Perigos do implante dentário; confira o que você precisa saber antes de fazer

Entenda quais os riscos envolvidos ao fazer um implante dentário

O implante dentário é uma solução para muitas pessoas que precisam corrigir falhas na arcada dentária. Ele é uma forma de reconquistar a aparência e autoestima ao sorrirem. Sem dúvidas, a saúde bucal possui uma grande importância na manutenção do nosso organismo e vai além da estética. Mas é necessário ficar alerta às possíveis complicações e cuidados com esse procedimento. Venha com o SaúdeLab e aprenda os principais pontos que você precisa saber antes de fazer, e quais são, de fato, os perigos do implante dentário.

A princípio, o implante dentário é um procedimento muito procurado hoje em dia. Mesmo tendo um custo mais elevado, muitas pessoas acabam fazendo, pelos motivos mais variados. Confira a seguir algumas ressalvas antes de se decidir por ele.

Como funciona o implante dentário?

Antes de mais nada, é importante saber o que é o implante dentário, e como o funciona o procedimento. Em termos gerais, ele é realizado por cirurgiões dentistas e estes devem ser profissionais confiáveis. Por ser um procedimento invasivo, será necessário avaliar as condições de saúde. É indicado uso de antibióticos antes da cirurgia.

Basicamente a operação é feita sob anestesia local, com cortes na gengiva e preparação do osso para fixar o novo dente na boca. Logo, o implante dentário é essencial para preencher o espaço na gengiva onde deveria haver um dente, que pode ter sido perdido por diversos motivos.

Com o osso exposto, ele é perfurado com um conjunto de brocas especializadas. Quando o furo estiver completo, será inserido uma espécie de parafuso (pino) para receber o dente. No caso, esse implante é denominado coroa, e será ligado ao pino de forma que a gengiva possa se recuperar.

Sintomas comuns após a cirurgia

De antemão, o implante dentário é um procedimento cirúrgico, que assim como em muitos outros, pode haver alguns sintomas após a sua realização. Afinal, por ser uma manobra invasiva e bem traumática, é compreensível que o nosso organismo demonstre algumas reações inflamatórias para se adaptar ao processo de cicatrização.

Dentre os principais sintomas no pós-operatório, um dos mais comuns é o inchaço na região afetada. Dependendo do número de implantes, e do local onde a cirurgia foi feita, o inchaço pode ser mais ou menos intenso. Também é comum que a região fique com hematomas (roxa), ou que o paciente apresente dor localizada. Nesse segundo caso, é preciso que o médico responsável receite os analgésicos que melhor atendam a necessidade.

Principais perigos do implante dentário

Hemorragias

Enquanto os sintomas citados anteriormente são condições normais de se acontecer, existem alguns perigos do implante dentário que são mais incomuns. Por exemplo, pessoas que são fumantes e portadores de diabetes podem sofrer mais com a cicatrização, pois correm risco de ter hemorragias e não fixar o implante.

Fraturas

Por outro lado, a maior parte dos perigos do implante dentário está relacionada a fraturas dos ossos perfurados (osso maxilar ou da mandíbula), seja por questões relacionadas a mastigação, saúde do paciente (osteoporose) ou erros médicos.

Infecções

As infecções também oferecem riscos tanto no pós-operatório imediato ou tardio. Por isso é fundamental seguir as orientações de repouso, escovação dos dentes e higiene bucal rigorosa.

Rejeição do implante

A rejeição ocorre quando não acontece a integração do implante (pino) com o osso. Isso é uma situação imprevisível e risco que não tem como evitar, pois depende do organismo de cada pessoa.

Leia mais: Quanto tempo pode usar a mesma escova de dentes? Saiba a hora certa de trocar e evitar problemas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação