialmente no caso feminino. Dessa forma, o consumo do chá acaba diminuindo as alterações de humor, reduzindo o risco de desenvolvimento de depressão. Além disso, a planta também contém substâncias que controlam o cortisol e a adrenalina produzidos em casos de estresse e ansiedade.

Controle da pressão alta

O chá de ginkgo biloba provoca uma leve dilatação dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação do sangue no corpo. Assim, a pressão arterial é controlada, pois a pressão sobre os vasos e o coração diminui.

Prevenção do surgimento de doenças cardiovasculares

Por exercer menos pressão sobre o coração, a dilatação dos vasos sanguíneos promovida pelo chá de ginkgo biloba também evita a formação de coágulos. Desse modo, a ingestão da bebida pode auxiliar no combate a doenças cardiovasculares, como o infarto e o derrame, por exemplo.

Melhora da libido

Nas mulheres, o chá de ginkgo biloba oferece um equilíbrio hormonal, o que ajuda a regular e a aumentar a libido. Já nos homens, isso acontece devido ao aumento da circulação sanguínea na região genital, o que acaba sendo eficaz para o tratamento da disfunção erétil.

Aumento da capacidade ocular e melhora da visão

O aumento da circulação sanguínea provocado pelo chá de ginkgo biloba também tem outro efeito: a proteção e vascularização de locais sensíveis dos olhos, como a retina, a córnea e a mácula. Assim, a bebida também é indicada para indivíduos que sofrem de problemas oculares como degenerações ou glaucoma.

Como fazer o chá de ginkgo biloba

Ingredientes

  • 1 colher de sopa das folhas secas de ginkgo biloba;
  • 1 xícara de agra fervente.

Modo de preparo

Coloque as folhas de ginkgo biloba na xícara com a água já fervida. Por fim, tampe o local e aguarde cerca de 10 minutos. Depois, basta coar e beber o chá.

Efeitos colaterais

É importante salientar que, apesar do chá de ginkgo biloba poder ser feito em casa, é muito importante dar atenção à dosagem máxima diária, a qual não pode ultrapassar 200mg diários. Como o cálculo da dosagem pode parecer complexo, o recomendado é que se dê preferência pelas cápsulas de ginkgo biloba, que devem ser ingeridas seguindo uma orientação médica.

Ingestões indevidas ou descontroladas do chá podem levar ao surgimento de enjoos, palpitações, dores de cabeça, alergias, sangramentos e diminuição da pressão arterial.

Quem não pode tomar o chá

O chá de ginkgo biloba não é indicado para gestantes, lactantes, crianças com menos de 12 anos, pessoas que possuem pressão baixa e indivíduos com risco de hemorragia ou hemorragias ativas.

Confira aqui: Chá de açafrão-verdadeiro emagrece? Descubra 10 benefícios além do sabor

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação