10 alimentos que podem fazer mal para os rins: veja lista para evitar o excesso e complicações (alguns deles vão te surpreender)

Os rins desempenham um papel fundamental no nosso corpo, atuando na produção de urina e regulação da concentração de certas substâncias no nosso sangue

Os nossos hábitos alimentares possuem um impacto direto na nossa saúde. Por isso, manter uma alimentação balanceada é essencial para ter um funcionamento saudável do corpo, especialmente quando se trata dos nossos rins, que são facilmente afetados pelas comidas que comemos. Portanto, venha com o SaúdeLab, conheça 10 alimentos que fazem mal aos rins, e comece a evitá-los.

De antemão, os rins desempenham um papel fundamental no nosso corpo, atuando na produção de urina e regulação da concentração de certas substâncias no nosso sangue. Logo, quando sua função é afetada ou comprometida de alguma forma, pode haver consequências graves para saúde. Como a alimentação é um dos principais fatores para que isso ocorra, é muito importante, tomar cuidado com o que estamos comendo.

feijão faz mal para os rins
O feijão pode fazer mal para os rins pelo alto teor de proteínas – Canva Pro

Principais alimentos que fazem mal aos rins

Antes de iniciar a lista dos 10 alimentos de hoje é preciso lembrar que o sal é um inimigo dos rins. Lembre-se de não abusar desse ingrediente no preparo dos alimentos e observe os rótulos para evitar os com alto teor de sódio.

  1. Banana: em condições normais de saúde, a banana é muito saudável, porém quantidades de potássio excessivas para os rins, podem comprometer com a funcionalidade deles.
  2. Laranja: assim como a banana, as laranjas são outra grande fonte de potássio, e, portanto, podem ser um risco para os rins se consumidas sem moderação.
  3. Laticínios: além de terem bastante potássio, os laticínios também possuem fósforo em sua composição, e ambos os elementos podem fazer mal aos rins quando em excesso.
  4. Refrigerantes: para os rins, o maior problema dos refrigerantes, especialmente os a base de cola, não é necessariamente o açúcar, e sim o fósforo. Quando em excesso, ele dificulta muito a filtragem dos rins.
  5. Azeitonas: quando compradas na forma de conserva, as azeitonas apresentam muito sódio em sua composição, que é um dos elementos que mais afeta o bom funcionamento dos rins.
  6. Picles: como este também é um alimento comercializado em conserva, é preciso evitar o excesso de sódio que ele oferece. Na verdade, o mesmo se aplica a qualquer tipo de comida em conserva.
  7. Feijão: apesar de ser um alimento natural e bastante saudável, o feijão apresenta uma boa quantidade de sódio, sendo importante consumi-lo com moderação.
  8. Frutos do mar: como o próprio nome já diz, esse tipo de alimento é proveniente do mar, o que faz com que eles tenham uma quantidade natural de sódio um pouco elevada.
  9. Salgadinhos: esse tipo de alimento é extremamente industrializado, levando grandes quantidades de sódio em sua produção para manutenção do sabor.
  10. Bolachas: apesar de não serem salgadas, as bolachas também são muito industrializadas, e acabam apresentando sódio em sua composição para aumentar a sua durabilidade.

Leia mais: Saiba o que são alimentos ultraprocessados: por que fazem tanto mal à saúde?

Todos esses alimentos precisam ser excluídos da alimentação?

A princípio, o maior problema desses alimentos é que eles fazem mal aos rins quando consumidos em excesso, através de elementos como o sódio, potássio e fósforo que sobrecarregam a função deles. Entretanto, a chave para evitar problemas futuros é ter moderação no consumo deles, e não necessariamente excluí-los totalmente. Dessa forma, é possível se prevenir contra pedra nos rins e doenças como insuficiência renal.

O que fazer se eu já tiver algum problema nos rins?

Nesse caso, a sua alimentação deve ser realmente mais restrita, e alimentos como os que foram citados precisam ser evitados ao máximo. Entretanto, o mais importante nessa situações é buscar atendimento médico especializado, como um um nefrologista ou nutricionista. Afinal, são os médicos que saberão orientar uma boa alimentação com base no seu caso e gravidade do mesmo.

Leia mais: Pedra nos rins: dieta anti-pedra pode ser a solução para evitar a reincidência, aponta estudo

Fique atento aos 10 ERROS que aumentam o risco de CONTAMINAÇÃO ALIMENTAR

Aprenda nesse vídeo curto maneiras de cuidar da alimentos e manter-se livre de contaminações. Essas informações podem salvar sua vida e manter a família segura.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação