O que a Síndrome de Sjögren pode causar? Entenda as consequências

Entenda como ela acontece e o que fazer para resolver o problema

A síndrome de Sjögren é caracterizada por secura das membranas mucosas com desconforto ocular ou oral. As dores articulares e/ou musculares, mais raramente a artrite, são frequentes, assim como a fadiga, muitas vezes acentuada. Outros órgãos, em particular, os pulmões e o sistema nervoso são mais raramente afetados. Entenda aqui no Site SaúdeLAB as consequências e o que fazer ao adoecer com esse problema de saúde.

Essa é uma doença que afeta mais o público feminino de meia idade, porém, os homens podem adoecer com a Sídrome Sjögren em qualquer fase da vida.

O que a síndrome de Sjögren pode causar?

Existem 2 tipos dessa Síndrome, sendo a primária (que acontece de forma isolada) e a secundária (decorrente de doença autoimune).

O ataque das glândulas exócrinas pode aparecer por uma secura das membranas mucosas. Nesse sentido, a secura da pele e das membranas mucosas está frequentemente na vanguarda das manifestações da síndrome de Sjögren (SS). As manifestações dessa secura das mucosas variam de acordo com o órgão afetado:

  • A boca seca se manifesta pela impressão de estar com a boca “pastosa”, necessidade de beber à noite, dificuldade em engolir determinados alimentos.
  • Secura no nariz e nas vias aéreas pode resultar em tosse seca. Essa fragilidade da mucosa pode levar a infecções dentárias, infecções otorrinolaringológicas, otite serosa, tontura.
  • A secura dos olhos resulta em uma sensação de areia e olhos grudados pela manhã. Pode ser complicado por uma irritação do olho, chamada “cerato-conjuntivite”, que se manifesta como conjuntivite.
  • A pele também está frequentemente seca, com irritação, assim como o trato urinário, ou a vagina com infecções micóticas recorrentes ou dispareunia.

Veja também: Diabetes não é brincadeira e cuidar da doença pode salvar a sua vida

Dor ou inchaço

O que a síndrome de Sjögren pode causar
O que a síndrome de Sjögren pode causar – Imagem: Canva Pro

 

A inflamação das glândulas exócrinas pode se manifestar como dor ou inchaço. Em particular, as glândulas salivares, das quais a maior é a parótida, podem aumentar de volume (parotidomegalia) e ser palpáveis. A fadiga é uma manifestação muito comum da doença, e muitas vezes está na vanguarda das queixas.

Dor nas articulações (artralgia) é comum. Na maioria das vezes é dor, às vezes difusa, falamos então de artromialgia e em primeiro plano de queixas. A dor é inflamatória. Mais raramente, a dor está relacionada à artrite real. O inchaço é mais frequentemente localizado nas pequenas articulações dos dedos ou pés.

A dor muscular é comum, mas a lesão muscular inflamatória grave (miopatia inflamatória) é excepcional. Como todas as doenças autoimunes, a inflamação pode afetar muitos órgãos com disfunções de gravidade variável. Apenas 30% dos pacientes terão tais complicações e raramente são graves.

Leia mais: O que provoca lúpus, a doença de Astrid Fontanelle? Entenda as principais causas e veja como se…

Complicações

As complicações observadas em Sjögren estão relacionadas a danos em órgãos (pulmão, nervos). Esses danos são verificados regularmente.

Excepcionalmente, a síndrome de Sjögren pode ser complicada por linfoma. Esta complicação, muito rara, ocorre especialmente se houver uma inflamação muito difusa de diferentes órgãos que não é tratada.

Evolução e acompanhamento do paciente

A Síndrome de Sjögren é uma doença crônica. A maioria das formas são benignas, mas às vezes muito incômodas. No entanto, o monitoramento clínico e biológico regular continua sendo importante para detectar qualquer evolução para complicações muito cedo.

Como é feito o diagnóstico?

De acordo com Sociedade Brasileira de Reumatologia, o diagnóstico é definido a partir dos sinais e sintomas relacionados à SS aliados e em conjunto com exames laboratoriais (Sangue), radiológicos e/ou por biópsia das glândulas salivares menores. Outra opção é a Cintilografia das glândulas parótidas.

A princípio quando há ressecamento nos olhos o Oftalmologista deverá investigar a causa. Caso haja indícios de ser causa autoimune o Reumatologista é quem conduzirá o tratamento.

Tem cura?

Ainda não se descobriu a cura para a SS. O que se propõe é tratar os sintomas e ofertar condições que amenizem os desconfortos. Medicações para hidratar os olhos e a boca podem são prescritos. Logo, para lubrificação dos olhos há as lágrimas artificias bem como para a boca medicações que supram a falta de saliva.

Ainda assim, corticoides, anti-inflamatórios e medicações imunossupressoras também fazem parte do tratamento quando há exacerbação dos sintomas e inflamações, e prevenção de sequelas.

O que mais pode causar secura nas mucosas?

É importante dizer que os sintomas de secura, principalmente na boca, podem surgir por uso de várias medicações. Os anti-hipertensivos, antidepressivos, antigripais, por exemplo, são bem comuns de causar sintomas parecidos com os da SS.

Veja também: Cânceres: fatores emocionais podem contribuir para os tipos mais invasivos da doença

Cuidados especiais com a pele: especialista dá dicas para manter sua pele sempre saudável e bonita

Janaína Barros entrevista Priscila Narcizo, empresária no ramo na beleza. Confira dicas especiais para se ter uma pele incrível.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação