Triptofano: o que é, para que serve e onde encontrar!

Conheça esse suplemento e descubra como tomar corretamente

A cada dia que se passa, as pessoas têm pesquisado cada vez mais sobre os benefícios do triptofano. Uma vez que, ele está associado à regulação do sono e humor. Por essa razão, a sua suplementação é uma das mais procuradas hoje em dia.

Mas, quais serão os seus – verdadeiros – benefícios? É sobre isso que o SaúdeLab vai falar no artigo de hoje! Por isso, continue lendo esse artigo até o final para conferir. Vamos lá?!

Leia também: Ômega 3 e Diabetes: Tudo Que Você Precisa Saber!

triptofano
Triptofano: o que é, para que serve e onde encontrar!. Foto: Canva Pro

 

O que é o triptofano?

O triptofano, nada mais é, do que um aminoácido essencial. Isto é, o nosso corpo não o produz. Então, ele deve ser ingerido através dos alimentos ou suplementos. Como é o caso do L-triptofano ou 5HTP.

Triptofano: para que serve?

Este aminoácido desempenha diversas funções cruciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Dentre eles, podemos destacar:

  • Ajuda na construção e manutenção da massa muscular;
  • Participa do processo de produção de melatonina (hormônio do sono) e serotonina (neurotransmissor importante para a regulação do humor e bem-estar);
  • Auxilia no controle do apetite;
  • Contribui para a boa memorização.

Em razão disso, o seu suplemento é muito procurado por pessoas que desejam ter uma melhor qualidade do sono. Além também de ser eficaz para a prevenção e tratamento da depressão, hiperatividade e ansiedade.

Isso porque, o cérebro utiliza o triptofano – em conjunto com a vitamina B3 – para produzir serotonina e melatonina. Dessa forma, ele é essencial para o manejo do sono, estresse, humor e bem-estar.

O que dizem as evidências científicas

Um estudo realizado em 2018, avaliou os efeitos do triptofano no sono. Com isso, os resultados mostraram que a sua suplementação possui resultados positivos na insônia.

Enquanto que um outro estudo, realizado em 2021, analisou os efeitos dos alimentos ricos em triptofano na liberação de serotonina.

Assim, os resultados revelaram que eles são cruciais para a produção desse neurotransmissor. Bem como, na prevenção da depressão, ansiedade, alterações do humor, insônia, baixa memorização e libido.

Triptofano emagrece?

Digamos que, indiretamente, sim! Isso porque, ele ajuda a melhorar o humor, bem-estar e apetite. Logo, ele pode ser um aliado no processo de emagrecimento. Pois, contribuirá para o controle da ansiedade e – consequentemente – da compulsão alimentar.

Todavia, esse não é o seu principal objetivo. Logo, comprar o suplemento somente para essa finalidade é jogar dinheiro fora! Afinal de contas, existem diversas outras opções de suplementos mais eficazes para a perda de peso.

Com isso, o ideal é buscar orientação de um nutricionista da sua confiança. Assim, você terá a prescrição do suplemento mais adequado para o seu caso.

Como tomar / consumir?

triptofano
Como tomar triptofano? Foto: Canva.

Existem duas maneiras de fazer a ingestão do triptofano: através da suplementação ou alimentação. No primeiro caso, é possível encontrá-lo em comprimidos ou cápsulas. Sendo recomendada a ingestão de 200mg a 3g por dia, a depender das necessidades individuais.

Desse modo, é importante que o consumo seja feito somente com orientação médica ou nutricional. Visto que, esses profissionais são habilitados para fazerem a prescrição correta conforme os objetivos pessoais.

Onde comprar o suplemento?

De modo geral, é possível encontrar os suplementos de triptofano em lojas de produtos naturais. Atualmente, existem diversas opções de marcas disponíveis no mercado. Então, converse com o seu médico ou nutricionista para saber quais delas são mais seguras.

Quanto tempo demora para ter efeito?

A suplementação desse aminoácido requer um tratamento contínuo para ter efeito. Logo, ele começa a apresentar resultados a partir da 3ª ou 4ª semana de uso.

Alimentos ricos em triptofano

Quanto à alimentação, por sua vez, é possível obter esse aminoácido através de alguns alimentos. Veja, a seguir, quais são eles:

  • Abacate;
  • Amêndoas;
  • Amendoim;
  • Atum;
  • Banana;
  • Cacau em pó;
  • Carnes;
  • Castanha do Pará;
  • Chocolate;
  • Damasco;
  • Feijão carioca;
  • Leite;
  • Nozes;
  • Ovos;
  • Peito de frango;
  • Queijos;
  • Salmão;
  • Semente de abóbora e gergelim;
  • Tofu.

O que diminui o efeito do triptofano?

Existem alguns elementos que podem reduzir o efeito deste aminoácido no organismo. Logo, é preciso ficar atento ao seu consumo para prevenir a deficiência de triptofano.

É o caso, por exemplo, das bebidas alcoólicas que podem atrapalhar a sua absorção. Além de aumentar a ansiedade. Sendo assim, a sua ingestão deve ser bastante moderada no dia a dia.

Além disso, os alimentos ricos em gordura saturada, como: bacon, embutidos, carnes gordas e industrializados, também devem ser controlados na alimentação. Isso porque, eles provocam inflamações no organismo, as quais aumentam os níveis de estresse.

Por fim, também é necessário ter o consumo reduzido de biscoitos, pães, açúcar e massas. Uma vez que, eles estão associados com a piora da ansiedade e depressão.

Como saber se está com deficiência de triptofano?

Como saber se está com deficiência de triptofano? Foto: Freepik.

 

A deficiência deste aminoácido costuma apresentar sintomas bem fáceis de perceber. Como por exemplo:

  • Insônia;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Irritabilidade;
  • Dificuldade de concentração;
  • Impulsividade; e
  • Nas crianças, o crescimento fica inadequado.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais do triptofano estão associados ao uso excessivo da sua suplementação. Dessa maneira, ele pode causar:

  1. Náuseas;
  2. Azia;
  3. Vômitos;
  4. Diarreia;
  5. Inapetência (falta de apetite);
  6. Gases;
  7. Tonturas;
  8. Boca seca;
  9. Dor de cabeça;
  10. Sonolência excessiva;
  11. Fraqueza muscular.

Portanto, nunca tome doses maiores do que o recomendado pelo seu médico ou nutricionista. E, ao sentir qualquer um destes sintomas, interrompa o consumo imediatamente!

Quem não pode tomar?

A suplementação desse aminoácido é contraindicada para pessoas que fazem uso de remédios calmantes ou antidepressivos, grávidas, lactantes e crianças.

Conclusão

Como visto, o triptofano é um aminoácido essencial com várias funções importantes para o organismo. Logo, ele é totalmente necessário para a nossa sobrevivência e bem-estar.

Sendo assim, o primeiro passo é priorizar por uma alimentação equilibrada e rica neste nutriente. Visto que, a suplementação só é necessária em casos de carência ou alimentação ineficiente.

Mas, os alimentos sempre serão as melhores opções em relação aos suplementos. Afinal de contas, a suplementação serve apenas para complementar a alimentação (quando necessário). Por isso, os suplementos devem estar sempre em segundo lugar!

Então, não deixe de buscar a orientação do nutricionista de sua confiança. Assim, você terá um planejamento alimentar completamente adequado para a sua rotina, necessidades e preferências.

Gostou desse artigo? Agora, clique aqui para ficar por dentro de tudo que envolve um estilo de vida saudável!

TRIPTOFANO: o que é, para que serve e onde encontrar

Este aminoácido desempenha diversas funções cruciais para o bom funcionamento do nosso organismo

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação