O que engorda mais: o pão ou a tapioca?

Saiba se vale a pena ou não a troca de ingredientes na sua rotina alimentar

De antemão, fazer dieta nem sempre é uma tarefa fácil e é necessário ter bastante comprometimento. Algumas pessoas passam a seguir uma dieta prescrita por algum nutricionista e outras passam a escolher melhor os alimentos. No caso, do pão e da tapioca, o que engorda mais? Muitas pessoas têm essa dúvida.

A princípio, muitos alimentos podem ser substituídos facilmente e outros não vale tanto fazer essa troca. Contudo, o Blog SaúdeLab vai abordar hoje qual dos dois engordam mais e se é viável fazer essa troca.

Leia também: Tipos de suplementos alimentares e suas funções

Quem tem mais caloria, o pão ou a tapioca?

A princípio, a tapioca tem cerca de 70-80 Kcal  em duas colheres de sopa da farinha,  aproximadamente 30g.

Por outro lado, um pão francês pequeno, com cerca de 50g, tem em torno de 120 calorias. Mas a questão é, quem é que faz tapioca com 2 colheres sopa de farinha? Geralmente as pessoas colocam muito mais na frigideira e, portanto, elas não têm ideia do número de colheres.

Desse modo, é importante falarmos também do valor nutricional, para que tenham uma noção real. Confira no texto abaixo.

Carboidrato do pão e da tapioca

Em síntese, ambos são fontes de carboidrato, ou seja, fornecem mais esse nutriente do que proteínas ou gorduras. No entanto, a tapioca tem mais carboidrato que o pão francês ou integral (mais de 20g a mais), e isso dá mais de 100 calorias extras, quando comparamos 100g de cada um. Portanto, a tapioca é mais calórica.

Proteínas e gorduras

Além disso, a tapioca também tem menos proteínas e menos gorduras do que o pão francês e o integral, e menos fibras do que o integral, ou seja, gerando menos saciedade. Se pensamos em dietas para emagrecimento, por exemplo, essa é uma grande desvantagem.

Glúten

Desse modo, o valor nutricional mostra que tapioca não contém glúten, e isso faz dela uma ótima opção de café da manhã e lanches para quem tem doença celíaca, condição de quem é intolerante ao glúten. Nesses casos, é interessante agregar sementes de chia ou linhaça à massa para aumentar o teor de fibras e gorduras, para melhorar a qualidade nutricional da preparação.

Índice glicêmico

Portanto, se formos considerar o efeito hormonal no metabolismo em resposta ao consumo desses alimentos, a tapioca tem o índice glicêmico mais alto do que o pão integra. Ou seja, os carboidratos contidos nela são metabolizados mais rapidamente, gerando um pico maior de insulina. Bem como, associando essa condição ao baixo teor de fibras, pacientes obesos, com síndrome metabólica ou diabéticos devem dar preferência ao pão integral, por ser uma escolha mais coerente.

Tapioca é bom para emagrecer?

Em contrapartida, a tapioca é uma FARINHA REFINADA derivada da mandioca. Durante o processo de refinamento perde os nutrientes (fibras) e tem seu índice glicêmico elevado (maior que o pão francês).  Mas, não significa que você deve cortá-la do seu cardápio, por isso.

Por fim, a tapioca não é vilã, assim como o pão também não é vilão. Com moderação e bom senso, todos os alimentos podem e devem ser consumidos, pois uma alimentação saudável é variada e equilibrada.

Leia também: Sequelas Da Covid Atingem Metade Dos Contaminados Por Mais De Um Ano

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Consulte mais informação