O camarão é remoso? Quem fez cirurgia pode comer? Descubra

Apesar de muito saboroso, é preciso tomar cuidado com o consumo de camarão

Sem dúvidas, preparar um camarão na manteiga ou frito é a garantia de uma refeição deliciosa. Para muitos, o camarão é um dos, senão o fruto do mar mais saboroso. Contudo, o mais importante é saber se ele é igualmente bom do ponto de vista nutricional. Sendo assim, o SaúdeLab vai te ensinar se o camarão é remoso, e de que forma ele pode fazer mal para a saúde.

À primeira vista, pode ser difícil de acreditar que os frutos do mar possam ser ruins para a saúde, muito menos que o camarão é remoso. Afinal, para quem não mora no litoral, esse tipo de comida costuma ser bem cara. Mas é preciso ter em mente que todo alimento pode ser prejudicial de alguma forma, dependendo da forma de preparo e quantidade que você consome.

O que são os alimentos remosos?

Primeiramente, antes de falar se o camarão é remoso ou não, é necessário aprender o que é um alimento remoso de fato, caso você ainda não saiba. No caso, essa classificação é usada para descrever alimentos que tem potencial inflamatório no nosso organismo. Geralmente os alimentos remosos costumam ser ricos em gorduras, sal, açúcar e óleos refinados, que são inflamatórios bem comuns.

A princípio, muitos dos processos inflamatórios que ocorrem no nosso corpo são necessários para regular diversos aspectos da nossa saúde. Mas quando eles são desequilibrados de alguma forma, eles passam a ser prejudiciais para a saúde. Logo, o consumo de alimentos remosos pode vir a ser um problema, especialmente para quem passou por alguma cirurgia ou tatuagem recentemente, e precisa ter uma boa cicatrização.

Leia mais: O ovo é remoso? Será que pode afetar sua saúde de maneira negativa? Descubra aqui

Mas o camarão é remoso de fato ou não?

Conforme fora dito, os alimentos remosos são frequentemente ricos em compostos como sal, açúcar, gorduras e óleos. A partir disso, já é possível concluir que, dependendo do preparo, o camarão é remoso sim. Afinal, é muito comum ele ser preparado na manteiga ou empanado e frito, e esses processos levam muita gordura e óleos. Entretanto, mesmo que você evite esse tipo de preparo, o camarão ainda é um problema.

Dentre os muitos compostos presente no camarão, é preciso destacar a quitosana. Essa molécula infelizmente possui uma ação inflamatória no nosso organismo, especificamente na pele. Logo, quando comemos camarão, mesmo que apenas cozido em água, também estamos consumindo substância inflamatórias. Por isso o camarão e outros frutos do mar são contraindicados após fazer uma cirurgia, tatuagem ou piercing.

Portanto, menos sendo preparado de maneira saudável o camarão é remoso devido à sua composição e deve ser consumido com moderação.

Outras propriedades importantes do camarão

Mesmo que o camarão não tivesse a quitosana, ele ainda assim teria outros problemas. Por exemplo, ele contém uma quantidade significativa de sódio, colesterol e gordura. Esses compostos em excesso podem causar inúmeros problemas na nossa saúde. Por outro lado, da mesma forma que o camarão possui esses defeitos, do ponto de vista nutricional, ele também apresenta alguns benefícios.

Sob esse ponto de vista, o camarão é considerado uma grande fonte de proteínas, e possui poucos carboidratos. Ademais, ele também é uma fonte de zinco, que promove uma maior sensação de saciedade. Com isso, ele pode ser uma boa adição em dietas low-carb, e um aliado para quem deseja emagrecer. Mas para que ele tenha essas vantagens, você precisa consumir com muita moderação e dar preferência por preparos mais leves.

Leia mais: Gosta de Camarão? Conheça seus benefícios, malefícios e melhor forma de consumir


Siga-nos:
  • Google News
    Gnews

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação