Maraísa, da dupla com Maiara, revelou ter Alopecia; entenda a condição e se tem cura

Muitas pessoas sofrem com isso sem saber o que realmente é, entenda agora!

A cantora Maraísa, que faz dupla sertaneja com Maiara, revelou em 2021, sofre de alopecia. A alopecia areata é uma forma de perda de cabelo que pode afetar cerca de 2,5% da população durante sua vida. Muitas pessoas sofrem com isso sem saber o que realmente é. Além disso, a maioria das pessoas que sofrem com isso se sente desconfortável com o fato de que, de alguma forma, mancha sua beleza. Mas qual é a definição dessa forma de calvície? Quais são seus sintomas e qual é a melhor solução? Veja as informações do SaúdeLab sobre o assunto.

Como podemos definir alopecia areata?

De forma simples e sucinta, a alopecia areata refere-se a uma perda irregular de cabelo ou pelos do corpo em áreas circunscritas da cabeça ou do corpo, em indivíduos que não apresentavam anteriormente nenhum distúrbio sistêmico ou cutâneo. Portanto, aparece repentinamente e não apresenta cicatrizes. Todas as áreas cabeludas do corpo podem ser afetadas. Mas, muitas vezes, o couro cabeludo e a barba são as partes mais afetadas.

Também é considerada uma doença autoimune que pode afetar pessoas geneticamente frágeis, especialmente aquelas expostas a fatores de risco ambientais. O primeiro sintoma da alopecia areata ou alopecia areata, que afeta idades e sexos combinados, é o aparecimento de manchas de alopecia circulares bem definidas.

Essa forma de alopecia também se manifesta pela quebra notável do cabelo, que agora assume a forma de um ponto de exclamação. As unhas dos indivíduos afetados às vezes são lixadas, com sulcos longitudinais. A queda de cabelo causada por essa calvície vai do vértice até o topo do crânio.

Veja também: Dor no ciático; veja 05 atividades físicas que podem te ajudar

O que é alopecia areata
O que é alopecia areata – Imagem: Canva Pro

Causas da alopecia areata

Tal como acontece com todas as outras formas de alopecia, existem alguns fatores significativos que causam alopecia areata. Geralmente, a alopecia é causada por:

  • um defeito de produção ou a destruição dos folículos pilosos no corpo (deficiências de ferro, quimioterapia, doenças infecciosas, doenças autoimunes, traumas, etc.),
  • uma anomalia da haste hipofisária (aplasia cutânea, tricotilomania, etc.).

Em relação à alopecia areata, que é uma doença autoimune, a deficiência de vitamina D é a causa mais comum. Com efeito, vários estudos realizados em vários países em indivíduos com alopecia areata revelaram que quase todos apresentavam deficiência desta vitamina, que desempenha um papel importante na defesa imunitária. A alopecia areata ocorre quando as células do sistema imunológico de uma pessoa atacam por engano seus folículos pilosos.

Tratamentos

Para combater a queda de cabelo, vários remédios são oferecidos aqui e ali. Mas é preciso ter muito cuidado, pois podem causar outros problemas de saúde mais graves. Muitas vezes, é difícil para as pessoas com calvície recuperar os cabelos. Hoje, a única solução eficaz que permite que os carecas recuperem sua aparência inicial é o transplante de cabelo.

Alopecia areata, portanto, não é um fim em si mesmo. Qualquer pessoa afetada pode, após uma operação cirúrgica, voltar a ter cabelos volumosos e aparecer em público sem se sentir constrangida.

Veja também: Dor no pé da barriga é grave? Descubra possíveis causas e o que fazer

APRENDA sobre o uso dos ÓLEOS ESSENCIAIS; Dicas Incríveis

Os óleos essenciais vêm se tornando cada vez mais os queridinhos nos lares de muitos brasileiros. Isso por causa das suas diversas propriedades de limpeza e cura, especialmente através da aromaterapia. Eles são substâncias liberadas por plantas, sintetizadas e armazenadas. Ou seja, são de origem completamente vegetal.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação