Primeiros sintomas de apendicite: saiba como identificar e agir rapidamente

O apêndice é um órgão que fica localizado na região abdominal.

A apendicite é uma doença muito comum, mas que existe tratamento. Pensando nisso, o SaúdeLab elaborou esse artigo com todas as informações que você precisa saber sobre essa doença. Sendo assim, continue lendo e saiba com mais detalhes e saiba quais são os primeiros sintomas de apendicite.

Primeiros sintomas de apendicite

O apêndice é um órgão que fica localizado na região abdominal, mais especificamente na região do ceco, a primeira parte do intestino grosso. A função desse órgão é ajudar na digestão, além de armazenar bactérias para que não vá para outras partes do intestino.

Dessa forma, quando esse órgão inflama, é muito comum que a pessoa comece a sentir dores. Essa inflamação é mais frequente entre as pessoas que têm entre 20 e 30 anos. Então, para entender melhor como funciona essa doença, quais são as causas e como é feito o tratamento, por exemplo, confira a seguir.

Veja quais são os sintomas e quando desconfiar de apendicite:

  • Dor intensa na região abdominal do lado direito;
  • Febre;
  • Perda de apetite;
  • Vômitos
  • Inchaço abdominal

Diante destes sintomas, procure imediatamente o médico.

Leia também: Entenda as causas hérnia de disco? Por que dói? Como é feito o tratamento? Tem como prevenir?

Onde é a dor e quais são as causa?

É muito comum que as pessoas que tenham apendicite sintam dores do lado direito logo abaixo da região abdominal. Além das dores, é muito comum que a pessoa sinta febre, perda de apetite e até mesmo vômito e inchaço abdominal.

Entre as causas da inflamação do apêndice estão a entrada de bolo fecal dentro do órgão, mas infecções gastrointestinais e obstrução do apêndice por gordura.

Dor da apendicite.
Dor da apendicite. Foto: Canva PRO

Diagnóstico e Tratamento

Para chegar ao diagnóstico é preciso fazer alguns exames, sendo que seu médico pode solicitar um ou mais dos citados a seguir. Entre os exames feitos estão o exame físico, onde o médico vai tocar a região do abdômen, raio-x, exame de sangue e de urina.

Após receber o diagnóstico, é hora de começar o tratamento. A boa notícia é que o tratamento é feito por meio de uma cirurgia, ou seja, é preciso retirar o apêndice e, geralmente, ocorre sem grandes problemas.

O que acontece se não operar?

Caso a pessoa tenha apendicite e não realize a cirurgia, os sintomas podem se intensificar levando a um comprometimento da realização das atividades cotidianas devido se tornar uma apendicite crônica e até mesmo colocar a vida da pessoa em risco.

O que é estourar o apêndice?

Devido o apêndice ser um órgão oco no meio, quando ele está inflamado ocorre a produção de pus dentro dele, isso porque a aumenta a reprodução das bactérias dentro do órgão. Então, quanto mais a inflação aumenta mais pus se tem dentro do apêndice e a pressão dentro do órgão aumenta, podendo estourar.
Quando isso acontece, é muito comum que a pessoa sinta um alívio nas dores, mas que logo voltam.

Veja também: Hérnia Inguinal: Quais são as causas? Entenda tudo sobre o problema de saúde

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação