Papel alumínio faz mal para saúde? Descubra a maneira certa de usar para evitar problemas

Existem formas de usar o papel alumínio na cozinha que podem ser problemáticas

Sem dúvidas, o papel alumínio é uma enorme ferramenta na cozinha. Ele é empregado em diversos tipos de preparo, para incontáveis pratos e alimentos. Contudo, pouquíssimas pessoas sabem que, na realidade, ele pode estar comprometendo com a nossa saúde lentamente. Venha com o SaúdeLab e entenda porque o papel alumínio faz mal para saúde, e saiba qual a maneira certa de usar ele com segurança.

À primeira vista, pode parecer estranho pensar que o papel alumínio possa ser prejudicial. Na verdade, essa informação acaba sendo um choque para muitas pessoas, já que o uso dele é extremamente amplo e comum na cozinha. Porém, assim que você entender como ele pode ser problemático para nossa saúde, vai ficar claro o quão importante é ter cuidado com o uso dele.

De que forma o papel alumínio é prejudicial?

Conforme fora dito, o papel alumínio é empregado no preparo de diversos tipos de comida. Ele é comumente utilizado para enrolar carnes, cobrir formas e outras funções similares. Ou seja, na grande maioria das vezes, ele fica em contato direto com alimento, e ainda é submetido ao calor do preparo da comida. Esse conjunto de fatores provoca uma reação que faz com que seja liberado alumínio no alimento.

Sob esse ponto de vista, ele passa a ser extremamente tóxico. Quando ingerimos alimentos que tiveram contato com ele, e consequentemente estão contaminados, absorvemos uma quantidade preocupante de alumínio. Essa absorção contribui para a intoxicação do cérebro e glândulas, e a longo prazo, pode ser responsável por problemas neurológicos como o Alzheimer.

Leia mais: 7 motivos para deixar de comer MARGARINA hoje mesmo

Qual a melhor forma de utilizar ele sem ter problemas?

Tendo em mente os problemas que podem ser causados pelo papel alumínio, e a gravidade que eles podem atingir, é importante conhecer formas mais seguras de aproveitar ele na cozinha. Sob esse ponto de vista, o ideal é que você procure reduzir ao máximo o uso dele, ou até mesmo deixar de utilizá-lo se possível. Porém para algumas receitas e pratos, o uso dele é realmente indispensável.

Nesses casos, a melhor forma de usar o papel alumínio é em receitas que não sejam muito condimentadas ou ácidas. Temperos em excesso ou de caráter ácido contribuem para que o papel libere ainda mais alumínio nos alimentos. Ademais, outra dica de segurança é evitar fazer receitas em que o papel alumínio precise ficar em contato direto com o alimento, visto que isso também pode influenciar na liberação do alumínio.

O alumínio está presente na nossa rotina de outras formas

Por fim, é muito importante salientar que nós absorvemos o alumínio de muitas outras maneiras no nosso dia a dia. As panelas de alumínio, por exemplo, são mais uma grande fonte dessa metal na cozinha. Porém além delas, também é possível encontrar alumínio em em cosméticos, desodorantes e outros produtos que estamos habituados. Ou seja, o papel alumínio não é o único problema nesse sentido.

Leia mais: Arear panelas de alumínio faz mal? Descubra se é mito ou verdade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação