Qual o Melhor Desumidificador de Ambiente?

qual o melhor desumidificador de ambiente

Quer saber tudo sobre o melhor desumidificador de ambiente?

Quando a questão é saber qual o melhor desumidificador de ambiente podem surgir muitas dúvidas em relação às funcionalidades e às marcas de produtos. Um desumidificador serve para diminuir a quantidade de umidade no ar, tornando-o mais seco. O aparelho é usado em regiões mais tropicais, em que chove muito ou em períodos do ano em que a chuva não dá trégua.

Por isso, nós separamos alguns dos produtos mais vendidos e procurados para você saber qual o melhor antes de comprar o seu! Veja abaixo uma série de produtos de diferentes marcas, quais as suas funcionalidades, vantagens e desvantagens e onde encontrar o melhor preço.

Mas qual o melhor desumidificador de ambiente do mercado? Qual o melhor desumidificador de ambiente para interiores de móveis? Para sanar essa e outras dúvidas, fomos atrás dos mais vendidos e descrevemos para você ponto a ponto dos aparelhos mais populares. Confira!

Top Desumidificadores

ModeloOfertas

Thermomatic Plus I

Thermomatic plus I

Ir à Loja

Nilko

desumidificador nilko

Ir à Loja

Komeco Peltier

Desumidificador de ar Komeco modelo Peltier

Ir à Loja

Cadence Luxor 32973_PRD

Desumidificador de ar Cadence Luxor 32973_PRD

Ir à Loja

Cappoia Luce Mini da Lapaia bivolt

Desumidificador de ar Cappoia Luce Mini

Ir à Loja

 

Outro destaque desse eletrodoméstico é que ele possui um excelente controle da desumidificação do ar, com ele você protege a sua família de microrganismos nocivos, causadores de doenças respiratórias. Ele também evita o desgaste de pisos, paredes e móveis, causado pelo excesso de umidade.

O modelo é termoelétrico e possui um motor sem compressor, ou seja, é extremamente silencioso e quem comprou comprova. Não é à toa que ele leva cinco estrelas de classificação. Outro destaque é que ele desliga automaticamente quando o tanque enche, evitando que ele transborde ou continue gastando energia desnecessariamente.

Como é extremamente silencioso, é um dos melhores desumidificadores para se usar no quarto, principalmente dos pequenos e do bebê. É fácil e intuitivo de usar, com um reservatório amplo e com capacidade para até 1250 ml de água.

O modelo vem com garantia de fábrica de um ano e sua potência é 72W. É um dos mais econômicos disponíveis à venda no mercado.

Com um reservatório disponível para armazenar até dois litros de água, esse desumidificador de ar é uma das melhores opções para ambientes grandes. Ele é robusto e tem um baixo consumo energético, consumindo apenas 0,072 Kw/h.

Além disso, é muito fácil de ser utilizado e pode ser colocado em diversos ambientes. Ele promete remover até 600 ml de água de um local em apenas 24 horas. É perfeito para quem tem criança ou familiar com problema respiratório em casa.

Algumas das vantagens desse produto são: LEDs indicadores de reservatório cheio, desligamento automático e um sistema para cortar pingos e evitar que molhe o chão ao retirar a bandeja.

Apesar do seu reservatório ser bastante menor que os outros, com capacidade para apenas 500 mililitros de água, ele promete remover até 30 tanques cheios por mês! Sem falar que é o eletrodoméstico do tipo mais econômico do mercado. Seu consumo é mais baixo que de uma lâmpada, beirando os 36 watts.

É também um dos desumidificadores mais silenciosos, bom para colocar no quarto e usar inclusive durante a noite. Ele é bivolt automático, o que permite que você ligue-o em qualquer lugar, sem perigo de ter de mudar a voltagem primeiro. Vem ainda com desligamento automático e reservatório de remoção fácil.

É prático, bom e barato. E é mais um aparelho que vem com um ano de garantia contra problemas de fábrica.

Ele é todo feito em nylon, sendo, portanto leve, o que facilita na hora de transportá-lo. Para facilitar nesses momentos, conta com uma alça. É um produto silencioso, portanto não afeta o sono de ninguém em sua casa.

Além disso, é um modelo altamente seguro e à prova de crianças. Conta com uma grade protetora e um dispositivo de segurança, para desligamento automático em caso de emergências. Outra vantagem é que ele liga automaticamente quando o ambiente fica frio demais, abaixo de uma determinada temperatura.

Esse produto da Nilko conta com três níveis de aquecimento e com três níveis de desumidificação do ambiente. É ideal para todos os ambientes, inclusive o banheiro, que costuma ser um dos ambientes mais úmidos de toda uma residência.

O Plus I desumidifica o ar por meio da condensação. Isso não só deixa o ar menos úmido, como auxilia na eliminação de bactérias que possam estar soltas no ambiente. Importante falar que os desumidificadores da Thermomatic são dotados de um umidostato. Isso é um sensor, que indica ao aparelho a necessidade de desumidificar o ambiente, assim como a necessidade de parar de fazer isso.

Ele possui capacidade para até 2,7 litros de água, o que é muito bom! É silencioso e pode funcionar por até 24 horas seguidas, sem qualquer possibilidade de estragar ou de causar algum acidente. Convém, é claro, usar o aparelho com uma grande dose de bom senso, pois um ambiente seco demais também faz mal.

Mas como ele é pequenino, é mesmo ideal para espaços pequenos. Armários, sejam da cozinha ou da sala, assim como roupeiros, closets, despensas e até mesmo gavetas, podem se beneficiar do Cappoia Protezione.

A tecnologia desse produto alia qualidade e inovação. Ele não possui compressor, visto que é termoelétrico. Devido ao cuidado na Lappaia ao produzi-lo, ele ainda desliga automaticamente quando seu tanque estiver cheio. Isso é sinal de segurança, visto que você não precisa se preocupar em ter o produto transbordando. O reservatório tem capacidade para até 1500 ml de água.

Além de tudo isso, o Cappoia Protezione é super silencioso, portanto não atrapalha o sono ou o trabalho de ninguém.

Qual é o  mesmo o melhor?

Ao contrário do umidificador, o desumidificador serve para secar o ambiente. Com um aparelho desses, você pode prevenir o surgimento do mofo e do bolor, mantendo a sua casa seca e livre de doenças. Quem mora em regiões úmidas ou com longos períodos de chuva sabe o quanto um desumidificador de ar pode ser vital.

Com um bom eletrodoméstico nesse estilo, você pode até salvar o seu papel de parede, secar mais rapidamente as suas roupas em dias de chuva e prevenir os problemas de saúde provocados pelo mofo. Esqueça aquele cheiro de cachorro molhado e compre um bom desumidificador.

Por que adquirir um desumidificador de ambientes?

Infelizmente a maioria das pessoas nunca parou para entender o que é a umidade do ar. Muitas vezes se ouve falar nos jornais, na televisão a respeito dos perigos do desequilíbrio na umidade relativa do ar. Quando ela está muito elevada, nem todo mundo costuma se sentir mal, como acontece mais frequentemente quando está baixa. Mas isso não quer dizer que não haja perigos.

Por isso, o desumidificador de ambientes é o melhor amigo de todas as pessoas que vivem em locais muito úmidos. Ele irá prevenir a formação de bolor e de mofo, bem como o consequente ataque de bactérias nocivas ao organismo humano.

Quando a umidade do ar está entre 40% a 60%, você tem uma porcentagem ideal. As bactérias não conseguem se proliferar abaixo dos 65%, portanto elimina-se perigos desnecessários à saúde. Acima desse valor, as chances de doenças respiratórias surgirem são imensas.

Cuidados que deve ter no manuseio

Não basta saber qual o melhor se você não souber cuidar dele ou não souber manuseá-lo. Portanto é importante saber onde colocá-lo nos ambientes, por quanto tempo deve deixá-lo ligado e outras coisas muito importantes.

Verifique, por exemplo, se o aparelho não está muito colado a uma parede. Alguns fabricantes aconselham, aliás, que haja uma distância de pelo menos 50 centímetros entre o aparelho e quaisquer outros objetos. É importante que haja circulação de ar em torno do produto, para que ele funcione adequadamente.

Enquanto o aparelho estiver em funcionamento, impeça a entrada de ar no ambiente. Feche portas e janelas para que o desumidificador funcione com maior eficiência.

Por fim, não se esqueça de limpar o desumidificador de ar sempre que possível. Remova seus filtros e lave-os bem, removendo todo o pó. Deixe secar no sol antes de instalá-los novamente no aparelhos.

Se for guardar o desumidificador, certifique-se de limpá-lo bem antes de fazer isso. Da mesma forma, antes de usá-lo após um período guardado, remova toda sujeira e todo o pó.

Como escolher o melhor desumidificador?

por que ter um desumidificador

A resposta para essa pergunta não é simples, portanto você deve prestar atenção a uma série de fatores antes de tomar sua decisão de compra. Saber qual o melhor entre os desumidificadores de ambiente é importante para não colocar dinheiro fora. Para lhe ajudar, separamos alguns fatores que merecem um olhar atento de sua parte. Confira a seguir!

1. Tamanho

O tamanho de um desumidificador não está relacionado apenas à praticiadade de manuseio ou de transporte. Normalmente quanto menor for o aparelho, menor é sua capacidade de desumidificação diária. Isso se torna evidente, visto que eles têm reservatórios de água que acabam por serem preenchidos a depender da quantidade de umidade nos ambientes.

Por isso informe-se sobre a capacidade de ação dos aparelhos pequenos, para ver se valem a pena. Ao mesmo tempo, pense no tamanho dos ambientes nos quais o desumidificador atuará.

2. Saiba o quão úmidos são seus ambientes

Nem sempre é fácil saber com total certeza o quão úmido é um ambiente. Saiba, contudo, que ter uma informação aproximada disso é muito importante. Pensando na dica anterior, tente definir se o aparelho trabalhará em um local muito ou pouco úmido, pois assim pode decidir se precisa de um produto de alta ou de baixa capacidade.

3. Informe-se sobre a extração de água do produto

A água absorvida pelo desumidificador precisa ir para algum lugar em algum momento. Se isso não acontece, das duas uma: ou o reservatório irá transbordar, ou o aparelho irá parar de funcionar até que or recipiente seja esvaziado.

O melhor desumidificador nesse sentido é aquele que tem uma bomba interna que possa levar a água diretamente até uma pia. Há modelos em que você mesmo precisa esvaziar o recipiente, assim como há alguns que drenam a água diretamente para o solo. Em termos de custo-benefício e de praticidade, a primeira opção é a melhor.

4. Dê preferência aos que têm medidor de umidade

Os desumidificadores de ambientes modernos contam com a presença de um medidor automático de umidade. Você programa o nível de umidade que deseja ter em seu ambiente. Assim que o umidificador deixar o ambiente da forma que você quer, ele desliga automaticamente.

Isso é importantíssimo. O ser humano precisa estar em locais que tenham uma umidade relativa do ar equilibrada. Esses valores não são iguais nas diferentes estações do ano, portanto tome bastante cuidado ao programar essa função.

5. Opte por modelos econômicos

Não se esqueça que esses aparelhos são todos elétricos. Isso significa que eles contribuem para um certo aumento nos valores da sua conta de luz. Os modelos mais modernos e com melhor tecnologia contam com modos econômicos de trabalho. Dê preferência, portanto, aos produtos com maior capacidade de economia de energia.

6. Escolha marcas de confiança

Não escolha apenas marcas da sua confiança, mas também marcas que sejam respeitadas por especialistas e por vendedores. Converse com pessoas da área, leia reviews a respeito das marcas e dos produtos e conheça os prós e os contras de cada modelo que for do seu interesse.

7. Realize pesquisas de preço

Saber qual o melhor aparelho do mercado exige pesquisas. No caso desse tipo de produto, isso é mesmo muito importante porque o preço é um bom indicativo da qualidade do modelo. Quanto mais caro ele for, melhor será. Pelo menos essa é a tendência.

A pesquisa, no entanto, pode acabar lhe revelando modelos baratos tão eficientes e tão bons quanto os mais caros. Por isso entre de site em site, de loja em loja e não tenha medo de fazer perguntas para chegar ao veredito a respeito da compra.

Dicas caseiras para reduzir a umidade relativa do ar

melhores desumidificadores de ambiente

Agora você já sabe qual é o melhor desumidificador de ambiente e provavelmente já encomendou o seu. Enquanto ele não chega, que tal aprender algumas dicas que irão prevenir o aparecimento da umidade em sua casa ou em seu local de trabalho?

Claro que alguns de nós moramos em cidades naturalmente úmidas, no entanto há coisas que podemos fazer para evitar que o problema piore. Veja abaixo quais são!

1. Cuide de suas telhas

Todo mundo já teve uma ou mais de uma calha ou telha entupida. Se não teve, conhece alguém que teve. Saiba que esse é um dos principais motivos para causar o aumento da umidade no interior das residências. Quando as telhas e calhas entopem, a água precisa de alguma forma ser escoada.

Enquanto isso não ocorre, ela se infiltra pelo teto e pelas paredes, à procura de um caminho para seguir. Muitos casos graves de alta umidade em habitações se deve a isso. Portanto verifique sempre que possível, periodicamente, como está o estado das calhas e das telhas.

2. Mantenha os ambientes arejados

Quanto mais fechados são os ambientes, mais propícios estão a concentrarem umidade. De nada adianta então saber qual é o desumidificador ideal e de nada adianta comprá-lo se você mantém sua casa sempre trancada, sejam portas ou janelas.

Abra as persianas, vidros e deixe que o ar puro, a brisa e o sol eliminem naturalmente a umidade. Essa é uma das formas mais antigas e eficazes de desumidificar a casa.

3. Seque a roupa nos ambientes certos

Nem todas as pessoas dispõem de um jardim, de um quintal ou de uma varanda, pelo menos, para secar as roupas recém lavadas. Se você mora em um apartamento, tente colocar o varal no ambiente mais amplo e arejado que tiver. Isso evitará que a umidade relativa do ar aumente demais em pouco tempo.

4. Utilize carvão nos ambientes

Por incrível que pareça, o carvão é ótimo em absorver umidade. Você pode colocar um pouco em alguns cantos dos ambientes mais úmidos e deixar que eles ajam a seu favor. Em pouco tempo você irá reparar que as paredes irão verter muito menos água e que sua respiração começará a voltar ao normal.

5. Tenha paredes texturizadas

Além de darem um toque especial à decoração, as paredes texturizadas são excelentes contra a formação da umidade. A maioria delas vem com hidrorrepelentes, o que acaba agindo como uma barreira entre os líquidos e a barreira. Nesse sentido, usa tinta impermeabilizadora também pode ser uma boa alternativa, já que acaba por atua como um antimofo caseiro.

6. Jamais cubra sinais de umidade ou de mofo com tinta

A dica anterior tem a ver com esta. Depois que a umidade já se impregnou em sua casa e que inclusive já formou mofo e bolor, não tente tapar o sol com a peneira. Não passe tinta por cima, impermeabilizadores, gesso ou coisas do gênero: isso só irá piorar a situação, agravando não só o estado estético do local, como também sua saúde.

Ainda nesse sentido, evite colocar móveis próximos a esses locais de modo a esconder a situação. Quanto menos arejado ficar o local, pior ficará. Além disso, o mofo e o bolor podem passar para os móveis, o que acaba virando um ciclo sem fim.

7. Tenha plantas em casa

Ter plantinhas em casa é tudo de bom! Além de serem um colírio para os olhos, pois embelezam os ambientes, elas são capazes de absorver toda a umidade da sua residência. Quanto mais plantas, nesse caso, melhor.

Algumas espécies são mais vantajosas que outras. É o caso, por exemplo, da samambaia, do clorofito e das palmeiras. Informe-se em floriculturas ou lojas específicas em jardinagem sobre quais outras pode comprar.

 

 

 

Fonte: Bekerley

Fontes bibliográficas:

  • Berglund, B., B. Brunekreep, H. Knopple, T. Lindvall, L. Maroni, et al. 1992. Effects of indoor air pollution on human health. IndoorAir 2: 2-25.
  • Burge, H.A. 1989. Indoor air and infectious disease. Occupational Medicine: State of the Art Reviews 4(4): 713-721.
  • Platts-Mills, T.A.E., A.L. de Weck et al. 1989. Dust mite allergens and asthma – A worldwide problem. Journal of Allergy and Clinical Immunology 83(1-3): 416-427.
  • Sorenson, W.G. 1989. Health impact of mycotoxins in the home and workplace: An overview. In Biodeterioration Research 2, C.E. O’Rear and G.C. Llewellyn, eds., pp. 201-215. New York: Plenum Press.
  • Wickman, M., S.L. Nordvall, G. Pershagen, J. Sundell, and B. Schwartz. 1991. House dust mites sensitization in cihildren and residential characteristics in a temperate region. Journal of Allergy and Clinical Immunology 88(1): 89-95.

Crédito das imagens: Freepik, UnsplashLojas Americanas, Submarino e Fastshop