É melhor tomar banho quente ou frio? O que é mais saudável? Veja a comparação

Entenda as diferenças entre usar água quente e fria na hora de tomar banho

Sem dúvidas, tomar banho é um hábito essencial para a manutenção da nossa higiene pessoal, bem como da nossa saúde. Contudo, é muito importante se atentar com a água do banho, pois dependendo da temperatura, ela pode oferecer benefícios ou malefícios. Portanto, o SaúdeLab vai te ensinar se é melhor tomar banho quente ou frio.

À primeira vista, pode parecer estranho pensar que a temperatura da água pode influenciar na qualidade de nosso banho. Porém é preciso ter em mente que nosso organismo só funciona corretamente em uma temperatura específica que gira em torno dos 37º C., ou seja, ela é uma constante muito importante para nossa saúde, e que precisa ser levada em consideração durante o dia a dia.

Benefícios do banho de água fria

A princípio, talvez você tenha um pouco de receio ao tomar banho com água mais fria com temperatura abaixo de 29ºC. De fato, ela pode ser um pouco desagradável para quem não está acostumado, e especialmente para quem não gosta do frio. Por outro lado, a prática de utilizar água em temperaturas mais baixas no banho pode ter diversos benefícios.

Sob esse ponto de vista, uma das vantagens da água fria no banho é o aumento da disposição e vitalidade, que também pode ser associado a benefícios em relação aos músculos. No caso, a água fria proporciona uma melhor recuperação muscular e alívio de dores devido ao estímulo da circulação sanguínea.

Na medida em que o corpo tenta restabelecer a temperatura do corpo, o sangue circula mais rápido levando mais oxigênio para os órgãos vitais. Esse efeito estimula o nosso sistema imunológico, conferindo uma resistência consideravelmente maior.

Tomar banho quente faz mal?

Enquanto o banho frio pode ser incômodo para muitas pessoas, o quente é quase o completo oposto. A maioria das pessoas costuma tomar banho com a água quente em temperaturas acima de 38º C, ainda mais durante as épocas mais frias do ano. Entretanto, por mais que o banho quente seja mais difundido e agradável, promova relaxamento e alívio de ansiedade ou estresse, ele infelizmente pode ser consideravelmente prejudicial em alguns aspectos.

Talvez você não saiba que a água quente é uma grande inimiga dos nossos cabelos, sendo capaz de danificar os fios de forma bastante agressiva, pois elimine por completo a oleosidade natural dos cabelos.

Contudo, esses danos se estendem para nossa pele também, visto que a água quente acaba removendo uma camada de defesa presente nela, nos deixando mais vulneráveis em termos imunológicos. Se a temperatura for muito elevada, a água também pode levar ao ressecamento da pele.

 Afinal, banho frio ou banho quente?

Existem situações que precisam ser consideradas antes de escolher a temperatura da água ao se banhar. Veja que, portadores de problemas cardíacos ou com suscetibilidade a arritmias, quando expostos a banhos frios, podem ter um desequilíbrio do impulso elétrico do coração, causando uma arritmia momentânea. Assim, o melhor é evitar.

E quando pensamos nos banhos mais quentes, por mais que tenham seu lado negativo, eles não precisam ser completamente descartados.

Tendo em mente os benefícios e malefícios da água fria e quente, respectivamente, é possível concluir que o ideal é ter um equilíbrio entre as duas temperaturas. Logo, uma sugestão que pode ser colocada em prática e acostumar o corpo aos poucos é alternar o quente com o frio. Experimente começar seu banho com temperatura mais elevada, sem exageros, e ao final deixe o corpo receber água mais fria.

Leia mais: Cabelos quebradiços? 05 hábitos diários que destroem os fios para ficar alerta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação