Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

OMS informa que índice ideal da umidade relativa do ar deve variar de 50% a 80%

Ao que parece, a umidade do ar interfere até mesmo no cabelo e na pele

Segundo informações passadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde), o percentual ideal da umidade relativa do ar deve girar em torno de 50 a 80%. Mas, a alteração da relação entre o teor da umidade e o teor máximo da umidade alcançados em uma mesma temperatura, pode afetar a saúde da pele e dos cabelos.

Ainda de acordo com a OMS, a umidade relativa do ar impacta diretamente na ampla saúde. Ao permanecer muito baixa, os efeitos começam a surgir no corpo, tal como hemorragias nasais, irritações na garganta, dor de cabeça, olho arenoso e doenças de cunho respiratório.

Assim, leia mais: Como Curar Enjoo De Ressaca: Conheça Dicas De Especialistas Para Dias De Exagero

Com relação ao cabelo e pele, os efeitos nocivos do tempo seco também são sentidos. Assim, se não tiver os cuidados devidos, a pele tenderá a se tornar seca, áspera, resultando em descamação e coceira. Possivelmente surgem também infecções causadas pelos arranhões em excesso por conta da desidratação da pele.

Em contrapartida, é importante equilibrar a umidade quando ela está alta também. Isso porque a pele produz mais quantidade de sebo e, consequentemente, aumenta a possibilidade de entupimento dos poros, levando a caros sérios de acne. Além do mais, altos índices de umidade favorecem as acomodações das bactérias nocivas na cútis.

umidade relativa do ar
OMS informa que índice ideal da umidade relativa do ar deve variar de 50% a 80% – Foto: Canva

A importância da umidade relativa do ar para a pele

A importância da umidade para a manutenção da boa saúde do cabelo e da pele tem relação com a individualidade de cada um dos tipos de pele. Assim, peles secas se dão bem com tempo de umidade alta, mas a pele oleosa precisa do percentual baixo. Com o cabelo é igual.

Fios bem hidratados são menos afetados. Mas, quando as cutículas são danificadas, por exemplo, em tratamentos térmicos, haverá mais absorção de umidade, inclusive da umidade relativa do ar. Portanto, é preciso que se siga sempre as recomendações da OMS para manter os índices entre as normalidades de 50 a 80%, para manter pele e cabelos sem danos e com a saúde em dia.

Portanto, confira mais: É Hipertenso? Saiba Quais Remédios Você Deve Evitar

Benefícios das ervas e temperos caseiros: prevenção contra o envelhecimento precoce e até câncer

Janaína Barros entrevista a bióloga Gabi Pastro. A especialista fala sobre os benefícios das ervas e temperos caseiros. Dentre os muitos benefícios, a ajuda no na prevenção do câncer, envelhecimento precoce, doenças degenerativas e muito mais.

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.