Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

Alerta para brincadeiras infantis: sequelas graves após quedas reiteram necessidade de mais atenção com as crianças

Ossos infantis têm menos probabilidade de fratura, contudo, impactos no queixo, por exemplo, são preocupantes

A Faculdade de Medicina da USP, mais especificamente o grupo maxilofacial, liderado pelo médico Gustavo Machado, lançou recentemente um alerta para brincadeiras infantis. É óbvio que todos os adultos têm a devida preocupação com as crianças, mas, Dr. Gustavo diz que há a necessidade de se redobrar a atenção em determinados casos. Por exemplo, quando ocorre queda, uma vez que o impacto dos acidentes tende a inibir o desenvolvimento total da face do pequeno.

A explicação do médico quanto ao alerta para brincadeiras infantis é que, mesmo os ossos infantis tendo menos probabilidade de fraturas, se estas ocorrerem na articulação mandibular, ocasionam problemas sérios. As sequelas, possivelmente bem graves, vão desde restrições da abertura bucal até erupções dentárias.

Assim, leia mais: Rachadura Nos Pés: Confira Os Melhores Tratamentos

Médico alerta para brincadeiras infantis que correm sérios riscos de sequelas graves

Poucos já devem ter ouvido falar da anquilose da articulação temporomandibular, mas essa é uma das sequelas mais graves das quedas infantis em brincadeiras. Esse termo se refere a quando a mandíbula e o crânio se fundem, afetando a abertura bucal.

alerta para brincadeiras infantis
Alerta para brincadeiras infantis: sequelas graves após quedas reiteram necessidade de mais atenção com as crianças – Foto: Canva

Dr. Gustavo alerta que quedas de determinadas alturas, que seguem de acidentes automobilísticos e esportes, costumam ser incidentes mais abundantes. Portanto, adultos devem ter uma preocupação especial com tais atividades. Ele recomenda que seja feito um atendimento especializado tão logo a criança do pronto-socorro, especialmente quando acarretar dores articulares, cortes, bem como desvios faciais.

Mesmo não havendo fraturas iniciais, o alerta para brincadeiras infantis permanece, sendo importante os adultos prestarem atenção em restrições para abrir e fechar a boca. Assim, ao se falar em tratamento, algumas quedas precisam da cirurgia – que tem longa duração – tal como de uma equipe multidisciplinar. Machado explica que as fraturas que não mostram deslocamentos significativos são tratadas não cirurgicamente, mas exigem dieta e atividades restritas conforme gravidade do quadro e idade do pequeno.

Portanto, confira mais: É Hipertenso? Saiba Quais Remédios Você Deve Evitar

Benefícios das ervas e temperos caseiros: prevenção contra o envelhecimento precoce e até câncer

Janaína Barros entrevista a bióloga Gabi Pastro. A especialista fala sobre os benefícios das ervas e temperos caseiros. Dentre os muitos benefícios, a ajuda no na prevenção do câncer, envelhecimento precoce, doenças degenerativas e muito mais.

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.