Cloreto de Mágnésio: para quê serve? Será que baixa a pressão? Entenda

Veja como utilizar o cloreto de magnésio, e o que ele oferece para a saúde

O nosso organismo depende de incontáveis nutrientes para que ele possa funcionar corretamente. Ele possui a capacidade de produzir alguns compostos, porém muitos deles precisam ser ingeridos por nós de alguma forma. Como exemplo disso, é possível citar o cloreto de magnésio, que possui um papel importante no nosso corpo. Venha com o SaúdeLab, entenda melhor qual a função do cloreto de magnésio e quais as indicações.

De maneira geral, os nutrientes que nosso corpo necessita podem ser adquiridos de diversas formas, sendo a alimentação uma das principais. Contudo, no caso do cloreto de magnésio, ele pode ser considerado como um fármaco ou suplemento, oferecendo uma grande quantidade de determinados nutrientes, como o próprio magnésio, obviamente.

Benefícios do cloreto de magnésio para a saúde

Primeiramente, um dos papéis do cloreto de magnésio no nosso organismo é auxiliar na produção de ácido clorídrico no nosso estômago. Esse composto é responsável por quebrar os alimentos que ingerimos em partículas menor, a fim de facilitar a digestão e absorção dos nutrientes. Ao mesmo tempo, quando na forma de óleo, o cloreto de magnésio pode ser bastante benéfico para a pele e musculatura do nosso corpo.

Por outro lado, o principal papel desse produto é fornecer magnésio. Esse elemento é essencial para a execução de diversas tarefas e reações químicas do organismo. Dentre essas tarefas, é possível citar:

  • Regulação da pressão arterial.
  • Combate a depressão e enxaquecas.
  • Auxílio no processo de emagrecimento.
  • Melhoria na absorção de nutrientes.
  • Prevenção e combate a diabetes.
  • Combater inflamações.
cloreto de magnésio para escaldar pés
Como utilizar o cloreto de magnésio? Canva Pro

Para quem esse produto é indicado?

Tendo em mente alguns dos benefícios do cloreto de magnésio, é possível perceber que ele pode ser muito proveitoso e benefício para quem sofre com determinadas condições de saúde. Quem possui pressão alta, por exemplo, terá maior controle sob esse problema através desse medicamento. O mesmo vale para os diabéticos, que podem ser ajudados a partir desse consumo.

Outra doença que pode ser tratada e prevenida através do cloreto de magnésio é a osteoporose, visto que o magnésio é quem favorece a absorção de cálcio pelos ossos. Entretanto, o medicamento também apresenta uma grande eficiência na resolução de problemas relativamente mais simples, como no caso de dores de cabeça ou sobrepeso.

Os benefícios do magnésio vão muito além. Ele também age na saúde bucal, alívio de dores nas pernas, redução dos desconfortos de TPM (Tensão Pré-menstrual) e melhora do sono.

Diante de tudo isso, vale dizer que seu uso não deve ser indiscriminado, ou seja, um profissional de saúde deve indicar seu uso de modo seguro para cada pessoa.

Pode usar cloreto de magnésio na pele?

Se você tem essa dúvida, saiba que sim, ele é indicado para cuidados com a pele. O uso de cloreto de magnésio na pele atua como anti-inflamatório, ajuda a reduzir o excesso de oleosidade e consequentemente melhora acne. Já existem no mercado vários produtos à base de magnésio. Assim, confira os ingredientes nos rótulos de sabão/sabonete, loções, gel e hidratantes.

Uma boa dica é usar o leite de magnésio 3x na semana e em pequena quantidade para ajudar na saúde da pele. Utilize um algodão para espalhar a loção nas partes mais oleosas do rosto e corpo. Para quem tem pele mista, prefira diluir a loção em água filtrada, fazendo o uso como dito acima.

Como consumir o produto corretamente?

De antemão, o cloreto de magnésio pode se apresentar de diversas formas. Porém as principais são as cápsulas de liberação prolongada, que precisam ser ingeridas inteiras, e a suspensão, que precisa ser diluída em água com muita atenção nas doses. No caso da forma de suspensão, também é possível comprar a fórmula já diluída, porém nesse caso é preciso sacudir bem antes de usar. Contudo, não o faça por conta própria e nem use em excesso. O ideal é sempre buscar orientação médica antes de iniciar qualquer medicamento.

Alimentação

Quanto aos alimentos, esses sim, você pode incluir sem medo. Veja a lista dos que tem mais cloreto de magnésio:

  • Banana e abacate.
  • Sementes de abóbora.
  • Espinafre.
  • Acelga.
  • Chocolate amargo com teor de até 90%.
  • Leguminosas (feijão, lentilha e ervilha, quinoa)
  • Amêndoas.
  • Castanha de Caju.
  • Peixes, como o salmão, por exemplo.

Pode haver algum tipo de efeito colateral ao usar?

Se o consumo do cloreto de magnésio ocorrer em excesso, ele pode causar alguns problemas. Em altas quantidades, o magnésio passa a ser tóxico para o nosso organismo. Ademais, o excesso do produto também pode levar a diarreia. Ou seja, é muito importante que, ao consumir esse produto, você tenha atenção com a dosagem. No caso das cápsulas de liberação prolongada, elas nunca devem ser mastigadas.

Leia mais: Óleo de Cártamo ajuda a combater o colesterol e mais; conheça seus benefícios

TRIPTOFANO: o que é, para que serve e onde encontrar

Este aminoácido desempenha diversas funções cruciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Dentre eles, podemos destacar:

  • Ajuda na construção e manutenção da massa muscular;
  • Participa do processo de produção de melatonina (hormônio do sono) e serotonina (neurotransmissor importante para a regulação do humor e bem-estar);
  • Auxilia no controle do apetite;
  • Contribui para a boa memorização

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação