Quais são os sintomas da doença de Lyme, que atinge Justin Bieber? Entenda

Conheça agora as complicações, tratamento e como se prevenir dessa doença

Conheça os sintomas da doença de Lyme ou Borreliose de Lyme, ou síndrome de Baggio-Yoshinari, que é transmitida pela picada de um carrapato infectado com bactérias da família das espiroquetas (Bactéria Borrelia burgdorferi). No Brasil, a doença é classificada como doença de Lyme-símile brasileira. Acompanhe aqui no SaúdeLAB para saber mais sobre essa doença.

A doença recebeu esse nome por ter sido descoberta na cidade de Lyme, em Connecticut, nos EUA. Lá a doença é recorrente com quase 500 casos em média por ano. Já no Brasil ainda não há dados estatísticos para ela.

Conheça os sintomas da doença de Lyme

A doença de Lyme é transmitida aos humanos e animais apenas pela picada do carrapato infectado, e após a mordida ter sua fixação na pele por mais de 36 horas. Os carrapatos são comuns em todo o mundo, especialmente abaixo de 1.500 m de altitude. Eles vivem em áreas arborizadas e úmidas, gramíneas altas de pradaria, jardins e parques florestais ou urbanos.

As contaminações humanas são mais frequentes durante o período de atividade máxima do carrapato, na França, entre o início da primavera e o final do outono.

A infecção pela bactéria apresenta sintomas comuns aos de uma gripe, mas pode, em alguns casos, levar a uma condição às vezes debilitante e grave (dor nas articulações de longa duração, paralisia parcial dos membros, etc.). A doença de Lyme não é contagiosa.

Leia também: O que provoca lúpus, a doença de Astrid Fontanelle? Entenda as principais causas e veja como se…

Estágios

Os sintomas da doença de Lyme variam de acordo com os estágios de sua progressão.

Fase primária

Uma a duas semanas após a picada do carrapato, a doença de Lyme causa uma inflamação na pele. A pessoa pode sentir sintomas semelhantes à gripe (febre, calafrios, dores de cabeça, dores no corpo). Aliás, é possível vir acompanhada, em 30 a 60% dos casos, por uma mancha vermelha arredondada na pele. Às vezes, pode passar despercebido e não aparece necessariamente onde o carrapato foi anexado.

Em poucos dias, essa vermelhidão se espalha formando uma mancha vermelha circular, mais clara no centro (evocando, portanto, um anel), quente, com vários centímetros de diâmetro: é o que chamamos de “eritema migratório”. Algumas pessoas desenvolvem várias dessas erupções cutâneas, diante do processo inflamatório.

Veja também: Diabetes não é brincadeira e cuidar da doença pode salvar a sua vida

doença de lyme
Doença de lyme – Imagem: Canva Pro

 

Fase secundária

Na ausência de tratamento com antibióticos, a doença de Lyme pode progredir para a chamada forma ” secundária ” caracterizada por:

  • dores nas articulações, especialmente nos joelhos;
  • dor localizada;
  • paralisia localizada,
  • fraqueza muscular;
  • fadiga que não é aliviada pelo repouso;
  • rigidez de pescoço;
  • às vezes hepatite ou inflamação dos olhos etc.

Forma terciária

A chamada forma “terciária”, posteriormente, provoca uma grande variedade de sintomas que podem evocar outras doenças (esclerose múltipla, doenças neurodegenerativas, depressão, por exemplo), o que levou alguns especialistas a chamá-la de “grande imitadora”, forma tardia da doença de Lyme.

Diagnóstico e tratamento da doença de Lyme

O diagnóstico é feito a partir dos sinais e sintomas da doença, seguido de exames laboratoriais (sangue) para saber se há anticorpos combatendo a doença. Contudo, é um diagnóstico difícil. Ademais, o médico tem a possibilidade de fazer punção lombar para analisar o líquido da coluna.

Para tratar a doença a medicação inicial é o antibiótico, os anti-inflamatórios e analgésicos. E em casos mais graves, o uso de marcapasso para controlar os batimentos cardíacos quando há arritmias.

sintomas da doença de lyme
Quais são os sintomas da doença de Lyme? Como se contrai? Saiba mais – Canva Pro

Cuidados importantes

Alguns cuidados para prevenir a mordida do carrapato é:

  • Evitar fazer trilhas com roupas inapropriadas, ou seja, use roupas que cobrem o corpo.
  • Outrossim, o uso de repelentes também são barreiras de proteção da pele.
  • Não se sentar no chão em regiões arborizadas, quentes e úmidas.
  • Caso for picado pelo carrapato, use pinças pontiagudas para retirá-lo aos poucos e jamais esmague o parasita. Em seguida, faça a higienização com água e sabão.
  • Aliás, não se recomenda o uso de substâncias quaisquer para retirar o carrapato.
  • Faça inspeção no corpo após frequentar trilhas e áreas rurais.

Veja também: Cânceres: fatores emocionais podem contribuir para os tipos mais invasivos da doença

Devido aos seus inúmeros benefícios à saúde, muitas pessoas têm perguntado se a spirulina emagrece. Uma vez que, ela é uma fonte excelente de proteínas, vitaminas e minerais. Além de outros nutrientes antioxidantes.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação