Como parar o soluço? 10 dicas que podem funcionar para você

As crises de soluço podem ser um grande incômodo, mas é possível contorná-las

O soluço é um fenômeno natural do nosso corpo, e extremamente comum. Entretanto, muitas vezes ele acaba sendo um grande incômodo, especialmente quando se trata de crises de soluço. Para esses casos, o SaúdeLab vai te ensinar a como parar o soluço utilizando 10 dicas que podem funcionar para você.

Apesar do soluço ser de fato algo bastante normal, existem casos em que ele é bastante persistente. Na verdade, algumas pessoas sofrem muito com crises de soluços, que chegam a durar dias. Além de ser incômodo, acaba se tornando um empecilho na rotina. Por isso é importante conhecer formas eficazes de parar o soluço.

Leia mais: Dor na lombar: o que pode ser? Veja 8 causas possíveis

O que as crises de soluço significam?

Primeiramente, antes de aprender as formas de parar o soluço, é preciso conhecer melhor esse fenômeno. No caso, ele está diretamente relacionado com o diafragma. Caso você não saiba, ele é um músculo na divisa entre o tórax e abdome, e atua principalmente na nossa respiração. Ele se contrai quando inspiramos ar, e relaxa quando expiramos.

Durante o cumprimento de sua função, o diafragma é controlado pelo nervo vago. Este por sua vez, quando está desregulado ou com algum problema, leva a contrações ou espasmos involuntários do músculo. Tal fenômeno é o que caracteriza o soluço.

Principais causas das crises de soluço

De antemão, os principais motivos que levam ao soluço são psicológicos. Ou seja, situações de nervosismo ou crises de ansiedades costumam desencadear esse fenômeno, visto que elas aceleram a respiração e, consequentemente, desregulam o nervo vago. Por outro lado, problemas como o refluxo também podem afetar o nervo vago, de forma a causar o soluço.

Como parar o soluço?
Como parar o soluço? Foto: Canva PRO

Quais são as formas de parar o soluço?

Confira algumas dicas que são infalíveis para resolver o problema:

1. Controle a respiração:

Procure controlar a sua respiração, inspirando e expirando com calma, de forma lenta e pausada.

2. Prenda a respiração por alguns segundos:

Segurar a respiração por alguns instantes faz com que o gás carbônico permaneça no corpo por mais tempo, estimulando o nervo vago a regular melhor as contrações do diafragma.

3. Se não conseguir prender, use um saco plástico:

Caso você tenha dificuldades em segurar a respiração, também é possível fazê-la dentro de um saco plástico. Assim, é possível obter o mesmo efeito com o acúmulo de gás carbônico.

4. Beba um copo de água bem gelada rapidamente:

Tome um pouco de água gelada, pois a mudança repentina de temperatura é outro fator que contribui para a regulação das contrações do diafragma.

5. Tome uma bebida quente em um gole rápido (cuidado para não se queimar):

Sob o mesmo ponto de vista, bebidas quentes também podem ajudar a parar o soluço.

6. Faça um movimento específico com o corpo:

Como o soluço se consiste em contrações involuntárias do diafragma, é possível solucionar o problema ao comprimir o músculo voluntariamente. Para isso, basta inclinar o tronco para frente, e elevar e abraçar os joelhos.

7. Sim, o truque do susto pode funcionar:

Por incrível que pareça, tomar um susto realmente contribui para a regulação do nervo vago, através da liberação de adrenalina. Portanto, se alguém puder te ajudar nessa alternativa, pode ser uma das soluções.

8. Evite café e refrigerante nas crises persistentes:

Em casos de crises ou soluço frequente, evite tomar bebidas gaseificadas ou com cafeína, pois elas provocam o refluxo, o qual pode contribuir para o soluço.

9. Evite mascar chicletes:

Mascar chiclete estimula a produção de ácidos no estômago, aumentando a probabilidade de refluxo. Portanto, evite esse tipo de consumo.

10. Procure ajuda médica:

Se você estiver sofrendo com uma crise de soluço muito persistente ou intensa, procure atendimento médico para que você possa ser devidamente orientado e medicado.

Leia mais: 10 alimentos que podem fazer mal para os rins: veja lista para evitar o excesso e complicações (alguns deles vão te surpreender)

Muito tem se falado sobre a laranja moro e os seus efeitos no emagrecimento. Uma vez que, ela está sempre associada à perda de peso e qualidade de vida. O que tem gerado a curiosidade de diversas pessoas que desejam emagrecer. Pensando nisso, no vídeo de hoje, o SaúdeLab vai lhe contar se a laranja moro emagrece mesmo e quais são os seus benefícios à saúde. Então, continue o vídeo até o final para conferir.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação