Bicicleta Ergométrica ou Esteira: Qual Escolher?

Bicicleta ergométrica ou esteira: saiba qual a melhor!

bicicleta ergométrica ou esteira

Tanto faz, a princípio, se bicicleta ergométrica ou esteira. Apesar de ambos serem aparelhos cardiovasculares, eles não possuem os mesmos objetivos, tampouco os mesmos princípios.

E isso é meio óbvio, se você pensar que ambas simulam atividades que são muito diferentes entre si. Correr ou caminhar não causa no corpo os mesmos efeitos causados pela prática da pedala.

Aproveite e leia agora o nosso review completo sobre a melhor bicicleta ergométrica.

Portanto sim, os dois aparelhos podem fazer com que você queime muita caloria. Mas tudo dependerá da intensidade e do tempo em que você os usará. Por exemplo: trinta minutos na esteira não queima o mesmo que os mesmos trinta minutos na bicicleta.

Além disso, é preciso avaliar o que você fez nos aparelhos. Se caminhou durante essa meia hora, queimará menos do que se tivesse pedalado na ergométrica a uma intensidade moderada.

Mas se correu de forma moderada na esteira ou ainda em ritmo mais acelerado, com certeza que vale muito mais a corrida que a pedalada. O segredo é não se guiar tanto pela distância percorrida em ambos, mas sim na intensidade empregada.

Pense também que pedalar auxilia no ganho de músculos nas pernas e nas coxas. Algo que, sim, na esteira também é possível obter, mas consideravelmente menos.

Dessa forma, adquira a bicicleta ergométrica ou a esteira. O que você precisa fazer é levar em consisderação tudo que gira em torno dessa escolha antes de tomar uma decisão.

Como escolher uma bicicleta ergométrica ou uma esteira?

bicicletas ergométricas ou esteiras

Com tantas opções e variedades de preço fica complicado decidir-se rapidamente. Por isso, confira alguns pontos que deve sempre levar em consideração antes de comprar a sua esteira ou bicileta ergometrica.

Avalie a sua necessidade: bicicletas ou esteiras?

Antes de mais nada, quais são os seus objetivos? Você já pratica alguma atividade física? Ao cogitar fazer uma compra grande como essa, a primeira coisa a pensar é isso. Se você apenas busca emagrecer, pode, por exemplo, optar por uma reeducação alimentar.

Mudar de hábitos leva algum tempo, então não saia comprando uma bicicleta ergométrica ou esteira sem antes garantir que esse será o melhor método para o seu emagrecimento. De repente você descobre que gosta mais de dança que caminhada ou prefere fazer yoga em casa. Aí a sua bicicleta ergométrica ou esteira fica lá, pegando pó ou servindo como cabide para as suas roupas.

Agora, se você já é um adepto do esporte e quer encontrar a melhor bicicleta ergométrica ou esteira para evitar a corridinha na rua, a história é outra.

E não se esqueça de consultar um médico ou outro profissional de saúde sobre a aquisição do aparelho. Vai que você tem algum problema de joelhos ou articulações? É sempre bom fazer um check-up antes de sair investindo uma boa grana em uma bicicleta ergométrica ou esteira.

Compre presencialmente a sua bicicleta ou esteira ergométrica

Uma pesquisa online pode lhe fornecer informações a respeito das melhores esteiras elétricas, assim como das bicicletas. Contudo, antes de clicar na compra, é melhor visitar as lojas presencialmente. Isso porque você pode pedir para ligar o aparelho, vê-lo funcionar e até testá-lo.

Tem jeito melhor de ver se o motor faz ou não barulho? Se o desempenho é aquilo que você queria? Se não tem como ir à loja, procure vídeos de demonstração do produto. Visualizar o funcionamento é muito bom, pois ajuda na decisão final.

Leia as reclamações

Isso vale para tudo que você comprar na vida! Sempre leia as reclamações e recomendações daquilo que você busca obter. Assim você consegue perceber quais as principais vantagens e desvantagens de determinado aparelho.

Não sabe fazer isso? É muito simples! Nas páginas de produtos, embaixo das descrições costuma haver um espaço para os clientes, que já realizaram essa compra, fazerem comentários. Outra opção é visitar páginas exclusivas para esse fim, como o Reclame Aqui.

Nessas páginas você pode pesquisar sobre os produtos e ver quais os maiores problemas que outras pessoas já tiverem com eles. Esses espaços podem lhe poupar de gastos desnecessários com produtos ruins e, o que pode ser ainda pior, evitar que você acabe se machucando seriamente.

Opte por esteiras ou bicicletas com botão de emergência

A maior parte tem essa função. Trata-se de um botão que fica no meio ou na lateral do painel e é de fácil acesso. Esse botão é importante, pois ele para o aparelho imediatamente em caso de emergência.

Por exemplo, se você ficar tonto ou se sentir mal, é só apertar o botão que, no caso da esteira, ela trava imediatamente. Também pode ser útil se o cadarço do seu tênis ficar preso ou seu animal de estimação decidir brincar por perto quando você for correr.

É um elemento bastante importante e totalmente indispensável, mesmo que não pareça!

Medida da plataforma

Falando especificamente das esteiras. Nem todas têm as mesmas medidas. Você deve medir o comprimento das suas pernas e da sua passada antes de fazer uma compra.

Se você tem 1,80 metros, uma esteira com 1,20 metros de comprimento pode ser curta demais. A largura da plataforma também é um fator a levar em consideração. Tem quem corra com os pés mais juntos ou mais afastados. Por isso também que é bom fazer um teste primeiro e certificar-se que o comprimento e a largura da lona estão de acordo com o que você precisa.

Peças acessíveis

Você pode até comprar um aparelho importado. Todavia certifique-se que as peças e a assistência técnica são acessíveis. Esteiras que são muito usadas tendem a estragar e podem precisar de substituição de peças.

Muitos usuários reclamam que algumas marcas estrangeiras não oferecem um serviço de assistência técnica ou que cobram muito a mais para reparar um aparelho danificado.

Há vantagens em correr na esteira e não na rua?

bicicleta ergométrica ou esteira ergométrica

Com certeza há boas vantagens em ter uma esteira em casa. Primeiro pelo conforto, é claro, de ter acesso a toalhas, a um ambiente climatizado e à água, sempre que desejar. Permite, ainda, que você se proteja de sofrer acidentes graves na rua, como ser atropelado por um carro ou de cair em um buraco inesperado no caminho.

Correr no mesmo lugar por muito tempo, no entanto, pode prejudicar seu treino. É comum que usuários de esteira parem de usá-la ou que parem a corrida ou a caminhada no meio do caminho por cansarem de ver o mesmo cenário. Enxergar uma paisagem, seja ela urbana ou não, não é o mesmo que enxergar a parede de sua sala.

Além disso, correr na rua permite que você dose e controle seu ritmo com mais facilidade do que o faz com uma esteira. Se usar uma pulseira inteligente, pode controlar até o batimento cardíaco.

Você pode dar sprints em alta velocidade e descansar por alguns segundos depois, em um treino bastante específico, algo que no aparelho não é tão simples de fazer. Paradas abruptas na esteira podem causar machucados no usuário se estiver em uma velocidade muito alta.

Bicicleta ou esteira ergométrica usadas valem a pena?

bicicletas e esteiras ergométricas

Isso pode depender (e muito) do valor. Pagar acima de mil reais em uma esteira que custaria 10 mil pode sair em conta sim. Mas lembre-se que esteiras usadas têm zero garantia. Se quebrarem ou tiverem o azar de sofrerem uma pane elétrica, você terá de pagar o conserto do seu bolso.

O mesmo vale para bicicletas, pois uma ergométrica dessas usada costuma vir com problemas não só no motor como nos pedais. Na verdade essa premissa vale para qualquer aparelho de academia que adquirir, seja esteira, bicicleta ou uma estação de musculação para sua academia residencial.

Agora, se você encontrar em sites como o Mercado Livre uma esteira ou bicicleta elétrica barata e que sirva a seus propósitos, pode ser uma boa saída. Uma esteira ergometrica feita só para caminhar não é muito vantajosa. Porém se esse for seu único objetivo, você não tem nada a perder.

 

 

 

 

Fontes bibliográficas:

  • Di Michele R, Di Renzo AM, Ammazzalorso S, Merni F. Comparison of physiological responses to an incremental running test on treadmill, natural grass, and synthetic turf in young soccer players. J Strength Cond Res. 2009;23(3):939-945.

Crédito das imagens: Unsplash e Freepik